Heróis de PyeongChang #3: o ‘Homem de Ferro’ sul-coreano



O sul-coreano Yun Sung-Bin e seu capacete inspirado no Homem de Ferro (Crédito: AFP)

O skeleton dos Jogos de Inverno de PyeongChang entrou para a história olímpica ao consagrar um heróis da Coreia do Sul. E que estava de fato trajado como um. O sul-coreano Yun Sung-Bin tornou-se nesta sexta-feira o primeiro atleta de seu país e de todo continente asiático a ganhar uma medalha no skeleton. Logo de cara, uma medalha de ouro em casa!

E foi com seu capacete que lembrava o do famoso personagem dos quadrinhos, criado por Stan Lee, que Sung-Bin dominou a competição do skeleton na Olimpíada de PyeongChang. Ele manteve a liderança em cada uma das quatro descidas do evento. Na última e decisiva, completou o percurso em 50s02, 54 centésimos à frente de Nikita Tregubov, dos Atletas Olímpicos da Rússia (OAR), que levou a prata. O britânico Dom Parsons ficou com o bronze.

Há quatro anos, em Sochi (RUS), Yun Sung-Bin ficou apenas em 16º lugar. Líder do ranking mundial na atual temporada e com cinco vitórias na Copa do Mundo da modalidade, convenhamos que foi uma bela evolução para o “Homem de Ferro” sul-coreano.

Quem é ele

Nome: Yun Sung-Bin
Idade: 23 anos (23/5/1994)
Altura: 1,78 m
Peso: 87 kg

Principais conquistas

Em Olimpíadas: 16º lugar em Sochi-2014

Em Mundiais: vice-campeão em Igls (Aústria), em 2016 e 8º lugar em Winterberg (Alemanha), em 2015

Líder do ranking mundial do skeleton  na temporada 2017/18, vice-líder em 2016/17 e 2015/16

Oito vezes campeão de etapas da Copa do Mundo, entre 2014/15 e 2017/18

VEJA TAMBÉM:

Heróis do snowboard de PyeongChang encaram constrangimento e deselegância
O triste adeus olímpico de Isabel Clark
Ignorância e falta de espírito esportivo em PyeongChang
Heróis de PyeongChang #2: dupla do Canadá do curling
Heróis de PyeongChang #1: Ireen Wust 
Os problemas da Olimpíada de PyeongChang e a crítica seletiva 
‘Eu, Tonya’ tenta humanizar a imagem da ‘inimiga’ da América 



MaisRecentes

Hora da parada técnica



Continue Lendo

Vem aí um novo ídolo do esporte brasileiro: Hugo Calderano



Continue Lendo