Clube da 3ª divisão paulista gastou mais em contratações do que Vasco e Botafogo no século



Foto: Divulgação/Desportivo Brasil

 

O Brasil tem sido palco de algumas das principais negociações do futebol sul-americano. São milhões investidos pelos clubes em jogadores visando a estruturação e melhoria dos elencos a cada temporada.

No entanto, se engana quem credita esse mérito apenas aos times considerados grandes aqui no país, já que um clube paulista, atualmente na 3ª divisão estadual, está despontando neste quesito mesmo sem nunca ter disputado sequer alguma competição de expressão nacional: Este é o Desportivo Brasil Ltda.

De acordo com os números do site especializado “Transfer Markt”, o Desportivo Brasil, com sede na cidade paulista de Porto Feliz, aparece na 11.ª posição entre os que maiores “gastões” com atletas do Brasil no século. Ao todo, foram investidos 28.180,000 milhões de euros. O número é mais que o dobro gasto, por exemplo, que os gigantes brasileiros Botafogo (13,99 M €) e Vasco (12,76 M €) durante o mesmo período.

 

Clubes brasileiros que mais gastaram com contratações no século, segundo o Transfer Markt

 

Tanto investimento talvez tem uma explicação. Fundado em meados de 2005, Desportivo Brasil é clube-empresa que hoje é administrado pelo Grupo Luneng , fornecedora de energia elétrica da proví­ncia de Shandong, na China que, por sua vez, é uma subsidiaria da companhia estatal Stade Grid Corporation of China (SGCC), maior empresa do setor elétrico da China. Esse grupo também é proprietário do milionário Shandong Luneng, da Super Liga Chinesa. A Presidência do DB é exercida, sem limitação de poderes, segundo o próprio site do clube, pelo empresário chinês Mr. Sun Lichen.

 

Centro Esportivo Luneng Brasil, o CT do DB. Foto: Divulgação/Desportivo Brasil

 

Sem grandes êxitos com o elenco profissional – melhor resultado da história foi um vice-campeonato da quarta divisão paulista, em 2016 – o clube tem focado no trabalho de formação de atletas, colocando esses jogadores nos principais clubes do Brasil e do mundo. Os meias Gustavo Scarpa e Mauro Junior, campeão Holandês com o PSV Eindhoven são os exemplos mais recentes.

Dentro deste conceito e também visando a melhoria do futebol da China, a cada ano, cerca de 30 jogadores chineses passam uma temporada treinando e participando de jogos da base, ao lados dos brasileiros. Alguns até são promovidos ao elenco principal, como o caso de Yuanshu Zhang, o Oscar Chinês, que após mais de 40 partidas na divisões inferiores, inclusive na Copa São Paulo de Futebol Junior de 2016, foi lançado aos profissionais em 2018.

 

Yuanshu Zhang, o Oscar Chinês, foi emprestado ao São Paulo em 2017. Foto: Globo Esporte

Questionado pelo blog sobre o ranking da Transfer Markt e também sobre os próximos rumos do clube, o DB não respondeu até o fechamento desta matéria.

 

Gostou? Curta nossa página no Facebook

Acompanhe também nossos parceiros Crônicas do Morumbi e Papo com Boleiro

 



MaisRecentes

Corinthians se aproxima dos 1000 minutos sem gols de atacantes



Continue Lendo

Veja como ficou o ranking dos maiores vices do futebol brasileiro



Continue Lendo

Aos 22 anos, ex-joia do Flu e do Barça tenta a sorte no futebol de Hong Kong



Continue Lendo