SÃO PAULO - PERDENDO O ÍMPETO - AONDE VAI? - BLOG JL PORTELLA

SÃO PAULO – PERDENDO O ÍMPETO – AONDE VAI?



São Paulo e Grêmio foi um jogo fraquíssimo. Chato, arrastado, muitos erros de passe, sobretudo do Grêmio, OxO, merecido para o espetáculo. Não para a torcida, que compareceu em massa, apoiou, tentou.
Passou aquela febre exortativa sobre Daniel Alves e Juanfran. Este, foi o responsável pela derrota mais sentida do Atlético de Madri para o Real, na final mais importante que disputaram. Juanfran é “bem mais ou menos”, comum, perde tônus e vitalidade com o andamento da partida, já há muito tempo, e não apoia de forma hábil nem criativa. É um jogador comum com passaporte estrangeiro.

Já Daniel Alves tem habilidade, boa técnica, raça, personalidade, apesar dos trejeitos para cantar hino e a mania de não suportar críticas, confundindo análises sobre a Seleção, com patriotismo e obrigação de apoiar o time. Mas, tem qualidades. Ocorre, que a idade e o vício de não marcar bem, o tornam, quando devidamente acompanhado pelo adversário, em resultado significativamente inferior à exaltação nativa que lhe foi feita com base na estreia. E que seguiu no jogo contra o Ceará, onde o Tricolor ganhou apertado, escapando de pênalti claro feito pelo goleiro que mereceria ser expulso, e,  consequentemente, mudaria o cenário.
Daniel Alves voltou ao real. Não é o astro suscitado por boa parte da crítica, sempre desejosa de criar um “ídolo para amar” e se contrapor aos vilões de sempre. Uma coisa não implica a outra, necessariamente.
Cuca não foi bem na orientação ao time, tanto neste jogo como contra o Vasco, onde tomou um baile de Luxemburgo. Cuca voltou a incidir nos mesmos erros que cometeu no Palmeiras. Porém, é bom técnico, pode se recuperar.
O São Paulo precisa decidir se vai querer disputar o título ou se contentar com o acesso à Libertadores. A forma como jogou e o ânimo da maioria, excluindo Daniel Alves e outros poucos, conduz para a segunda opção.

Comments

comments



MaisRecentes

O CAMPEONATO E A SÍNDROME DO CHUVEIRO



Continue Lendo



Continue Lendo

CENI DESCOBRIU A REALIDADE



Continue Lendo