Fechamento de parque próximo à vila do Pan de Toronto irrita moradores



O Corktown Common Park, localizado próximo à VIla dos Atletas do Pan, ficará fechado por três meses. Moradores estão revoltados. Crédito: Toronto Star

O Corktown Common Park, localizado próximo à VIla dos Atletas do Pan, ficará fechado por três meses. Moradores estão revoltados. Crédito: Toronto Star

A 41 dias da abertura dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015, causa apreensão entre os organizadores o fato de que menos de 30% dos ingressos (incluindo aí os reservados para o Parapan-Americano) tenho sido vendidos. A preocupação é tanta que os dirigentes estão convocando ídolos do esporte canadense, com o ex-velocista Donovan Bailey, duas vezes campeão olímpico, para incentivar as vendas.

Mas além do fato de que o Pan perdeu muito de sua relevância esportiva nos últimos 20 anos, outros fatores mais sérios talvez expliquem um pouco desta aparente rejeição do morador de Toronto com o evento poliesportivo que começará daqui a pouco mais de um mês.

Reportagem publicada pelo jornal Toronto Star na última sexta-feira (30) mostra a revolta de moradores de um bairro próximo à uma das vilas pan-americanas, localizada no centro de Toronto, por causa do fechamento de um parque muito usado pelos moradores, especialmente as crianças, durante o verão.

>>> Veja também: Organizadores  convocam ídolo para desovar ingressos do Pan de Toronto

O parque em questão, o Corktown Common Park, com menos de um quilômetro quadrado, localizado próximo à região do Lower River, revitalizada  há poucos anos. Pois ele será fechado a partir desta segunda-feira e assim permanecerá até 31 de agosto, 15 dias depois do encerramento do Parapan. A justificativa dos organizadores é que o acesso público será interrompido para os preparativos de segurança para a Vila do Pan.

Só que a necessidade de ocupar um espaço próximo ao local onde os atletas ficam hospedados – o que sempre causa neurose nos setores de segurança de organização dos eventos esportivos – não foi bem recebida pelos moradores vizinhos ao Corktown Common Park.

“Por que precisar fechar? Por acaso os atletas irão jogar alguma competição nele? Onde nossas crianças irão se refrescar durante os dias quentes do verão?”, pergunta Helen Bennet, moradora do bairro. “Três meses sem acesso ao parque me parece demais. As pessoas estão muito tristes”, afirmou.

>>> Leia ainda: Brasil tem 588 vagas asseguradas para o Pan de Toronto. Confira o gráfico

O porta-voz do comitê organizador do Pan de Toronto 2015, Teddy Katz, disse que a entidade “compreende as dúvidas e preocupações que alguns moradores têm sobre a forma como os Jogos irão afetá-los. Mas o fechamento do Corktown Common Park é necessário como parte dos preparativos de segurança para a Vila dos Atletas, semelhante ao que acontece com outras competições multiesportivas”. Ele completou dizendo que farão de tudo para abrir o parque mais rapidamente.

Todos falam em engajamento da população de uma cidade que recebe um grande evento esportivo, como é o caso do Pan, mas se esquecem de que há uma cidade que tem a sua rotina e que alguns sacrifícios podem ser encarados como excessivos ou sem propósito. Talvez o pequeno exemplo do Corktown Common Park ajude a explicar porque tantos ingressos ainda estão encalhados para Toronto 2015.



MaisRecentes

Saída de Nuzman já repercute positivamente dentro das confederações



Continue Lendo

Basquete masculino brasileiro bebe na fonte certa para tentar se reerguer da crise



Continue Lendo

O calote do Comitê Rio-2016 é uma vergonha que ficará para sempre



Continue Lendo