E os papagaios de pirata conseguiram dar o ar da graça o triunfo de Cielo



A única coisa desagradável na conquista de Cesar Cielo nos 50m livre deste sábado foi ver a presença de Coaracy Nunes, presidente da CBDA, na cerimônia de premiação, entregando a medalha de ouro ao nadador brasileiro.

Justamente o mesmo Coaracy que há um ano, telefonou para Cielo nos EUA, exigindo sua presença numa cerimônia beija-mão da equipe brasileira com o Presidente Lula, antes dos Jogos Olímpicos de Pequim, e que diante da negativa do nadador (que teria uma competição importante nos EUA no mesmo dia), avisou que cortaria a ajuda de custo do patrocinador da entidade (os Correios).

Pois foi este mesmo papagaio de pirata que surgiu diante das câmaras do mundo inteiro premiando Cesar Cielo, cujos méritos por seus feitos são exclusivamente dele.

A cara-de-pau não tem mesmo limites.


MaisRecentes

‘Seleção feminina chegará muito forte para Tóquio-2020’, afirma dirigente do rúgbi



Continue Lendo

Entenda como foi a bizarra mudança no nome da Federação Mundial de taekwondo



Continue Lendo