Vasco precisa recuperar o padrão de jogo



Vasco precisa levantar a cabeça e se reorganizar (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Vasco precisa levantar a cabeça e se reorganizar (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Que o time do Vasco é tecnicamente limitado, ninguém duvida. Porém, apesar de toda desconfiança e pessimismo que rondava o clube no início da temporada, as boas apresentações da equipe em seu início – até mesmo nas derrotas em Manaus – mostraram uma luz no fim do túnel.

Mesmo com um elenco sem estrelas, Doriva havia conseguido dar padrão de jogo e equilíbrio a equipe. Armado no 4-2-3-1, os meias voltavam marcando os laterais, Marcinho pressionava a saída do volante e com isso tínhamos uma defesa sólida, com todos comprometidos na marcação. Por que mudou?

O esquema é o mesmo, o comprometimento defensivo não. Mudaram peças, as posições seguem as mesmas, mas o funcionamento está diferente, desorganizado, dividido.

As chegadas de Gilberto e Dagoberto – que mal jogou ainda – eram para dar a força ofensiva que faltava ao Cruz-Maltino, não para causar um afrouxamento defensivo. O padrão de jogo foi perdido. Se antes os meias acompanhavam, agora nem os laterais fazem esse papel. O Vasco se abriu.

Não sei se por excesso de confiança, alguns jogadores parecem ter desaprendido o que futebol é um esporte coletivo e têm tentado brilhar mais que os outros. É nítido que algo na cabeça de certos atletas mudou. Todos querem atacar, ninguém quer defender. Um deixa a responsabilidade para o outro, que deixa para o um e pronto, virou pelada.

Vontade de vencer, como disse Luan ao fim do jogo, eu não tenho dúvida que todos tenham, ninguém gosta de perder. Mas se doar pelo sucesso do coletivo ao invés do individual, é bem diferente. Antes, eram todos carregadores de piano em um time que lutava contra a desconfiança. Mas bastou um brilhareco para que todos quisessem ser mais do que são.

A equipe precisa se reorganizar, e isso passa pelas mãos de Doriva, que deixou o time se perder. Conversa, treino e a volta do padrão de jogo são fundamentais nessa hora. A vaga está no papo, depois disso começa um novo campeonato. Ate lá, o Gigante precisa se reencontrar.

O Vasco precisa entender e aceitar as suas limitações. Só assim deixará de cometer erros por tentar dar um passo maior que a perna, por se lançar afobado sem organização. É hora da equipe voltar a ter o pé no chão, priorizar novamente o setor defensivo, se estabilizar, compactar – como nos primeiros jogos -, para aí sim buscar as vitórias.

Saudações vascaínas! /+/

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER –  https://twitter.com/BlogDoGarone



  • É um time Horrivel , tem que contratar um meia de qualidade , um volante de qualidade , dois laterais um de cada lado , o jeito que está certeza de rebaixamento no Brasileirão com 8 rodadas de antecedencia , nem o Campeonato estadual vamos levar , muito menos a Copa do Brasil , time redículo , só se salva o Guina , Gilberto e o Martin Silva , o resto é resto e uns nem jogadores são …

  • Rodrigo

    Com esse time, briga pra nao cair no Brasileiro.
    Agora, se o presidente conseguir um 10 lúcido, que crie e deixe Dagoberto e Gilberto na cara do gol, tem chances.
    Fora um lateral esquerdo.

