SCOLARIZANDO - BLOG JL PORTELLA

SCOLARIZANDO



Até que Scolari deu entrevista razoável e serena depois do confronto com o Corinthians. Mas aquele – “Com sal ou açúcar?”-não pegou bem.

Scolari aparenta estar mais ameno diante dos infortúnios, das derrotas e vitórias. A idade parece tê-lo convencido que não pode ter razão em tudo e viver colocando a culpa nos outros. Está mais em paz consigo mesmo.

Porém, o que ainda não logrou é estar em paz com o que o contraria. E vive voltado para dentro. Constrói uma “família”, com todas as virtudes e vícios que significam “fechar um grupo”, e não se conecta com o redor. O sarcasmo e a mania de ministrar lições de comportamento, sempre olhando só para o próprio umbigo, o fazem pouco agregador. A defesa incontinenti dos “familiares”, elidindo os respectivos erros, o retira do caminho da criação de ambiente edificante e agradável, propício para enfrentar desafios como o Palmeiras vive no momento.

A serenidade demonstrada na entrevista contrasta radicalmente com a postura “Com sal ou açúcar?”.

E na questão prática, Scolari permanece a não decifrar o que está se passando no jogo e a substituir com equívoco e debilidade. Se tratar o futebol e seu ambiente com a mesma compreensão que cuidou de Joel Santana, pode avançar bastante. Ele é campeão do mundo.

A humildade não lhe cairia mal. Precisa ouvir mais quem não o adula.

Comments

comments



MaisRecentes

ERA UMA VEZ… – UMA “BARRIGA” COLETIVA



Continue Lendo

VERDADEIRA GRANDEZA



Continue Lendo

DANIEL ALVES – ESTREIA FELIZ E CEARÁ PREJUDICADO



Continue Lendo