De olho no Mundial, Brasil define equipe para o Pan de judô



Sarah Menezes foi convocada para a categoria 52 kg do Pan-Americano de judô (Crédito: Marcelo Pereira/COB)

Nesta quinta-feira (11), a CBJ (Confederação Brasileira de Judô) definiu as equipes para duas competições que definirão o time que vai ao Campeonato Mundial de Tóquio, a partir de 25 de agosto. Como explicou o gestor de Alto Rendimento da entidade, Ney Wilson, em entrevista ao blog há cerca de um mês, o Mundial é principal objetivo do judô brasileiro nesta temporada.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog Laguna Olímpico no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Clique e siga

Por ser uma das competições que mais dá pontos no ranking que definirá os classificados para a Olimpíada de 2020, o Mundial tem todo este peso no planejamento da CBJ. Além disso, o torneio também servirá de evento-teste dos Jogos de Tóquio, aumentando ainda mais sua importância.

A lista divulgada neta quinta-feira definiu as escalações para dois torneios. O primeiro será o Campeonato Pan-Americano de judô, que acontecerá em Lima (PER), entre 26 e 28 deste mês. A competição também classificatória para os Jogos Pan-Americanos, que estão marcados para o final de julho.

O Pan-Americano da modalidade também dá pontos para o ranking olímpico e por isso, a CBJ escalou força máxima nesta competição.

Também foi divulgada a lista de convocados para o Grand Slam de Baku (AZE), que também é um dos torneios que distribuem a maior quantidade de pontos no ranking.

Confira as duas seleções convocadas pela CBJ

Pan-Americano de Lima (PER)

Feminino

  • Nathália Brígida (48 kg)
  • Larissa Pimenta e Sarah Menezes (52 kg)
  • Rafaela Silva (57 kg)
  • Aléxia Castilhos (63 kg)
  • Maria Portela (70 kg)
  • Mayra Aguiar (78 kg)
  • Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza (+78 kg)

Masculino

  • Eric Takabatake (60 kg)
  • Daniel Cargnin (66 kg)
  • David Lima e Lincoln Neves (73 kg)
  • Eduardo Yudy Santos (81 kg)
  • Rafael Macedo (90 kg)
  • Leonardo Gonçalves (100 kg)
  • David Moura e Rafael Silva “Baby” (+100 kg).

Grand Slam de Baku (AZE)

Feminino

  • Nathália Brígida e Gabriela Chibana (48 kg)
  • Larissa Pimenta e Eleudis Valentim (52 kg)
  • Rafaela Silva (57 kg)
  • Ketleyn Quadros (63 kg)
  • Ellen Santana (70 kg)
  • Mayra Aguiar (78 kg)
  • Maria Suelen Altheman (+78 kg)

Masculino

  • Phelipe Pelim e Felipe Kitadai (60 kg)
  • Daniel Cargnin e Charles Chibana (66 kg)
  • David Lima e Marcelo Contini (73 kg)
  • Eduardo Yudy Santos (81 kg)
  • Rafael Macedo (90 kg)
  • Rafael Buzacarini (100 kg)

 

VEJA TAMBÉM:

Judô brasileiro inicia 2019 com alerta ligado 
‘Chegaremos mais confiantes para Tóquio-2020’, diz Ney Wilson 
A importância de Èrika Miranda para o judô feminino brasileiro 
Com taekwondo, Brasil já tem 335 atletas classificados para o Pan de Lima