  • Zeca Pinto

    É verdade! O Vasco precisa recuperar o padrão de jogo. É um time limitado, mas os de mais times não estão muito à frente do Vasco. Com a volta do Dagoberto, o ataque fica completo com o Gilberto. O grande problema vai ser na criação das jogadas, pois o John Clay ainda não se firmou por completo. E o Marcinho parece que não vai emplacar. E o Bernanrdo, além de ser lento, é meio louco e não tem raça. Talvez o Montoya pudesse desencantar, pois é um jogador que joga pra frente em direção ao gol e cava muitas faltas, o que bom para o Vasco.O restante do meio-campo pra mim é Serginho, Lucas e Julio dos Santos. O Guinazu é um jogador superado que só tem um recurso: dá carrinhos. é lento, não sabe fazer um lançamento e nem chuta ao gol. E na defesa os quatros são os mesmos: Madson, Luan, Rodrigo e Cristiano, com uma pequena chance para o Lorran que é bom no apoio, mas não sabe marcar. O Doriva podia testar uma outra opção com três zagueiros: Luan, Rodrigo e A. Salles, para liberar mais o Madson e, nesse caso, o Lorran, que apoia mais que o Cristiano. Para isso, teria que sacar Serginho ou o Lucas. No gol, apesar das falhas, é ainda o Martin Silva. Na verdade, o grande erro da diretoria do Vasco foi nas contratações, com muita quantidade e pouca qualidade. Daí a falta de opções do nosso time. Saudações Vascaínas!

    • Carlos Cantalice

      Vários jogadores de qualidade dando sopa no mercado, como: Baraka ex Coxa, Fellype Gabriel ex Bota, esse Carleto, que foi pro Bota poderia ter vindo, muito melhor que Christiano, e ainda Léo Gamalho, atacante pra reserva.

  • Dudu

    Começo a achar que o Doriva não abre mão do seu padrão de jogo. Mas será que vale a pena continuar se não existem peças boas pra isso??!! Será que não seria melhor repensar um esquema de acordo com as peças que têm??!!

    O Vasco joga exatamente da mesma forma que o Ituano do ano passado. Isso não pode porque é o VASCO!!!!

    Desse esquema dele falta armação de jogadas e um lateral esquerdo confiável, pois acho que ele ainda não encontrou o ideal. Ou seja, são 3 jogadores. Isso é muito!!!

    Dois ótimos goleiros. Temos 4 bons zagueiros. Um lateral direito promissor. 3 bons volantes (Guiñazu, Serginho e Lucas). E um bom centroavante. São apenas 11 jogadores. O setor de criação não se encontra. O Julio dos Santos me parece ser o mais lúcido mas ainda não se encontrou. Acredito que esse especialmente poderia ter uma liberdade maior pra jogar, até pra poder se encontrar. Dos outros jogadores no elenco não consigo ver nenhum com bons olhos, com exceção do Dagoberto, que ainda nem mostrou nada, infelizmente.

  • Reginaldo Rabelo

    O esquema 4-2-3-1, que a maioria dos times europeus e os bem sucedidos(do momento) brasileiros(aí cito: Corinthians, Atl-MG, Cruzeiro – estes dois de 2014 – Inter-RS) adotam tem como fundamento: defesa firme; 2 volantes que saibam sair jogando; 3 meia/atacantes, com habilidade pelas pontas e um atacante decisivo.
    O Vasco até começou melhor do que está agora, porque o núcleo de 3 vinha funcionando com maior vitalidade: 1) Montoya, a despeito de muito afoito, dava velocidade pela direita e ajudava muito na volta; 2) Marcinho, perseguido pela torcida(e isto não é incomum no Vasco), fazia um papel importante na marcação do volante adversário e dava rotação à bola; e, 3) Bernardo, começou melhor do que está hoje. Ao colocar Júlio dos Santos e Jhon Cley juntos e lentos, com pouca vontade de combater e mais ainda de correr, ficamos muito previsíveis. Em nossos 4 primeiros jogos – a despeito de termos como atacante o Rafael Silva – o esquema funcionava melhor–> 2 x 0 Cabofriense; 2 x 0 Madureira; 1 x 1 Tigres e 3 x 0 Macaé. Aí começaram as mudanças e a queda de produção, a despeito dos bons jogos contra o Flu(1 x 0 e massacre técnico/tático), 2 x 0 Bangu. Depois caímos muito.
    Na transição, temos dificuldade porque o Rodrigo segura muito a bola e as trocas feitas a partir da defesa até os volantes, tira todo o ritmo de jogo. Guinazu carimba todas as bolas mas, na maioria, os passes são com distância reduzida(5/10 metros) e o jogo não rende.
    Some-se a isto RESULTADOS. No ano passado, vínhamos bem até o jogo contra o Fla, quando o Castanheira nos roubou um gol descaradamente. Naquele jogo do gol do Douglas, disputavamos a liderança. Como o resultado não veio – quando sempre acontece nos campeonatos “contra” o Fla(idiotice inventada e sustentada pelo Eurico) – perdemos em seguida para o Cabofriense e perdemos o embalo que demorou alguns jogos para ser recuperado(ainda tivemos um 0 x 0 contra o Bonsuça).
    Agora, a mesmissima coisa: perde para o Fla e se perde, ajudado pela fraqueza do nosso técnico que vai aceitando as “ordens”. Não levar o time principal ao Acre – até como respeito à legião de torcedores que temos na região – foi de uma pobreza tremenda. E ainda colocou o Romarinho para jogar – quando estava 2 x 0 – perdendo nosso único atacante de força(naquele jogo o Thalles que fez um golaço). Depois, não tendo sido possível um único treino com o time titular – até para fazer um treino adaptado às dimensões do campo de Friburgo – foi atrapalhado na 5a. feira pela distribuição de ovos de páscoa e uma folga irresponsável na 6a. feira, o que desmobilizou o espírito e a concentração da equipe.

