Borja e Berrío estão entre os atacantes menos eficientes do Brasileirão



Borja tem apenas 8% de participação nos gols do Palmeiras no BR-17. Foto: Ale Frata/Estadão Conteúdo)

Borja (foto) tem apenas 8% de participação nos gols do Palmeiras no BR-17. Foto: Ale Frata/Estadão Conteúdo)

 

Considerando apenas atacantes que jogaram, no mínimo, 50% dos jogos deste Brasileiro, o blog Gol de Canela FC  quis descobrir quais deles menos contribuíram na participação de gols de suas equipes.

 

Dos dez nomes presentes na indigesta lista, destaque para os colombianos Orlando Berrío e Miguel Borja, atacantes contratados no início do ano por Flamengo e Palmeiras, respectivamente, junto ao Atlético Nacional, campeão da Libertadores em 2016. Com status de grandes reforços, cada um deles participou diretamente em menos de 10% das jogadas que resultaram em gols.

 

Outro nome bem conhecido é do veterano Alecsandro, quarto maior artilheiro da história do Brasileirão na era dos pontos corridos e que soma até agora apenas 1 gol em 15 jogos pelo Coritiba. Confira a lista:

 

Top 10 – Os atacantes menos eficientes do Brasileirão 2017

 

Pablo [Atlético Paranaense]
16 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 0
Finalizações: 10 (2 defendidas e 8 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 1045
Participação em Gols: 1 (3% dos gols da equipe)

Douglas Coutinho [Atlético Paranaense]  
17 jogos
Gols marcados: 0
Assistências: 1
Finalizações: 13 (7 defendidas e 6 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 1005
Participação em Gols: 1 (3,4% dos gols da equipe)

Marcos Júnior [Fluminense] 
14 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 0
Finalizações: 3 (1 defendida e 2 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 183
Participação em Gols: 1 (3% dos gols da equipe)

Alecsandro [Coritiba]
15 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 0
Finalizações: 5 (3 defendidas e 2 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 826
Participação em Gols: 1 (4% dos gols da equipe)

Niltinho [Atlético Goianiense, Chapecoense]
16 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 0
Finalizações: 7 (2 defendidas e 5 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 756
Participação em Gols: 1 (4% dos gols da equipe)

Denilson [São Paulo, Avaí]
13 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 1
Finalizações: 9 (4 defendidas e 5 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 602
Participação em Gols: 2 (6% dos gols da equipe)

Rogério [Sport] 
16 jogos
Gols marcados: 1
Assistências: 1
Finalizações:  11 (6 defendidas e 5 para fora)
Minutos para marcar um gol: 757
Participação em Gols: 2 (6% dos gols da equipe)

Edigar Junio [Bahia]
14 jogos
Gols marcados: 2
Assistências: 0
Finalizações: 11 (1 na trave, 7 defendidas e 3 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 429
Participação em Gols: 2 (6% dos gols da equipe)

Miguel Borja [Palmeiras]
16 jogos
Gols marcados: 3
Assistências: 0
Finalizações: 21 (6 defendidas e 15 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 192
Participação em Gols: 3 (8% dos gols da equipe)

Orlando Berrío [Flamengo]
15 jogos
Gols marcados: 2
Assistências: 1
Finalizações: 3 (2 defendidas e 1 pra fora)
Minutos para marcar um gol: 294
Participação em Gols: 3 (9% dos gols da equipe)

 

 

 

E quem são os mais eficientes?

Bruno Henrique, com incríveis 52% de participações nos gols do Santos, é atualmente o atacante mais eficiente da competição. Outros nomes como Henrique Dourado, atual artilheiro do Brasileirão, Júnior Dutra, Jô e Lucca também fazem parte desse seleto grupo.

 
Bruno Henrique [Santos]
20 jogos
Gols marcados: 6
Assistências: 8
Minutos para marcar um gol: 299
Participação em Gols: 14 (52% dos gols da equipe)

Henrique Dourado [Fluminense]
22 jogos
Gols marcados: 14
Assistências: 2
Minutos para marcar um gol: 135
Participação em Gols: 16 (47% dos gols da equipe)

Júnior Dutra [Avaí]
20 jogos
Gols marcados: 6
Assistências: 1
Minutos para marcar um gol: 260
Participação em Gols: 7 (44% dos gols da equipe)

Jô [Corinthians]    
24 jogos
Gols marcados: 13
Assistências: 3
Minutos para marcar um gol: 164
Participação em Gols: 16 (44% dos gols da equipe)

Lucca [Ponte Preta]
25 jogos
Gols marcados: 10
Assistências: 1
Minutos para marcar um gol: 220
Participação em Gols: 11 (41% dos gols da equipe)



MaisRecentes

O dia em que Edson virou Pelé



Continue Lendo

Entre SP e RJ, quem é o maior freguês do Brasileirão na era dos pontos corridos?



Continue Lendo

Você sabia que o Bangu já foi “campeão mundial”? Entenda a história



Continue Lendo