Cabo de guerra, caratê, sumô e xadrez também querem vaga em Tóquio 2020



logo_Toquio 2020

Foi definida nesta sexta-feira a lista de modalidades que desejam entrar no programa esportivo dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A opção para a inclusão de uma ou mais modalidades faz parte do pacotão proposto pelo COI (Comitê Olímpico Internacional), no final do ano passado, como uma forma de tentar modernizar as Olimpíadas e atrair mais interessados em organizar o mega-evento.

A lista divulgada pelo comitê organizador dos Jogos de 2020 contém 26 federações internacionais que manifestaram o interesse de entrar no programa esportivo. O favoritismo declarado é da dupla beisebol/softbol, esportes muito populares no Japão e que estão fora das Olimpíadas desde Pequim 2008. É praticamente certo que as duas modalidades sejam incluídas.

Já entre os demais candidatos, é possível encontrar de tudo. Desde o cabo de guerra, que já foi esporte olímpico entre Paris 1900 e Antuérpia 1920, passando pelo sumô, que também é muito popular no Japão, caratê (outra arte marcial que tenta virar esporte olímpico há anos) e xadrez, a diversidade de modalidades é enorme. Mas o próprio comitê organizador pondera que há esportes com poucas chances de sucesso.

>>> Veja também: Cartolas do COI dão sinal verde para beisebol voltar às Olimpíadas em 2020

“Há esportes na lista que são desconhecidos ou pouco praticados no Japão e precisaríamos construir instalações para eles, mas não podemos gastar dinheiro com isso”, afirmou Yoshiro Mori, chefe do comitê organizador de Tóquio 2020. Segundo ele, a única orientação passada pelo presidente do COI, Thomas Bach, é que deveriam ser incluídos esportes com forte apelo entre os jovens.

No próximo dia 22, uma lista final de modalidades selecionadas será divulgada e a partir daí, elas precisarão fornecer diversos detalhes e informações ao comitê organizador. No início de agosto, as federações selecionadas farão uma apresentação em Tóquio e no final de setembro, o comitê organizador dos Jogos enviará um relatório final para o COI, com suas avaliações. A decisão de quais serão os novos esportes olímpicos em 2020 sairá apenas na 129ª Sessão do COI, que ocorrerá durante os Jogos do Rio 2016.

 



MaisRecentes

O calote do Comitê Rio-2016 é uma vergonha que ficará para sempre



Continue Lendo

COI volta a se preocupar com os custos dos Jogos de inverno. Mas os de 2026



Continue Lendo

Pole dance, poker e pebolim (ou totó): mais novidades no programa olímpico?



Continue Lendo