Guga e o carisma que nunca acaba






“Eu me sinto bastante agraciado não só pelo que conquistei há dez anos, mas por viver tudo novamente ao lado desta torcida, que sempre me deu tanta força”

Gustavo Kuerten, agradecendo emocionado aos torcedores que lotaram o Maracanãzinho neste sábado, após derrotar o americano Andre Agassi num jogo-exibição por 7/5 e 7/6



  • A festa foi legal, mas o jogo teve momentos constrangedores. Claramente o Agassi facilitou a vida do Guga, especialmente naqueles três voleios seguidos do Guga no fundo que Agassi os devolvia gentilmente até o brasileiro fazer 30/40. Depois disso, Agassi errou uma bola fácil, deixou Guga quebrar seu serviço e fechar o primeiro set, em 7/5.

    O segundo set, Agassi voltou a ser generoso, não iria estragar a festa brasileira, no Rio.

    Foi bacana ver as duas lendas se divertindo, mas o jogo poderia ter sido um tiquinho mais sério.

MaisRecentes

Vela do Brasil aposta em estrelas na largada para o ciclo de Tóquio-2020



Continue Lendo

Rudisha vai atrás de novo ouro em Tóquio. Conheça outros tricampeões no atletismo



Continue Lendo

Maldição do mata-mata acaba com sonho do Brasil no Mundial



Continue Lendo