UEFA Champions League, um caso de sucesso - incentivando_esportes

UEFA Champions League, um caso de sucesso



Texto de César Latanze

A UEFA Champions League é a maior competição de clubes do mundo. Seu êxito ao redor do planeta é inegável e praticamente inalcançável. Mas por que é tão fácil afirmar isso? Quais os fatores que levaram a todo este prestígio?

Primeiro é preciso olhar para o formato do torneio. Com 32 equipes divididas em oito grupos, o sistema de disputa é muito semelhante ao realizado pela Copa do Mundo, ao não ser pelos jogos da fase de grupos, que são em turno e returno. Este método mescla uma pequena fase de pontos corridos e mata-mata, o que faz com que praticamente todo jogo seja decisivo e repleto de emoção.

Depois é preciso analisar as equipes participantes. A UEFA trabalha com um sistema de coeficiente de desempenho para as ligas, e não somente para os clubes. Isso quer dizer que um campeonato nacional forte faz com que mais equipes daquele país tenham vagas diretas, consequentemente a Champions League seleciona os melhores times no momento. Além disso, a competição conta com equipes tradicionais do cenário europeu, que quase sempre conseguem garantir seu lugar na disputa.

Por fim, os jogadores, eles são os grandes astros de tudo. Repleto de craques renomados, o torneio conta com os melhores de todo o mundo. Atletas que são verdadeiras marcas e que por si próprios já atraem milhões de fãs.

Estes são fatores do campo, relacionados ao jogo dentro das quatro linhas. Agora, é preciso olhar para fora, e ver como a UEFA trabalha a valorização do torneio. A Champions League tem sua identidade visual extremamente explorada, seja através da sua logomarca ou do seu popular hino de abertura, ela sabe se fazer presente e reconhecida em todos os cantos do universo do futebol.

Outro ponto é o seu relacionamento com as suas marcas patrocinadoras. É comum vermos produtos licenciados com os símbolos que remetem ao torneio, e não aos clubes. Este licenciamento não se restringe a materiais de futebol, mas está presente em diversos segmentos, como alimentos, bebidas, produtos de higiene e até carro.

Todos estes fatores têm seu grau de importância, mas o maior deles está relacionado aos direitos de transmissão. A UEFA negocia com emissoras de televisão de praticamente todos os países do mundo, garantindo a cobertura mundial do seu principal torneio. Desta forma, ela garante audiência global, arrecadação recorde a cada ano – em 2019 foram pagos mais de 2 bilhões de euros em premiações – e o interesse dos fãs só aumenta.

César Latanze é especialista em marketing esportivo e colunista da Incentivando Esportes

Siga as nossas redes sociais no Facebook /IncentivandoEsportes e Instagram @IncentivandoEsportes

Foto: Reprodução Facebook @championsleague

Comments

comments



Cancelar Resposta

MaisRecentes

Futebol Feminino vale a pena?



Continue Lendo

Zona de conforto



Continue Lendo

Outro Mogi Mirim



Continue Lendo