  • Luiz Henrique

    Mas o Rodrigo tinha dito exatamente isso após o jogo do Fluminense, que precisava colocar o pé no chão, não colocaram e ainda teve aquela goleada na estréia do Dagoberto com gol dele etc… aí é que esses pernas de pau confundiram tudo de vez. Jogadores competitivos para o brasileiro vejo apenas: M. silva, Luan, Rodrigo, Mádson, Guinazu, Dagoberto e Gilberto. Para compor elenco ainda servem o julio dos santos, Mateus indio, Thales, Douglas silva, Anderson Salles e Iago. De resto pode trocar todo mundo, pois precisamos nos reforçar com mais 8 jogadores desse nível para não passarmos sufoco de cair para 2ª novamente!!

  • jeremias

    Essa postura deve-se as declarações de Eurico Miranda, com uma cobrança sem coerência, pois logo na chegada do Doriva ele fez essa imposição, que o Vasco iria jogar pra frente, independente de esquema. Então, o Doriva chegou, arrumou a defesa mais a exemplo do que ocorria com o Ituano marcava poucos gols, então como o time se comportava muito bem defensivamente e quase não levava gols, o Doriva resolveu sair de suas caracteristicas e realizar o pedido do presidente, na expectativa que a proporção em que colocasse o time mais ofensivo teria vitorias mais convincentes. Mais deu tudo errado e o time se abriu e perdeu o que já tinha conseguido num primeiro momento, a segurança defensiva.

    Agora é preciso o Doriva ser ele mesmo, escalar conforme as suas convicções, isso tornará o time mais equilibrado.

    Quanto ao Eurico, penso que ao Invés de exigir um time pra frente, deveria exigir protagonismo, atitude, comprometimento essas virtudes são indispensáveis a qualquer grupo, mas quanto a jogar pra frente ou pra traz é uma consequencia que se mostra em cada situação de jogo.

  • tulio

    É bom termos certeza das nossas limitações. Temos que jogar marcando e saindo rápido. Bola no Gilberto e confiar na inteligência do Dagoberto. Marcinho ainda pode ser útil. Ninguem desaprende a jogar. Gostei do final do post que trata da “soberba”, salto alto… Já tinha visto pouco futebol na quarta contra o time de Manaus, mas tomar 5 do Frizão foi demais. No primeiro gol dos caras apesar do bate rebate

  • Não acredito que o Doriva vai continuar insistindo com o Jhon Clei, Bernardo e Serginho.
    Esses três jogadores vão lhe derrubar, é questão de tempo

