Caso Wellington: erro do jogador e show de hipocrisia por parte da mídia esportiva



wellington
Um dos assuntos que monopolizaram a segunda-feira foi o ‘caso Wellington’. O volante do São Paulo foi flagrado dando uma declaração infeliz citando os corintianos de forma preconceituosa. Wellington errou? Claro que sim. Ele pisou na bola? Com toda a certeza. Merece um puxão de orelhas? Idem. Precisa pedir desculpas? Sim (tanto que já o fez).

Pois bem, dito tudo isso, vamos à continuação desse episódio. Ao querer fazer tempestade em copo d’água, vimos um FESTIVAL DE HIPOCRISIA por boa parte da mídia esportiva. Muita gente praticou aquilo que é rotina no brasileiro em geral. No privado, uma coisa. No público, outra.  Afinal, deixemos de ser hipócritas. Desde que o mundo é mundo esse politicamente incorreto sempre existiu entre as torcidas e as pessoas. Rivais xingam os corintianos de favelados, rivais xingam os são-paulinos de gays, rivais xingam os flamenguistas de mulambentos, rivais xingam os tricolores de pó de arroz e por aí vai. Está errado? Claro que está errado! Devemos condenar? Sim. Mas tratando na medida certa!

OK, é óbvio que por ser uma pessoa pública, os jogadores precisam triplicar o auto-policiamento. É muito diferente um jogador falar algo do que um torcedor. A repercussão é infinitamente maior. Mas o triste é observar muita gente querer transformar uma situação maior do que ela realmente é puramente para dar ‘lição de moral’.

Os arautos da moralidade e “supercríticos” de Wellington são os mesmos que não movem uma palha quando Vampeta cita os rivais são-paulinos como ‘meninas’ ou ‘elas’, nem quando site oficial de um clube faz essas mesmas brincadeiras com os outros. São os mesmos que no privado fazem chacota dos rivais JUSTAMENTE com esses comentários preconceituosos.

Tudo isso tem apenas um nome: HIPOCRISIA!



  • Victor Costa

    É isso!

  • Adilson Freire

    e o pior : A Rádio Jovem Pan, outrora tão respeitada no meio jornalístico, atualmente abre espaço para o dependente químico e desequilibrado Vampeta expressar suas agressões e asneiras, fato que me levou a deixar de ouvi-la.

MaisRecentes

Nova chuteira de Neymar tem linha do tempo com datas históricas da carreira



Continue Lendo

A lembrança e a saudade de Waldir Peres



Continue Lendo

Espera de 18 anos e 74 Majors chegou ao fim para Sergio Garcia: título no Masters!



Continue Lendo