Grande Cielo!



Menos de um ano depois, César Cielo volta a emocionar o Brasil. Um país sem tradição na natação ganha a prova mais nobre no Mundial de Esportes Aquáticos de Roma, os 100m livre, e com direito a recorde mundial!

Cielo mostrou há pouco no Foro Itálico de Roma que o Brasil infelizmente ainda vive de talentos esporádicos em muitas modalidades esportivas, como Guga, no tênis, e Popó, no boxe. Mas o birlho destes talentos é cada vez mais intenso.

E que o COB ou a CBDA não venham querer tirar uma casquinha do ouro de Cielo.



MaisRecentes

Porque o Mundial de piscina curta traz otimismo à natação do Brasil em Tóquio



Continue Lendo

Hugo Calderano se consolida como esperança de medalha em Tóquio-2020



Continue Lendo

Olimpíada da Coreia ‘unificada’ começa a ser discutida em fevereiro



Continue Lendo