Onde estava o treinador do seu time há exatos 20 anos?



Foto: Revista Placar/Daniel Augusto

Foto: Revista Placar/Daniel Augusto

 

O atual cenário dos técnicos da Serie A do Brasileirão apresenta diversas novidades e nomes já consagrados. E é com base nisso que o blog Gol de Canela F.C. foi buscar onde estava o comandante do seu time há exatos 20 anos.

 

Alguns ainda usavam chuteiras

Dos 20 atuais treinadores, treze ainda eram jogadores de futebol em 1997. A curiosidade fica por conta da predominância dos “futuros professores” no elenco do Coritiba, que tinha na época o lateral Fábio Carille e os meias Vágner Mancini e Pachequinho. Eles eram comandados pelo experiente Rubens Minelli.

No exterior, destaque para o Jorginho, craque na época do Kashima Antlers, e Milton Mendes, lateral do modesto Sporting Espinho. Já o sérvio Dejan Petković defendia Racing Santander, emprestado pelo Real Madrid.

O único que ainda não atuava profissionalmente em 1997 era Jair Ventura. Com apenas 18 anos, o atual técnico do Botafogo não havia sido lançado ao time principal do São Cristovão.

– Renato Gaúcho (Grêmio), jogador do Flamengo em 1997
– Dorival Júnior (Santos) e Cuca (Palmeiras), jogadores do Juventude em 1997
– Fábio Carille (Corinthians), Vágner Mancini (Chapecoense) e Pachequinho (Coritiba), jogadores do Coritiba em 1997
– Roger Machado (Atlético-MG), jogador do Grêmio em 1997
– Rogério Ceni (São Paulo), jogador do São Paulo em 1997
– Jorginho (Bahia), jogador do Kashima Antlers-JAP em 1997
– Milton Mendes (Vasco), jogador do Sporting Espinho-POR em 1997
– Dejan Petković (Vitória), jogador do Racing Santander-ESP em 1997
– Claudinei Oliveira (Avaí) jogador da Portuguesa Santista em 1997
– Jair Ventura (Botafogo), jogador da base do São Cristóvão em 1997

 

Apenas três já eram treinadores

Abeu Braga era treinador do Atlético-PR em 1997

Abel Braga era treinador do Atlético-PR em 1997

 

Mano Menezes, Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo eram os únicos que já exerciam a função de professor fora das quatro linhas.

– Mano Menezes (Cruzeiro), treinador do Guarani de Venâncio Aires em 1997
– Abel Braga (Fluminense), treinador do Atlético-PR em 1997
– Vanderlei Luxemburgo (Sport Recife), treinador do Santos em 1997

 

E os outros quatro nem tinham começado no esporte bretão

Sem carreiras expressivas como jogadores, Zé Ricardo, Eduardo Batista, Gilson Kleina e Marcelo Cabo não haviam começado ainda suas carreiras nas funções.

– Zé Ricardo (Flamengo), tinha recentemente largado o futsal por lesão
– Eduardo Baptista (Atlético-PR), começaria dois anos depois como preparador físico do Campinas
– Gilson Kleina (Ponte Preta), começaria dois anos depois como auxiliar técnico de Abel Braga
– Marcelo Cabo (Atlético-GO), começaria como treinador de futebol em 2004a



MaisRecentes

Inter é o clube que mais revelou brasileiros para a Liga dos Campeões 2017/18



Continue Lendo

Charles Miller era corintiano? Nós checamos



Continue Lendo

Desde 2003, nunca um campeão brasileiro perdeu três rodadas seguidas



Continue Lendo