Por onde andam os últimos artilheiros da Copinha?



Carlinhos (Foto) foi o último artilheiro da Copinha. Foto; Band

 

A Copa São Paulo de Futebol Júnior é a grande oportunidade para garotos de diversas parte do Brasil na maior vitrine dos times de base do país.

Entretanto, mesmo com tamanha importância, brilhar na competição está longe de ser garantia de sucesso nos profissionais. Pelo menos é o que mostra o levantamento do blog Gol de Canela F.C. com base nos artilheiros da Copinha desde 2008. Dos 18 nomes que integram esta célebre lista, poucos jogam, ou têm contrato, em grandes equipes do cenário nacional ou internacional. Confira:

 

 

Copinha de 2008 – Tiago Luís (Santos), Rafael Martins (Grêmio) e Vinícius (Taboão da Serra-SP) – 8 gols cada

 

Tiago Luis


Teve passagens por diversos clubes do Brasil. Depois de sérios problemas com lesões, atualmente joga no Goiás.

 

Rafael Martins


Em 2009, foi contratado pelo Zaragoza, para jogar no time B. No ano seguinte, disputou o Campeonato Brasileiro pelo Gremio Prudente. Depois, passou por ABC e Chapecoense antes de retornar ao futebol europeu, onde permanece até hoje. Defende hoje o Vitória de Guimarães-POR

 

Vinícius


Depois da Copinha, foi contratado pelo Corinthians, mas nunca foi aproveitado. Passou por clubes como Poços de Caldas, Nacional-SP, Flamengo de Guarulhos, Icasa e Santo André. Atualmente está sem clube.

 

 

Copinha de 2009 – Bernardo (Cruzeiro) – 9 gols


Aos 27 anos e com um currículo com passagens por Vasco da Gama, Palmeiras e Santos, conheceu o desemprego em 2017, quando deixou o Botafogo-SP. Meses depois, chegou a se aventurar no Kuwait, mas sem grandes sucessos. Assinou com o Ipatinga para 2018.

 

 

Copinha de 2010 – Lucas Gaúcho (São Paulo) – 9 gols


Depois de rodar o mundo, o atacante Lucas Gaúcho, hoje com 26 anos, está em negociação com Jorge Wilstermann, da Bolívia, para a disputa da Copa Libertadores deste ano.

 

 

Copinha de 2011 – Delatorre (Desportivo Brasil) – 7 gols


Em 2011, Dellatorre foi contratado pelo Internacional. Depois passou por Porto, Atlético-PR, Queens Park Rangers e Suphanburi-TAI. Em 2018, o jogador se transferiu para o Apoel, que disputa a primeira divisão do Chipre. Ele assinou contrato até maio de 2020.

 

 

Copinha de 2012 – Valdívia (Rondonópolis) – 8 gols


Depois da Copinha, foi contratado pelo Internacional. Tem contrato com o clube gaúcho até 2020, mas segue emprestado ao Atlético Mineiro até o meio desta temporada.

 

 

 

Copinha de 2013 – Caio Dantas (Audax-SP), Diego Ceará (Mogi Mirim) e Erik (Goiás) – 8 gols cada

 

Caio Dantas


Caio Dantas vem acumulando diversas passagens pelo futebol paulista (entre eles o Red Bull Brasil) e mineiro. Em 2018, o atacante defenderá o Botafogo de Ribeirão Preto.

 

Diego Ceará


Diego Ceará, hoje com 24 anos, já passou por diversos clubes do Brasil como Juazeirense, Olímpia-SP, Votuporanguense-SP, Vitória, Mogi Mirim, Confiança e Itabaiana. Em 2018, estará mais uma vez no futebol sergipano defendendo o Sergipe.

 

Erik


Em 2016, Erik chegou ao Palmeiras do Goiás por cerca de R$ 13 milhões. Depois de uma passagem sem brilho pelo time paulista, o jogador de 23 anos acertou por empréstimo de uma temporada para o Atlético Mineiro.

 

 

 

Copinha de 2014 – Diego Cardoso (Santos), Gustavo (Taboão da Serra) e Stéfano Yuri (Santos) – 9 gols cada

 

Diego Cardoso


Expectativa era de mais um “raio” das categorias de base do Peixe, mas Diego ainda segue buscando espaço no elenco principal do Peixe.

 

Gustavo


Apelidado de Gustagol, foi contratado pelo Criciúma logo após a Copinha. Em 2016, foi adquirido por aproximadamente R$ 4 milhões pelo Corinthians e assinou um contrato de mais de quatro anos com o clube. Em 2018, foi emprestado ao Fortaleza.

 

Stéfano Yuri


Sem espaço no elenco principal do Santos, chegou a ser emprestado ao Náutico (2015), Botafogo (2016) e Vila Nova (2017). Aos 23 anos, retorna ao Peixe para a temporada 2018.

 

 

 

Copinha de 2015 – Gabriel Vasconcelos (Corinthians), Isaac Prado (Botafogo-SP) e Santiago (São Caetano) – 8 gols cada

 

Gabriel Vasconcelos


Ainda com contrato com o Corinthians, o jogador, ainda considerado pela diretoria um grande promessa, defendeu o Oeste no último Brasileirão Série B. Para 2018, a Ponte Preta está muito próxima de acertar o empréstimo do atacante.

 

Isaac Prado


Criada da base do próprio Botafogo-SP, o atacante Isaac, que tem passagens por Corinthians e Bragantino, rescindiu contrato com o clube para defender Atlético Tubarão.

 

Santiago


Vinculado ao ABC, Santiago foi emprestado ao Cruzeiro (2015) e Vasco da Gama (2016). Em 2017, seu último clube foi o América-SP.

 

 

Copinha de 2016 – Geovane Itinga (Bahia) – 8 gols


Geovane, que já atuou pelo time principal do Tricolor de Aço, está na disputa da Copinha pela terceira vez e espera repetir o sucesso como goleador.

 

 

Copinha de 2017 – Carlinhos (Corinthians) – 11 gols


Um dos destaques das categorias de base do Corinthians no título da Copinha, Carlinho segue buscando um espaço no time principal. Aos 20 anos, já foi sondado pelo futebol francês.

 

 

 

 

Fotos: Arquivo Gol de Canela FC, Esporte, Uol, Lance, Terra. OGol e Band.



MaisRecentes

Copa 2018: E se os naturalizados defendem as seleções de onde nasceram?



Continue Lendo

Conheça os clubes que “jogaram” uma Copa do Mundo



Continue Lendo

Três clubes da Série A estão entre as piores defesas do Brasil



Continue Lendo