Basquete: seleção feminina começa preparação para o Pré-Olímpico Mundial



Antes que alguém pense que este blogueiro perdeu o juízo, em virtude do título deste post: é claro que eu sei que esta noite, a partir das 20h, a seleção feminina de basquete fará sua estréia no Pré-Olímpico das Américas, diante da Argentina. Será também a estréia do competente Paulo Bassul no comando do time nacional, sucedendo Antonio Carlos Barbosa, que já se segurava no cargo há 10 anos. E sei também que a única vaga em disputa para os Jogos Olímpicos de Pequim ficará com o forte time dos EUA.

Longe de ser uma espécie de Mãe Dinah, é fácil explicar o prognóstico. Como foi derrotado na semifinal do Mundial de São Paulo para a Rússia, as americanas perderam a chance de ficar com a vaga do campeão (a Austrália foi quem levou). Com isso, o time virá com força máxima para o Pré-Olímpico, entre elas as estrelas Sue Bird, Tina Thompson e Diana Taurasi.

Já o Brasil entra na competição com a obrigação de chegar ao menos na semifinal e assim assegurar a classificação para o Pré-Olímpico Mundial de 2008, ainda sem sede definida, que classificará cinco países para Pequim. Será, portanto, a oportunidade para Bassul reorganizar a equipe brasileira, que terá como estrela solitária a ala Iziane. As demais titulares, ao menos para o jogo contra a Argentina, devem ser Claudinha, Micaela, Ega e Grazi.



MaisRecentes

Saiba porquê o levantamento de peso corre risco de ser cortado das Olimpíadas



Continue Lendo

Ciclistas olímpicos brasileiros participam de festival em São Paulo



Continue Lendo

Festa para Paris-2024 e LA-2028 é justa, mas não resolve os problemas do COI



Continue Lendo