Vasco e América-RN se enfrentaram pela Copa do Brasil em 1999



Juninho e Donizete faziam parte do time do Vasco em 99 (Foto: Reprodução)

Juninho e Donizete faziam parte do time do Vasco em 99 (Foto: Reprodução)

Os tempos eram outros, os times também, mas o adversário é o mesmo. Assim como este ano, em 1999 o Vasco encarou o América de Natal pela Copa do Brasil. Até então, a única vez em que as equipes haviam se enfrentado na competição.

Na ocasião, o Cruz-Maltino vinha da conquista do Torneio Rio-São Paulo no início da temporada e de dois anos com títulos expressivos, como o Brasileiro de 97 e a Libertadores de 98. Momento bem distinto do vivido atualmente pelo clube.

No primeiro jogo, em Natal, vitória vascaína por 1 a 0, gol de Luizão. Na volta, com um time misto, outro triunfo. Com tentos de Ramon e do centroavante Guilherme, o Gigante da Colina avançou na competição.

FICHA TÉCNICA – 1º JOGO

Vasco Da Gama 1 x 0 América (RN)
Data: 10/03/1999
Copa do Brasil
Local : Estádio Machadão (Natal – RN)
Árbitro : Carlos Eugênio Simon
Público : 20.373 presnetes
Gols : Luizão (Vasco 22/2ºT)

Vasco – Carlos Germano, Zé Maria, Géder, Alex, Felipe, Paulo Miranda, Juninho, Ramón (Vágner), Nasa, Donizete (Zezinho) e Luizão Técnico : Antônio Lopes

América RN – Marcelo, Célio, Marcelo Fernandes, Roni, Adalto, Carlos Mota (Januário), Balu, Carioca, Biro-Biro (Paloma), Clayton e Rogers  Técnico : Baltazar Germano

FICHA TÉCNICA – 2º JOGO

Vasco Da Gama 2 x 0 América (RN)
Data: 17/03/1999
Copa do Brasil
Local : Estádio de São Januário (Rio De Janeiro – RJ)
Árbitro : Francisco Dacildo Mourão de Albuquerque
Público : 4.424 presentes
Gols : Ramón (Vasco 6/2ºT) e Guilherme (Vasco 41/2ºT)

Vasco – Márcio, Zé Maria, Géder, Mauro Galvão (Alex), Felipe, Nasa, Paulo Miranda, Vágner, Ramón (Maricá), Zezinho (Alex Oliveira) e Guilherme Técnico : Antônio Lopes

América RN – Marcelo, Célio, Marcelo Fernandes, Roni, Adalto, Carlos Mota, Balu (George), Biro-Biro (Eric), Carioca, Clayton e Rogers Técnico : Baltazar Germano



MaisRecentes

Mortal



Continue Lendo

Vasco tem mais lesões do que vitórias em 2018



Continue Lendo

Não é azar



Continue Lendo