Conheça os clubes que “jogaram” uma Copa do Mundo



Seja por descuido das federações ou até mesmo por homenagem, apenas quatro clubes do mundo já tiveram suas camisas literalmente usadas por seleções em Copas do Mundo. Confira:

 

Áustria/Napoli (1934)

Áustria com o uniforme emprestado do Napoli. Foto: Fifa

A primeira vez que isso aconteceu foi na disputa de terceiro lugar do Mundial realizado na Itália, em 1934. Já que a Alemanha e Áustria usavam camisas brancas – e nenhuma delas tinham uma vestimenta alternativa – os austríacos receberam o convite para vestir a camisa do Napoli.

Mesmo com a simpatia dos torcedores napolitanos, a Áustria acabou derrotada pelo placar de 3 a 2.

 

 

México/Cruzeiro (1950)

Equipe do México com a camisa do Cruzeiro-RS. Foto: Reprodução

Dezesseis anos depois, já na primeira Copa realizada no Brasil, foi a vez do México passar por situação semelhante. No confronto contra a Suíça, no Estádio dos Eucaliptos, substituiu a camisa grená, tom semelhante ao vermelho usado pelos suíços, pela vestimenta com listras verticais em azul e branco do Cruzeiro-RS.

Segundo o jornal “Correio do Povo”, o gesto foi uma homenagem dos mexicanos ao clube local, uma vez que eles haviam vencido o sorteio para a escolha do uniforme. Mas o resultado não foi o esperado pelos mexicanos. O time foi derrotado por 2 a 1.

 

 

Argentina/Malmö (1958)

Argentina antes da partida contra a Alemanha. Foto: Reprodução

No jogo de estreia do Grupo 1 da Copa na Suécia, o árbitro inglês Reginald James Laefe achou que a camisa listrada em azul e branco da Argentina era bem parecida com a branca tradicional da Alemanha. Assim, pediu para a equipe sul-americana trocar de uniforme.

Como não havia outro alternativo, coube ao roupeiro do IFK Malmö, Arne Hjertsson, resolver o problema. Ele correu para o vestiário e voltou com as camisas do clube sueco, que na época usava a cor amarela. De canarinho, a equipe foi derrotada por 3 a 1 para a Alemanha, então a campeã mundial.

 

 

França/Kimberley (1978)

França com a camisa do modesto Kimberley. Foto: Pinterest

Na última rodada do grupo 1 da Copa do Mundo de 1978, na Argentina, França e a Hungria, já eliminadas, se enfrentariam para cumprir tabela. Tudo estava correndo normalmente para a disputa, até que percebeu-se que a França usaria camisas brancas naquele jogo, curiosamente a mesma cor escolhida pelos húngaros.
Como a sua vestimenta azul estava a 400 quilômetros da cidade de Mar Del Plata, local da partida, e com os húngaros se recusando a vestir o uniforme reserva, coube ao selecionado utilizar as cores do Atlético Kimberley, clube que na época disputava a segunda divisão nacional (Hoje a equipe está na quarta divisão). A França venceu a partida por 3 a 1.



MaisRecentes

Corinthians se aproxima dos 1000 minutos sem gols de atacantes



Continue Lendo

Veja como ficou o ranking dos maiores vices do futebol brasileiro



Continue Lendo

Aos 22 anos, ex-joia do Flu e do Barça tenta a sorte no futebol de Hong Kong



Continue Lendo