As participações do Brasil na história do Mundial masculino de handebol



O ponta Renato Tupan, da seleção brasileiro/Crédito: PhotoeGrafia

Começa nesta quinta-feira, com um jogo isolado entre Suécia e Chile, o 22º Campeonato Mundial masculino de handebol, que será realizado na Suécia, até o próximo dia 30. A competição, que reúne 24 seleções, divididas em quatro grupos de seis equipes, terá a participação do Brasil, que só fará sua estreia na sexta-feira, diante da Áustria.

Esta será a 10ª participação da seleção brasileira no Mundial e o currículo está muito longe de ser brilhante. A melhor colocação do Brasil ocorreu em 1999, no Egito, quando a equipe chegou até às oitavas de final, terminando em 16º lugar. Foi neste ano, inclusive, que a seleção conseguiu suas duas primeiras vitórias na história do torneio. No último Mundial, realizado na Croácia, o Brasil ficou somente em 21º lugar.

Confira abaixo a história da participação brasileira nos Mundiais masculinos de handebol:

1958 (Alemanha Oriental) – eliminado na primeira fase: 3 jogos/ 3 derrotas
1995 (Islândia) – eliminado na primeira fase: 5 jogos/5 derrotas
1997 (Japão) – eliminado na primeira fase: 5 jogos/ 5 derrotas
1999 (Egito) – 16º colocado (oitavas de final): 6 jogos/ 2 vitórias/ 4 derrotas
2001 (França) – 19º lugar (eliminado na primeira fase): 5 jogos/1 vitória/ 4 derrotas
2003 (Portugal) – 22º lugar (eliminado na primeira fase): 5 jogos/ 1 empate/ 4 derrotas
2005 (Tunísia) – 19º lugar (eliminado na primeira fase): 5 jogos/1 vitória/ 4 derrotas
2007 (Alemanha) – 19º lugar: 6 jogos/ 3 vitórias/ 3 derrotas
2009 (Croácia) – 21º lugar: 9 jogos/ 3 vitórias/ 6 derrotas



MaisRecentes

Robert Scheidt desiste de Tóquio-2020 por família e falta de resultados



Continue Lendo

Cartola projeta recorde de 30 ouros para o Japão nos Jogos de Tóquio-2020



Continue Lendo