Andreas Pereira quebra tabu de 76 anos da Seleção Brasileira



Convocado por Tite na manhã desta sexta-feira para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador nos dias 7 e 11 de setembro, respectivamente, o meia Andreas Pereira, de 22 anos, se tornou o quinto “estrangeiro” da história convocado para representar a Seleção Brasileira, quebrando um tabu que já durava 76 anos.

Antes do jogador do Manchester United, já haviam sido convocados o italiano Francisco Police, que atuou num único amistoso em 1918, o inglês Sidney Pullen, que fez cinco jogos de 1916 a 1917, o goleiro português Casemiro do Amaral, que defendeu o Brasil em 1917, e, por fim, o afegão Russo (Adolpho Milman), que disputou Campeonato Sul-Americano de 1942, disputado no Uruguai.

Curta nossa página Gol de Canela

Filho de brasileiros, Andreas Pereira nasceu na cidade belga de Duffel e passou a vida toda na Europa. Nunca morou no Brasil, mas já defendeu a Seleção Brasileira sub-15 até a sub-23.

Ele ainda pode representar a Bélgica, desde que não entre em campo por um torneio oficial e profissional pelo Brasil.

 

Acompanhe também nossos parceiros: Crônicas do Morumbi  e Papo com Boleiro



MaisRecentes

Com apenas 3 meses de Porto, Éder Militão já é avaliado em R$ 85 milhões



Continue Lendo

Por que o hino do Olympiacos, da Grécia, cita o Santos?



Continue Lendo

9 veteranos que você pensava que já haviam se aposentado



Continue Lendo