  • m.silva,madson,luan,rodrigo,henrique,guina,lucas,julio e montoya,dagobrto e gilberto.nao precisa enventar os outros times tabem sao limitados mas nao inventao veja pelo botafogo.o montoya nunca teve uma chance na dele ,preferem colocar john cley que e jogador pra time pequeno.o lucas eo melhor dos volantes mostrou na pre temporada ai tras o serginho so porque jogou no atletico.etc.barraram o lucas no inicio os gols sairam dos pes do montoya mesmo mau escalado na hora de mudar o time sempre saia o montoya assim vai ganhar de quem.0 mau dos vascainos e houvir a emprensa que e anti vasco.eles contrataram o cirilo falaram que foi a melhor contrataçao do ano esquecem que ele iniciou bem no atletico mas ano passado nao jogou nada se e o vasco contrata seria mas um e assim por diante acorda vascainos nem sempre a midia ta certo a maioria nao sabe nada de futebol.e so acreditar e ver que hoje o futbol e limitado vence aquele que acredita .eles sao assim mesmo limitados acreditam sempre e acabam sendo aquilo que nao sao vamos torce.mas sem achar que somos os piores nem fla flu e bota sao melhores que nos eles vencem porque acreditam nisso mesmo sendo limitados.

  • Horlando Rocha

    É um mete e tira da mizera.suspensao por bobeira lesões.o time tava bom pelo menos a zaga tava foda ai começou as mudanças. lesões suspensão.no jogo amanhã quarta o Guinazu volta e o Rodrigo ja nao joga ta lesionado.toma no cu vai chegando pra final tudo da errado pro vasco parece até macunba.deixabvernoq vai dar essa bagaço. ainda confiu.tomara q Doriva arrume esse time pro jogo contra o volta redonda.se der mole fica fora.ai vai ser aquilo nadou nadou e morreu no seco . saudações Vascainas.

  • EVERTON !!!!

    CONCORDO EM GENERO NUMERO E GRAU COM VC !! !! !!

  • Todos nos sabemos que necessitamos de um bom lateral esquerdo um bom cabeça de area p jogar ao lado do Guina e dois meio campos um p criar e outro p ser o mea de ligação.
    Senao iremos sofrer ate o final desse ano ! !! ! ! ! !

  • Antonio

    Recuperar???? Sério, você está falando sério Garone???
    Concordo plenamente com “O Vasco precisa entender e aceitar as suas limitações. Só assim deixará de cometer erros por tentar dar um passo maior que a perna, por se lançar afobado sem organização.”
    Estão exigindo do Doriva um bolo de casamento impecável e deram pra ele (1/2 xícara de farinha; 1/2 de açúcar e 1 ovo).
    Sou vascaíno fanático, mas tenho consciência de que o time é limitadíssimo e que vai lutar pra não cair no brasileiro de novo, existem peças alí que nunca deveriam vestir a camisa do vasco e que custo a acreditar que na base não tenha algum que não possa substituir.
    Exemplo:
    *Cristiano: (LE) é horroroso, não apoia, não marca, estabanado, não arrisca um drible, ou seja, não é possível que não perca a vaga para o Lorran, por mais jovem que seja, a hora é essa, a hora de jogar o “moleque” pro profissional é agora nessa pré-temporada chamada estadual, e já correr atrás de um titular para o brasileiro (Côrtes; o próprio Henrique da base, o do madureira que tem se destacado e/ou Fabrício que está no mercado).
    *Bernardo: Já deu, um excelente terceiro reserva ou moeda de troca caso alguém ainda o queira.
    *Montoya: me recuso a falar, creio eu que investidores alí de dentro de SJ compraram esse cara (arriscaram) e o cara é uma bosta, ai vem aquela máxima de ter que colocar o cara na vitrine para algum clube poder querer investir e assim quem investiu não perder dinheiro, só que francamente IMPOSSÍVEL, quem investiu entrou numa furada.
    *Julio dos Santos: Excelente 3º reserva, se o vasco estiver goleando com certeza vai entrar e jogar bem. Vem com esse blá blá blá de que quem tem q correr é a bola, isso não existe, tem que ter no mínimo um arranque e nem isso o cara tem, tem no máximo um motor de chevette 86.
    * Nei: Utiliza todas as palavras que usei para o Cristiano só que acrescenta um pouco mais de burrice (é burro muito burro)
    *Yago: Jesus, apesar de jovem tenho perspectiva alguma com esse cara, será um Brener da vida só que sem a pouca habilidade que o Brener tinha, é rápido porém muito burro também, corre e passa da bola, não tem domínio, todo atabalhoado.
    *Victor Bolt: Me recuso a falar.
    *Serginho: Fez o mesmo treinamento de velocidade do Julio dos Santos, rápido como uma tartaruga e está na lista TOP FIVE de burros do elenco, não acerta um passe, limitadíssimo.
    *Mosquito: Custo acreditar que o Vasco lutou por isso.
    *Sandro Silva: 30 anos afastado, ai vai se esforça, se empenha e na primeira partida contra o maior adversário tenta sair de letra e tomamos um gol. Na boa esse não é burro, esse é jumento.
    *Rafael Silva: Joga naaaada, deveria pagar uma mensalidade pra jogar lá.
    *Romarinho: Sabemos muito bem porque ele está lá.
    *Marcinho: Com certeza foi desespero, precisávamos contratar alguém conhecido.
    Em resumo só ai são 12 os jogadores que em minha humilde opinião nunca eu disse nunca poderiam estar vestindo a camisa cruzmaltina, são fracos, burros, ruins, sem criatividade, raça, emprenho, ou seja, possuem tudo o que um jogador não deve ter.
    Desse elenco hoje eu só salvo: Martin Silva; Rodrigo; Luan; Gilberto; Madson e Guinazu pela raça (somente pela raça).

