Vasco: a última impressão é a que fica (?)



Após dez partidas de invencibilidade, o Vasco pela primeira vez na Série B sofreu duas derrotas consecutivas. Porém, apesar dos recentes insucessos, o Cruz-Maltino acumula somente oito jogos sem pontuar na temporada.

Desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado, em 1971, em apenas três oportunidades o time vascaíno terminou o ano com menos de dez derrotas: em 1988, 1992 e 2009. E em todas elas foi derrotado oito vezes.

Mas os números mentem, e o time de 2014 passa longe de qualquer tipo de comparação com estes. Até mesmo com a equipe que foi comandada por Dorival Júnior na mesma ‘Segundona’.

Joel terá mais sete jogos pela frente, tendo o acesso como principal objetivo. A taça, uma consequência. Porém, é inegável que um ‘sprint’ final, sem derrotas, com mais vitórias, menos empates e a primeira colocação garantida, é o desejo de todo torcedor cruz-maltino.

O título, se vier, de forma alguma apagará a campanha pífia do clube na Série B. Mas trará ao menos um pouco de alegria e dignidade aos vascaínos que tanto sofrem em mais essa triste jornada do Gigante.

Terminar bem o ano é obrigação. Pelo acesso, para pelo menos brigar pelo título até o fim, mas, principalmente, para que a transição 2014/2015 seja num clima ‘leve’.

Nada salva o ano do Vasco, mas uma boa sequência pode, pelo menos,  amenizar.

A começar pela próxima rodada. Que venha a Ponte!



MaisRecentes

Artilheiro do Vasco, Pikachu vem tendo sua maior média de gols da carreira



Continue Lendo

Sempre eles! Andrey e Pikachu pontuam novamente no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A real vitória do Vasco



Continue Lendo