Brasil Olímpico (6)



Ginasta Daiane dos Santos é pega em exame antidoping

Resultado do teste foi divulgado nesta sexta-feira (30) pela Federação Internacional de Ginástica

Denise Miras, do R7, com informações do Núcleo Olímpico da Record

A ginasta brasileira Daiane dos Santos, de 26 anos, foi pega no exame antidoping realizado em julho deste ano. Mesmo fora de competições desde a Olimpíada de Pequim-2008 e em recuperação de cirurgia no joelho direito em outubro, Daiane passou por teste a pedido da FIG (Federação Internacional de Ginástica) e o resultado, divulgado nesta sexta-feira (30), foi positivo.

Notificada, Daiane tem prazo até o dia 13 de novembro para apresentar justificativas para o uso do diurético Furosemida (substância encontrada), comprovado na amostra de urina. A substância é usada no meio esportivo para mascarar doping. Há casos de uso por esportistas que precisam perder peso. De toda forma, está na lista das drogas proibidas pela Wada (Agência Mundial Antidoping).

Depois do julgamento dos atletas, se há condenação a pena de suspensão normalmente aplicada é de dois anos. O único caso relatado no site da FIG é de Chiu Shih-hui, de Taipé, com teste de 3 de novembro do ano passado. Depois de todos os procedimentos, a decisão foi divulgada em 13 de julho, quase oito meses depois da realização do exame.

Por enquanto, nem Daiane nem o Esporte Clube Pinheiros têm qualquer posição oficial sobre o assunto, porque dizem não ter sido comunicados de nada, de acordo com a assessoria de imprensa do clube. Daiane segue treinando inclusive se prepara para competir em 2010 e chegar à Olimpíada-2012.

A “má notícia” por parte da FIG teria chegado ao conhecimento de membros da delegação brasileira que esteve em Copenhague, Dinamarca, pouco depois da eleição do Rio de Janeiro para a Olimpíada-2016. A FIG teria informado que notificou a atleta diretamente no início deste mês. Suspensa previamente, a defesa já estaria sendo preparada pelo Pinheiros. A CBGin (Confederação Brasileira de Ginástica) não teria recebido comunicado da FIG, pelo menos por enquanto.

Daiane está na lista da FIG de 2009 dos atletas que seriam testados. Da ginástica artística, constam Diego e Daniele Hypólito, Jade Barbosa e Daiane dos Santos. O teste de Daiane foi feito em julho, por representante da sueca IDTM (International Doping Tests & Management).

A Wada abre exceções para atletas registrarem medicamentos que estejam usando por razões de saúde ou problemas físicos. Mas tudo precisa ser relatado, inclusive declarados os períodos de utilização. Em seu site, a Wada também diz claramente que é “o atleta de alto nível” que precisa informar oficialmente os medicamentos e razões que esteja usando à Federação Internacional de seu esporte. Os atletas de nível nacional se reportam à respectiva organização antidoping do país. Essa justificativa é avaliada pelo UTEC (Therapeutic Use Exemption Committee), da Wada.

Oficialmente não há respostas se um documento – por escrito – foi enviado por Daiane dos Santos ou pelo clube, comunicando que está sem competir, à FPG (Federação Paulista de Ginástica), ou à CBGin.



MaisRecentes

Qual sua dupla de mascotes preferida para os Jogos de Tóquio-2020?



Continue Lendo

Eliminação no Mundial precisa servir de aprendizado para o handebol do Brasil



Continue Lendo

Após modernizar estatuto, confederações concorrem a prêmio de governança



Continue Lendo