Vasco terá que superar velho algoz para avançar na Copa do Brasil



Coutinho estava no Vasco em 2010 (Foto: Reprodução)

Coutinho estava no Vasco em 2010 (Foto: Reprodução)

Fora da final da Taça Guanabara, o Vasco terá quase dez dias de preparo para um jogo chave em suas pretensões na temporada. Nesta quinta-feira, o clube enfrentará o Vitória, em São Januário, pela jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil.

Esta será a terceira vez que as equipes se encontrarão pela competição. A vantagem é do Leão da Barra.

No primeiro encontro, em 1989, ano da primeira edição do campeonato, o Rubro-Negro eliminou os vascaínos após empatarem em 0 a 0 em Feira de Santana e vencer por 2 a 1 no Rio de Janeiro.

Na época, Sorato e Sonny Anderson formavam a dupla de ataque do Vasco. Porém, Marquinhos e Hugo marcaram os gols baianos. Vivinho descontou.

Os outros dois duelos são mais recentes, com cada equipe conseguindo triunfar em uma oportunidade. Em 2009, sob o comando de Carlos Alberto, os cruz-maltinos golearam por 4 a 0 na Colina Histórica e praticamente colocaram uma mão na vaga. Na volta, empate em 1 a 1 e a classificação.

Já em 2010, o troco do Vitória. Os baianos venceram por 2 a 0 no Barradão, foram derrotados em terras cariocas, por 3 a 1, mas avançaram em razão do gol marcado fora de casa.

O duelo mais marcante em mata-mata, porém, ocorreu no Brasileirão de 99. Após terminar a 1ª fase na 3ª posição, o Vasco enfrentou o Vitória, 6º colocado, nas oitavas de final do campeonato. Em um primeiro jogo eletrizante, cheio de viradas, o Rubro-Negro deixou o gramado vitorioso: 5 a 4. Viola e Donizete, duas vezes cada, balançaram as redes para os cariocas. Fernando, três vezes, Artur e Tuta garantiram a vitória.

No dois duelos seguintes, ambos em São Januário, o Cruz-Maltino não conseguiu superar os baianos e acabou eliminado da disputa. Foram dois empates: 2 a 2 e 1 a 1. O lateral-direito Baiano, que atuaria também pelo Vasco em 2008, marcou o gol da eliminação vascaína.

Agora, o time de São Januário terá pela frente novamente o velho algoz, podendo equilibrar o placar entre as equipes na Copa do Brasil.



MaisRecentes

Em enquete, Anderson Martins é eleito o melhor do Vasco em campo pelo segundo jogo consecutivo



Continue Lendo

Artilheiro do Vasco no ano, Nenê dispara na liderança do Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O drible de PV, o gol de Nenê e o 0 a 0 que balançou as redes



Continue Lendo