Fala, Ênio Vecchi!



“É um trabalho que exige paciência, a gente sabe que não vem do dia para a noite. O Brasil é um celeiro de grandes jogadoras. Tem que ter paciência: às vezes, o resultado não é bom, mas o trabalho é excelente e vice-versa. Vamos plantar a semente mantendo o que está bom”

Ênio Vecchi, em reportagem publicada no iG Esporte, já preparando os fãs do basquete brasileiro para os novos (e duros) tempos que virão daqui para frente.



  • Anônimo

    Quem é você Marcelo Laguna..pelo que vi, vc é um baita corneteiro. Deve ser um frustrado no que faz que adora criticar por criticar. Se vc já atuou no basquete, o que duvido muito, deve ter sido um fracassado. Vai fazer um tratamento psiquiárico e curar suas frustrações e deixa quem milita no basquete trabalhar.

  • Você, que um (ou uma)convarde, que se esconde atrás do teclado de um computador, o que fez pelo basquete brasileiro? Provavelmente nada, também, do contrário não seria covarde em escrever de forma anônima. Jornalista tem o direito de criticar o que acha errado. Já você, não sei atendendo a quais interesses perde tempo em escrever de forma anônima. Se liga, covardão (ou covardona)!

MaisRecentes

Comissão de Atletas precisar ir além das cartas para buscar seu espaço no COB



Continue Lendo

Do que têm tanto medo os cartolas olímpicos brasileiros?



Continue Lendo

Georgia Dome é demolido e uma parte da história olímpica vai embora com ele



Continue Lendo