Há exatos 92 anos, o futebol brasileiro era apresentado ao mundo



Friedenreich (com a bola) e Junqueira em ação pelo Paulistano na Europa.

Friedenreich (com a bola) e Junqueira em ação pelo Paulistano na Europa.

 

Em um campo péssimo, castigado pelo rigoroso inverno europeu, acontecia no dia 15 de março de 1925 a primeira exibição de um time brasileiro no velho continente. Na ocasião, no estádio de Búfalos, em Mont Rouge, o Clube Atlético Paulistano aplicou uma sonora goleada de 7 a 2 no selecionado da França, com direito a um show do já consagrado em terras tupiniquins, Arthur Friendeirench.

 
Considerado uma potência do futebol paulista, o Paulistano, na época dono de oito títulos estaduais, encarou mais de vinte dias de viagem, a bordo do vapor “Zeelandia”, para encantar a França e, por consequência, o mundo.

 
Em meio as escorregadelas e trambolhões iniciais, tão ágeis se mostraram os jogadores brasileiros nos passes, arremessos, dribles e finalizações que o amplo resultado foi uma mera consequência. Porém, todos os telespectadores, espantados, afirmavam o vento era o responsável por tamanha eficaz com a bola nos pés, já os “brésilien” eram muito pequenos para a pratica daquele esporte tão físico.

 
Fato é que após tamanha e histórica façanha, o Paulistano seguiu ainda pela França, Suíça e Portugal e somou mais oito vitórias e apenas uma derrota. O destaque ficou por conta do artilheiro Friedenreich, autor de onze gols.

 

No retorno ao Brasil, todos tiveram uma recepção que até então nenhuma equipe do país havia recebido, já que aquele heróis haviam vencido a desconfiança dos europeus e voltado  para casa com o título de “Reis do futebol”.

Foto da recepção aos jogadores brasileiros no Porto de Santos

Foto da recepção aos jogadores brasileiros no Porto de Santos. Foto: Arquivo

 

Jogos:

15/03/1925 (Paris) Paulistano 7 X 2 Selecionado da França (Assista o raro vídeo do jogo)
22/03/1925 (Paris) Paulistano 3 X 1 Stade Français
28/03/1925 (Cette) Paulistano 0 X 1 Cette
02/04/1925 (Bordeaux) Paulistano 4 X 0 Bastidienne
04/04/1925 (Havre) Paulistano 2 X 1 Havre/Normandie XI
10/04/1925 (Strasbourg) Paulistano 2 x 1 Strasbourg
11/04/1925 (Berna) Paulistano 2 X 0 Auto Tour
13/04/1925 (Zurich) Paulistano 1 X 0 Seleção da Suiça
19/04/1925 (Rouen) Paulistano 3 X 2 Rouen
*28/04/1925 (Lisboa) – Paulistano 6 X 0 Selecionado de Portugal

Jogadores que participaram da excursão
Goleiros – Nestor e Kuntz
Defensores – Clodoaldo, Caetano, Guarani e Barthô
Meias – Sergio, Nondas, Seabra (Emprestado pelo Flamengo) Abatte, Araken Patusca (Emprestado pelo Santos FC), Juan, Miguel Feite (Emprestado pelo Ypiranga) e Maurilio
Atacantes – Filó, Mario, Friendeirench, Junqueira (Emprestado pelo Flamengo) Seixas e Netinho
Chefe da delegação: Orlando Pereira



MaisRecentes

Há exatos 57 anos, o futebol brasileiro estreava na Libertadores



Continue Lendo

O curioso caso do “campeão brasileiro” de 1937



Continue Lendo

O primeiro gol de goleiro da história completa 117 anos



Continue Lendo