Vasco empresta meia de 19 anos ao São Cristóvão



Calebe, com a camisa 8, é mais um jogador da base a ser emprestado (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Calebe, com a camisa 8, é mais um jogador da base a ser emprestado (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Seguindo a linha de dar rodagem aos jogadores mais jovens do elenco que não vem tendo oportunidades, o Vasco cedeu, por empréstimo, o volante Calebe ao São Cristóvão. O jogador ficará no clube, vizinho de São Januário, até dezembro deste ano.

O meia, de 19 anos, chegou ao Vasco em maio de 2014, vindo do ABC, de Natal. Em outubro do ano passado, após ser titular do time sub-20 em algumas partidas na Taça Otávio Pinto Guimarães, assinou o seu primeiro vínculo profissional com o Cruz-Maltino, com duração até novembro de 2017.

Porém, após a mudança de diretoria e comissão técnica dos juniores, Calebe perdeu espaço no clube e não vinha sendo utilizado pelo técnico Rodney Gonçalves, tendo ficado inclusive de fora da Copa São Paulo deste ano.

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Marco

    E por essa e outras parecidas, que nao da para acreditar em “comissao tecnica”. O rapaz antes era bom o suficiente para ser titular, assinar contrato de 3 anos, etc. Muda a “comissao tecnica” e nao serve nem para banco ou compor elenco. O mesmo vejo com o Doriva em relacao ao Salles e ao R.Silva. Antes era o Luan pela direita e Rodrigo na esquerda. Ai para inventar, o Joel (se nao me engano) tira o Luan, puxa o Rodrigo para a direita e coloca o Douglas Silva na esquerda. Chega o Doriva, o Douglas Silva se machuca, e volta tuda ao que era (ainda bem), Luan na direita e Rodrigo na esquerda. A coisa parecia resolvida, o Salles reserva do Luan, e o Douglas Silva do Rodrigo. E nao e que de repente o Doriva inventa tambem. Agora e o Salles substituindo os dois, e olha que isso ja provou que nao funciona. Basta lembrar quando o Luan nao jogou e o Doriva puxou o Rodrigo para a direita e colocou o Salles na esquerda, em cima de quem o gol aconteceu.

  • ODILON SILVA = RJ

    Não vai ser fácil para esse jovem daqui pra frente, o São Cristovão se econtra caidinho, sem instrutura alguma, totalmente esquecido, penando pela terceira divisão do futebol carioca, vamos torcer para esse jovem sobreviver. Não sabemos como vem sendo tomadas essas decisões em São Januario, tomara que não sejam decisões politicas, revanchistas, apadrinhamentos. Vale lembrar, que o SORATO e o MAURO GALVÃO vinham fazendo um belo trabalho nas bases, com entrada dessa velha nova diretoria,eles foram radicalmente demitidos, seria esses os critérios dessa renovação.