  • Antonio Carlos

    Garone. Brilhante a sua explanação. o Vasco hoje, mesmo na frente do placar, é um time que leva contra ataque. Os jogadores do meio e da defesa estão dando muito espaço para os adversários jogarem
    .

  • rogerio

    Escala o time do inicio com Montoya e Marcinho. Martin, madson, Luan, Rodrigo e Cristiano Guinazu, Lucas, Marcinho e Montoya. Yago e Gilberto. Quando Dagoberto retornar, deve entrar aos poucos.

  • O time é limitado ! ? Os outros também ! O que aconteceu , na serra , foi falta de comando e liderança , que não foi exercido por ninguém , após a saída do Rodrigo . O Doriva , não preparou um jogador , para ser interlocutor , de seu comando dentro do campo . Além , da soberba , de alguns jogadores , que não são geniais , porém se acham fora de serie . NÃO SÃO ! LIÇÃO À SER APRENDIDA ! AVANTE VASCÃO !

  • Leo

    não dá nem pra culpar o limitado Doriva, chegar td dia de manhã pra treinar a equipe e ver o elenco com John Cley, Bolt, Mosquito, Rafael Silva, Nei, Cristiano, Sandro Silva, Bernardo, Serginho, Thalles, Marcinho, Romarinho e mais alguns ae deve ser deprimente e dar vontade de chorar

  • Leo

    Pow é difícil dar uma chance na meiuca pro Montoya no lugar do John Cley ? Mais de 3 anos de Vasco e só jogou na sua posição preferida uma vez, contra o Friburguense ano passado

  • carlos

    e triste ver que o martin silva e um bom goleiro,o time e todo ruim do merda do goleiro ate o tecnico de time pequeno ou seja o vasco virou tome pequeno faz tempo

  • e o vasco parece que e o pior time do mundo eu lembro que malhavam o romulo,allan cardek.alex teixeira,souza do sao paulo,fagner do corintians.etc.o montoya e ruim pro vasco se cai na mao de um luxemburgo roda.e o melhor meia que temos mas so entra na furada.insistem com john cley ,serginho,cristiano etc.vamos acreditar,o vasco e limitado mas a diferencia e que os outros tambem sao mas eles acreditam.vamos ter fe.e sermos vascainos de verdade,lembrem de 82 o time era limitado mas o lopes acreditou e ganhamos do timaço deles.avante vascao.

MaisRecentes

Sub-20: Vasco contrata atacante de 19 anos que estava no Atlético-PR



Continue Lendo

A queda de Milton Mendes



Continue Lendo

Filantropia vascaína



Continue Lendo