Brasil estreia em mundiais de badminton e wrestling nesta segunda



Nesta segunda-feira (21), o Brasil inicia sua participação em mais uma sequência de mundiais de esportes olímpicos, neste início de ciclo para Tóquio-2020. Em Glasgow (Escócia), começa o de badminton, enquanto que em Paris será dada a largada para o Mundial de wrestling, no Brasil chamada de luta olímpica até 2016.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog Laguna Olímpico no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Clique e siga 

Com pouco dinheiro em caixa, a CBBd (Confederação Brasileira de Badminton) não iria enviar representantes para o Mundial. Graças a seu patrocinador pessoal (Nissan), Ygor Coelho, melhor jogador do país e 38º colocado no ranking da BWF (Federação Mundial de Badminton) será o único brasileiro inscrito na chave de simples.

Nesta segunda-feira, ele fará sua estreia diante do dinamarquês Marius Myrhe, 125º no ranking mundial, a partir das 11h40 (horário de Brasília). Os dois só se enfrentaram uma única vez até hoje, em 2015, no Aberto dos Estados Unidos. Na ocasião, o brasileiro venceu por 2 sets a 1.

Dupla estreia na greco-romana

A falta de dinheiro também foi um obstáculo a mais para a seleção brasileira de wrestling chegar ao Mundial de Paris. Uma equipe de sete lutadores (quatro mulheres e três homens) só conseguiu viajar por causa de ajuda financeira do COB. Sem ter conseguido renovar seu patrocínio com a Caixa Econômica Federal, a CBW (Confederação Brasileira de Wrestling) precisou recorrer ao comitê olímpico para levar a delegação. O caso de Laís Nunes, na categoria até 63 kg, foi ainda pior: ela bancou a passagem do próprio bolso, enquanto a CBW pagará sua estadia na França.

Nesta segunda-feira, dois brasileiros começarão a lutar bem cedo. A partir das 5 (horário de Brasília), no estilo greco-romano, pela categoria 71 kg, Joilson Junior fará sua estreia diante de Nikita Masjuks (Letônia), na qualificação. Já pela categoria 75 kg, Angelo Moreira irá pegar Hyeonwoo Kim, da Coreia do Sul, pela primeira rodada.

VEJA TAMBÉM:

+  Mundiais seguem agitando agosto 
Adeus de Bolt, poucos recordes e novas caras: o balaço do Mundial de atletismo 
Com medalhistas e estreantes, Brasil define equipe para o Mundial de judô



MaisRecentes

Georgia Dome é demolido e uma parte da história olímpica vai embora com ele



Continue Lendo

Esportes de PyeongChang-2018: combinado nórdico



Continue Lendo