  • Reginaldo Rabelo

    Tem que ter cuidado nas afirmações. O Calebe, chegou ao Vasco e foi aproveitado poucas vezes até assinar o contrato longo(incompreensível, pelo pouco que atuara). Depois disso, o próprio Sorato não o escalou para os jogos do Torneio OPG e nem para as competições nacionais do final do ano.
    O meio de campo do sub-20 é muito bom – formado por Lucas Barbosa, Bruno Cosendey, Mateus Santana e Evander – e a única novidade nessa formação(em relação às escalações do Sorato, foi a entrada da revelação Evander, amplamente justificada na Copa São Paulo). Devemos lembrar que no sub-20 do final de 2014, o outro integrante desse meio de campo era o Guilherme Costa(no lugar de quem entrou o Evander) que “estourou” a idade para a categoria.
    Foram 6 os jogadores do sub-20(nascidos em 1994) que subiram porque em 2015 não podem mais atuar na categoria: Charles(goleiro), Henrique(lateral), Jhon Cley, Jonatas Paulista(volante), Marquinhos do Sul(atacante) e Yago. No atual elenco profissional, dois jogadores ainda poderiam atuar pelo sub-20(Thalles, nascido em 1995 e Lorran, de 1996).
    Portanto, é muito precipitado e injusto atribuir ao novo treinador a mudança de elenco na citada categoria(sairam os citados e subiram do Juvenil outros jogadores que mão poderiam mais atuar no sub-17: Caio Monteiro(atacante), Wendeyburg(zagueiro), Juninho(goleiro), Matheus Gomes(zagueiro/lateral), Renato Kayser(atacante) além de outros que mostraram qualidades para o sub-20(onde poderão atuar até por mais 3 anos), que são: Yuri(goleiro), Ricardo Graça(zagueiro), Rafael Martins(zagueiro), Allan Cardoso(lateral, da Seleção), Andrey Ramos(meia, da Seleção), Evander(meia, da Seleção), Matheus Vital(antes chamado Matheus Pet, meia).
    É o movimento natural na base, acrescentando que os jogadores devem ser avaliados constantemente para não errar fazendo contratos longos com quase-promessas(nos últimos anos o Vasco gastou muito para nada, com jogadores como: Max, Genilson, Matheus Avelar, Renato Augusto, Nilson, Diego Cerqueira, Gabriel Fernandes, Jarles, Arthur, Malco, Rodrigo Dinamite, Romarinho, Venicio, Waldir, Muriel Dorigatti, Everton França, etc).
    Atualmente, por não poderem mais atuar no sub-20(idade +) e não terem condições de aproveitamento no profissional, temos sob contrato Eduardo Favero(zagueiro), Matheus Batista(volante) e Brenner(goleiro). No próprio sub-20 – malgrado o bom trabalho realizado pelo Mauro Galvão e Sorato), ainda temos outros encostados por falta de condições técnicas e com contratos vigentes(para rescindir, lembremos, tem que pagar TODO o período restante) e que são: Calebe(agora emprestado ao São Cristovão, certamente com tudo pago pelo Vasco), Erondson(que é do Vila Rio, com contrato até 30/06/16), Giórgio(com contrato até 05/09/16), Luan Rocha(pouco joga, com contrato até 31/12/15), Wendel dos Anjos(emprestado ao Olaria, com tudo pago. Ou alguém duvida disso?), e muitos mais.
    Por imposição da Lei Pelé, os clubes muitas vezes – para não “perder” os jogadores – fazem contratos longos e não os aproveitam por falta de qualidade(uma coisa é jogar no sub-15, sub-17, sub-20 e outra muito diferente é subir). O mesmo se aplica a jogadores já rodados e que vc fica refém deles, citando-se: Alessandro(goleiro, com contrato até 31/12/15), Nei(contrato até 28/01/16), Sandro Silva(contrato até 28/02/16), Rafael Vaz(contrato até 06/06/16), os quatro por culpa direta do Renê Simões(que estendeu o contrato do Alessandro e contratou os demais).
    Assim, o Vasco – como acontece nos demais clubes – vai levando esse come-dorme até que os contratos acabem e haja grana para sustentar o plantel.

    • Marx

      Quem dera 10 % dos comentarios de noticias na internet fossem minimamente coerentes como o seu, Reginaldo. Belo comentario, bela explicacao. Parabens.

  • LUIS FELIZBERTO – COPACABANA – RJ

    Vamos vê o que vai dá no fim disso tudo.

  • Definitivamente esse clube não sabe dar valor ao seu próprio esforço!

  • Flamarion Tavaares

    Muitas vezes surgem garotos que explodem nas divisões de base porém ao chegarem aos profissionais não rendem o que deles se esperam – exemplos existem aos montes.

    Bota-los para jogar em outros clubes com a finalidade de dar mais rodagem para no fim fazer uma avaliação real é a coisa mais lógica que existe.

MaisRecentes

Caio Monteiro marca seus primeiros pontos no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A zona vascaína



Continue Lendo

O ‘novo’ Nenê



Continue Lendo