Escândalo do doping deve deixar a Rússia fora do Mundial de atletismo



Dizem que não há mal que sempre dure. Este ditado, contudo não se aplica ao atletismo da Rússia. Nesta segunda-feira, a Iaaf (Associação das Federações Internacionais de Atletismo) anunciou que não revogará a suspensão imposta em 2016 e que afastou os russos da Olimpíada Rio-2016. Reunido em Monaco, o conselho da entidade resolveu manter a pena até o mês de novembro. Ou seja, a menos que ocorra uma reviravolta, sem tempo hábil para que os russos disputem o Campeonato Mundial marcado para Londres, no mês de agosto.

A principal justificativa para a Iaaf não revogar a suspensão é que a Rusada, a agência de combate ao doping da Rússia, não foi reintegrada à Wada (Agência Mundial Antidoping). A reintegração só poderia ocorrer em maio (de forma parcial) e em novembro (de forma total).

Durante uma entrevista coletiva ocorrida nesta segunda-feira (6), o chefe da força-tarefa da Iaaf, Rune Andersen, disse que a Rússia precisa aceitar de forma convincente e reconhecer todas as evidências apontadas pelo Relatório McLaren, divulgado no ano passado. O presidente da Iaaf, Sebastian Coe, lembrou que os russos poderão competir como atletas neutros no Mundial de Londres.

O documento, feito por uma comissão independente da Wada, chefiada pelo professor Richard McLaren, apontou a existência de um complexo programa  de acobertamento de doping. Inclusive com envolvimento das autoridades esportivas do país e possivelmente integrantes do governo russo.

Difícil não imaginar que os seguidos anúncios de casos de atletas russos flagrados com substâncias proibidas nas novas análises dos exames das Olimpíadas de Pequim-2008 e Londres-2012, não tenham também influenciado os rumos das decisões do conselho da Iaaf.

VEJA TAMBÉM:

Qual o tamanho do doping da Rússia? 
Confissão de Sharapova só comprova descaso da Rússia no combate ao doping 
Atletismo na Rio-2016 não ficará menor sem a Rússia 
Sebastian Coe precisa tirar os esqueletos do armário do atletismo 
O calendário 2017 do esporte olímpico 



MaisRecentes

Comissão de Atletas precisar ir além das cartas para buscar seu espaço no COB



Continue Lendo

Do que têm tanto medo os cartolas olímpicos brasileiros?



Continue Lendo

Georgia Dome é demolido e uma parte da história olímpica vai embora com ele



Continue Lendo