A prata de Leandro Guilheiro e o prêmio para a persistência



Leandro Guilheiro exibe a medalha de bronze conquistada nas Olimpíadas de Pequim

“Não só eu, mas todo mundo me cobrava uma medalha em campeonatos mundiais. Já tive resultado em tudo o que é evento e faltava essa.” Definitivamente, Leandro Guilheiro merecia há tempos um resultado como esta medalha de prata conquistada nesta sexta-feira, na categoria até 81kg.

Mesmo tendo sido duas vezes medalhista olímpico, o que não é pouca coisa – bronze em Atenas-04 e Pequim-08 -, Guilheiro ainda estava em débito em Mundiais. Havia batido na trave em duas ocasiões. Embora a sonhada medalha tenha chegado, no fundo ele esperava alcançar um resultado ainda melhor.

“Num dia em que eu fiz sete lutas, é triste ter morrido na praia. Queria o ouro. Estou chateado, mas com o passar do tempo vou ver que essa medalha é uma conquista realmente importante e que coroou uma boa temporada”, completou.



MaisRecentes

Se revogar a suspensão da Rússia, o COI perderá o respeito no combate ao doping



Continue Lendo

As falhas de Isadora Williams não diminuem sua grandeza em PyeongChang



Continue Lendo

Campeã olímpica Rafaela Silva sofre racismo da PM no Rio de Janeiro



Continue Lendo