Brasil estréia no Mundial de Handebol brigando para fugir da lanterna












Desfalcado de sua principal estrela, o armador Bruno Souza (que pediu dispensa por problemas particulares), com apenas quatro integrantes da equipe que disputou as Olimpíadas de Pequim e com um técnico-tampão (Washington Rodrigues, no lugar do espanhol Jordi Ribera), o Brasil inicia neste sábado sua participação no 21º Campeonato Mundial masculino de handebol, que será disputado na Croácia. E o único objetivo é fugir da lanterna.

Sem medo de errar, se for feita uma comparação com o futebol, o Brasil é uma Jamaica no mundo do handebol. Uma equipe que é forte no continente sul-americano, mas que fora dele não é páreo para as grandes potências do planeta, como Alemanha (atual campeã), Polônia, Dinamarca, Noruega, entre outros. No último Mundial, a seleção brasileira terminou em 19º lugar, entre 24 participantes.

O Brasil integra o Grupo D da competição, ao lado de Dinamarca, Noruega, Egito, Sérvia e Arábia Saudita. A estréia neste sábado será contra a Dinamarca, às 16h15 (horário de Brasília).

Confira aqui a tabela do Mundial masculino de handebol, cuja abertura oficial será nesta sexta-feira, com a partida entre Croácia e Coréia do Sul.



MaisRecentes

Se revogar a suspensão da Rússia, o COI perderá o respeito no combate ao doping



Continue Lendo

As falhas de Isadora Williams não diminuem sua grandeza em PyeongChang



Continue Lendo

Campeã olímpica Rafaela Silva sofre racismo da PM no Rio de Janeiro



Continue Lendo