O Vasco e seu carrossel de emoções



Douglas deixou o seu (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Douglas deixou o seu (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Definitivamente, jogo do Vasco é um carrossel de emoções. Perdi as contas de quantas vezes comecei, parei e mudei o que iria escrever aqui. Não é teste para cardíaco, é para quem está saudável. Quem tem coração fraco pára quando sai a escalação.

Na atual conjuntura do time, talvez seja mais tranquilo enfrentar o Real Madrid no Santiago Bernabéu do que o Íbis em São Januário. O dom para complicar partidas relativamente fáceis é impressionante e o gol do Vila Nova, típico de totó, ‘dado’ por Rodrigo, é um exemplo claro disso.

No primeiro tempo, o Vasco parecia aquela menina linda que você namorou na infância, hoje ‘embarangou’ e ninguém, além de você, consegue perceber que um dia houve beleza ali. Apesar da descrença de todos, você se recusa a larga-la. Afinal, o amor é cego e envolve muitas outras coisas.

Mas a verdade é que doía só de olhar…

O empate antes do intervalo reacendeu a chama vascaína e impediu que a paixão se transformasse em ódio. O 3 a 1 final maquiou apenas um pouco do feio futebol apresentado, porém, como diz o provérbio, beleza não põe mesa. E a vitória, se não foi animadora e bonita pelo o que apresentou, ao menos foi eficiente para os objetivos do time.

Alívio, sim. Alegria, não. Sofrimento, muito.

Mas paixão, sempre!

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • concordo plenamente!!!! ta osso esse ano!!!

  • Ramon

    Esse time do vasco é medíocre……uma vergonha um lixo….e olha que sou torcedor apaixonado…..na verdade é um absurdo esses jogadores vestirem a camisa do meu Vascão…
    Agora…o Joel é uma piada…….
    Espero que a nova diretoria assume e some com todos esses jogadores……ah!! vende logo esse Talles é horrível……

  • Edson

    Cara, falou tudo. Se o saudoso Jorge Nunes(in memoriam) da Rádio Tupi estivesse ainda vivo, teria enfartado de desgosto com esse time. E bota “baranga” nisso… Precisamos de uma lipo, botox, solicone e mesmo assim não sei se resolve… Tá pra lá de feio… Mas, como o amigo disse, paixão não se explica. Apenas se sente. Nóa, vascaínos, que o digamos, não é mesmo?

  • Jorge g de Paula

    Todos os comentários retratam exatamente meu sentimento, meu sofrimento, enfim pessoal que tortura.
    No intervalo, pois assistia o jogo em meu computador, minha pressão estava no pico, tive que beber um copo d’agua, me acalmar, e me preparar para o segundo tempo.
    Nosso time, com raríssimas exceções é um bando sem nenhum esquema, e pensem bem não culpo nem o técnico, culpo sim a nossa Diretoria, desde o exaltado pela mídia e muitos dirigentes o Sr Caetano, a nosso eterno ídolo Dinamite, também pior Presidente , o mais incompetente, sem pulso, sem visão, juntamente com todos seus asseclas que pularam fora da
    Nau e a deixaram a deriva, na mão de um Comandante, sem condições de entender a grandeza de nosso Clube, nossa História, nossas tradições, nossa torcida.
    Enfim, como sócio torcedor do interior do estado, só me resta continuar torcendo.
    Saudações vascaínas a todos.

MaisRecentes

Memórias do Morumbi



Continue Lendo

Rescisão de Julio dos Santos com o Vasco é publicada no BID



Continue Lendo

O silêncio dos inocentes



Continue Lendo