Aberto do Brasil vale por Hugo Calderano



O paulistano que vibrou com a ótima campanha de Hugo Calderano no tênis de mesa da Olimpíada Rio-2016 terá a oportunidade de ver o jovem mesa-tenista de perto nesta semana. Sim, Calderano, atual 22º do ranking mundial da ITTF (Federação Internacional de Tênis de Mesa) é a maior atração do Aberto do Brasil. O torneio, da série challenger, será disputado no Centro Paralímpico Brasileiro, localizado ao lado da Rodovia dos Imigrantes, Zona Sul da Capital paulista. O torneio começa nesta quarta-feira e se encerra no domingo. A entrada ao público será gratuita.

Nono colocado nos Jogos Olímpicos, Calderano é a maior revelação do tênis de mesa brasileiro em muitos anos. Nesta temporada,ele busca alcançar um feito inédito, o de ser o melhor do país no ranking da ITTF. A melhor posição alcançada por um brasileiro até hoje foi um 16º lugar, obtido por Ivan Severo, em 1957. Mas com exceção da presença de Calderano, o torcedor que for até o Centro Paralímpico terá como principal motivação apenas conhecer um pouco mais da modalidade mesmo.

Sem contar com nenhuma grande estrela da modalidade, o Aberto do Brasil conta com a participação de 86 atletas representando oito países: além dos brasileiros, haverá jogadores da Bulgária, Chile, França, Alemanha, Índia, Romênia e Eslováquia. Enquanto que no masculino o melhor ranqueado é Hugo Calderano (22º), entre as mulheres a principal cabeça-de-chave é a romena Bernadette Szocs (57ª).

Além de contar pontos para o ranking mundial, o torneio distribuirá uma premiação total de US$ 35 mil (R$ 110,3 mil). Os campeões das chaves individuais feminino e masculino receberão cada um US$ 4.000 (R$ 12,6 mil).

Pelo Brasil, além de Hugo Calderano, os destaques individuais são Gustavo Tsuboi (104º), Gui Lin (127ª) e Carolina Kumahara (atualmente sem ranking), que vem de título no individual do Aberto do Chile, disputado na última semana.

A programação do Aberto do Brasil de tênis de mesa é a seguinte:

3/5 – Qualificação (masculino e feminino)
4/5 – Qualificação (masculino e feminino)
5/5 – Duplas masculina (fase de grupos e 4ª de final); duplas feminina (4ª de final); Simples masculina (primeira rodada)
6/5 – Simples feminina (4ª de final e semifinal); Simples masculina (4ª de final e semifinal); Duplas feminina (semifinal); Duplas masculina (semifinal)
7/5 – Duplas feminina (final); Duplas masculina (final); Simples feminina (final); Simples masculina (final)

VEJA TAMBÉM:

Novo ranking motiva Hugo Calderano a buscar marca inédita 
Hugo Calderano perto de superar marca que já dura 60 anos 
Hugo Calderano, anotem esse nome

 



MaisRecentes

Isaquias Queiroz vai aumentar sua coleção de medalhas no Mundial de canoagem?



Continue Lendo

Brasil estreia em mundiais de badminton e wrestling nesta segunda



Continue Lendo