Francisco Barretto, da ginástica artística, é escolhido melhor atleta do Pan de Lima



Francisco Barretto exibe as três medalhas que conquistou pela ginástica artística no Pan de Lima (Crédito: Ricardo Bufolin/CBG)

Após ter alcançado a melhor campanha da história, o Brasil festejou nesta sexta-feira (13) mais uma conquista nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019. Francisco Barretto Junior, da ginástica artística, foi eleito melhor atleta do Pan na primeira edição do Panam Sports Awards. A cerimônia foi realizada na cidade de Fort Lauderdale (EUA).

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog Laguna Olímpico no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Clique e siga

Chico Barretto foi o principal destaque individual do Brasil em Lima, ao conquistar três medalhas de ouro: por equipe, cavalo com alça e na barra fixa. Ele teve papel fundamental na ótima campanha da modalidade no Pan, onde voltou para casa com 11 medalhas. Foram quatro de ouro e quatro de prata (masculino) e três de bronze (feminino).

Para ficar com o título, Barretto precisou superar adversários com currículo pesado, como o campeão olímpico na esgrima Ruben Limardo, da Venezuela, e o tricampeão olímpico e tetracampeão pan-americano Mijaín Lopez, de Cuba (wrestling, modalidade greco-romana).

O prêmio de Francisco Barretto foi o único do esporte brasileiro nesta noite, que concorria em outras três categorias: melhor equipe feminina (seleção de handebol), revelação masculina (Alison dos Santos, do atletismo) e valores Panam Sports (Claudio Biekarck, vela).

A cerimônia também concedeu um prêmio especial ao comitê olímpico do Peru, como entidade que teve a melhor evolução em termos técnicos nos últimos quatro anos.

Em Lima-2019, o Brasil alcançou a melhor campanha de sua história em Pan-Americanos, tendo conquistado 168 medalhas no total (55 de ouro) e terminando em segundo lugar no quadro de medalhas, atrás apenas dos Estados Unidos.

VEJA TAMBÉM:

Valeu, Lima! Muito obrigado 
Brasileiros concorrem a prêmio de melhor do ano da Panam Sports 
Peru não esconde o orgulho em receber os Jogos Pan-Americano