Brasileira medalhista no Mundial de taekwondo está perto da vaga em 2016



Iris Tang Sing (à esquerda) acerta golpe em adversária durante o primeiro dia de disputas do Mundial de Taekwondo

Iris Tang Sing (à esquerda) acerta golpe em adversária durante o primeiro dia de disputas do Mundial de Taekwondo

A vitória suada diante da chinesa Zhayoi Li, assegurada apenas nos segundos finais da luta, deu à carioca Iris Tang Sing a vaga nas semifinais do Campeonato Mundial de taekwondo, que começou nesta terça-feira em Chelyabinsk (Rússia). Por tabela, deu ao Brasil também sua primeira medalha na competição, pois mesmo que perca seu combate para Panipak Wongpattanakit, da Tailândia, nesta quarta-feira, já terá conquistada pelo menos a medalha de bronze, na categoria até 46 kg.

Mas o foco da lutadora carioca, de 24 anos, está também voltado para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Para isso, ela precisa encerrar a temporada de 2015 entre as seis primeiras colocadas do ranking olímpico da WTK (Federação Mundial de Taekwondo), na categoria até 49 kg (olímpica) e assim dar ao Brasil mais uma vaga para o ano que vem. Atualmente, Iris ocupa a nona colocação e está a menos de seis pontos da tailandesa Chanatip Sonkham, que ocupa a sexta posição, limite para assegurar mais uma vaga olímpica.

Como país sede, o Brasil tem quatro vagas garantidas nos Jogos do Rio, duas na chave masculina e outras duas na feminina. Mas uma delas já foi definida pela CBTKD (Confederação Brasileira de Taekwondo), para a categoria pesado masculina (acima de 80 kg), justamente a que pode ter a presença de Anderson Siilva, astro do UFC que está suspenso por doping e já manifestou interesse em disputar as seletivas nacionais.



MaisRecentes

Se revogar a suspensão da Rússia, o COI perderá o respeito no combate ao doping



Continue Lendo

As falhas de Isadora Williams não diminuem sua grandeza em PyeongChang



Continue Lendo

Campeã olímpica Rafaela Silva sofre racismo da PM no Rio de Janeiro



Continue Lendo