Um Vasco honesto



Dagoberto foi o camisa 10 do Vasco contra o Figueirense (Foto: Eduardo Valente/LANCE!Press)

Dagoberto foi o camisa 10 do Vasco contra o Figueirense (Foto: Eduardo Valente/LANCE!Press)

‘Amigo, vou ser bem sincero com você. A nossa realidade não é de título’.

A declaração de Dagoberto, após o empate contra o Figueirense, foi a mais honesta possível. Há sempre aqueles que não conseguem distinguir o clube do time, e não entenderão a diferença entre os dois.

É óbvio que o Vasco, clube, instituição, por sua grandeza, deve sempre almejar o topo. Mas o time, aquele que vai a campo, tem que entender suas limitações para não tentar dar um passo maior que a perna e acabar caindo. Literalmente.

Os dois empates em 0 a 0 mostram o quão sincero e honesto é esse time comandado por Doriva. Você sabe exatamente como ele irá se portar, não te engana. A equipe joga, primeiramente, para se defender. Se der, ataca. É isso, sem goleadas mentirosas ou derrotas vexaminosas.  Sem extremos. No meio, empatado.

Com um pontinho aqui e uma vitória magra ali – sim, torcedor vascaíno, ela virá -, o Cruz-Maltino deverá caminhar pelo Brasileirão sem chamar muita atenção. Isso é o que pode se esperar do clube este ano, nada além. Claro, virão triunfos mais tranquilos e derrotas mais dolorosas, mas faz parte. E que nenhuma delas o deixe se enganar.

Por enquanto, o Vasco tem ‘meio time’. Certamente, um dos melhores setores defensivos do Brasil. Em contra-partida, um dos ataques menos eficientes da Série A. Na balança, um time mediano, assim como a grande maioria de seus concorrentes, o que muda são os pontos fortes e fracos. Cada um tem os seus.

A honestidade começa quando se entende os objetivos que busca. O Vasco entendeu o seu, agora é correr para superá-lo.

/BlogDoGarone
@BlogDogarone 



  • Rodrigo

    Exato.
    O CRVG, pela sua grandeza, não é coadjuvante.
    Porém, com a realidade instalada novamente pelos corredores de S.Januário, temos condições de almejar uma Sulamericana.
    Libertadores é algo que só acontece com o time bem.
    Hoje, nossa realidade é meio da tabela.
    Pra quem caiu 2x em 5 anos, é uma posição honrosa.

  • Daniel José

    Ainda é muito cedo para “estipularmos” algo.

    Os times Brasileiros, tirando 2 ou 3 exceções, se equivalem em sua maioria, o futebol Brasileiro está muito nivelado em qualidade(pela falta dela) e o Vasco não deve nada a ninguém, temos um excelente goleiro, talvez a melhor dupla de zaga do Brasil, bons laterais que não devem nada a outros, bons cabeças de área, um bom e e esforçado atacante(Gilberto) e um bom e experiente meia atacante(Dagoberto), além disso temos salários em dia, comprometimento e um técnico que armou bem o time e é serio.

    Resumindo, com 2 rodadas nada pode ser avaliado, nem para o bem e nem para o mal, se será campeão, não sei, se conquistará vaga na libertadores, também não sei, agora tenho certeza absoluta que dará trabalho, bastante trabalho, não será um time fácil de ser batido em nenhum campo desse país.

    Se for reforçado com uns 2 jogadores do meio para a frente então…………..aguardemos, qualquer prognóstico agora é puro CHUTE.

    VASCO Campeão Carioca 2015 e por que não, rumo ao PENTA Brasileiro, afinal não disputamos a Premier League e nem o campeonato Espanhol, disputamos o nivelado por baixo, campeonato Brasileiro.

    Já Flamengo e Fluminense(os 2 melhores do Rio, segundo os “grandes analistas”), na minha opinião, esses sim, tem que se preocupar e MUITO.

    Aguardemos as cenas dos próximos capítulos e dá-lhe VASCO.

    • Matheus Brito

      Não é cedo se você prestar atenção nas entrevistas da diretoria. O Vasco não tem dinheiro e quer pagar em dia. Pra isso precisa de uma folha não muito cara. Isto posto, não aposte na chegada de grandes nomes. Chegarão reforços medianos, à altura do plantel que está aí. Teremos um time mediano e com isso, juro por Deus que me dói mas espero sinceramente ficar no meio da tabela. Não gosto de emoções fortes lá na zona da “confusão”.

  • Vicente

    Garone, concordo com você. Na verdade acho que nosso ataque é mais inoperante por conta de um meio campo inofensivo, porém muito bem postado. Precisamos de um camisa 10, ponto. Porém, me diga o time que tem um bom camisa 10! Ganso? Wagner? Jadson? Valdivia? Sinceramente, se não for pra vir um cara realmente decisivo, previro que o Doriva tente uma sequencia com nossos jogadores mesmo… Levo fé no Indio, mas é muito garoto. Acho que seria uma boa também tentar com o Dagol nessa possição de fato… sem obrigação de armar, focando na articulação. Aproveitando… o Julio Cesar fez muito bem ao Christianno… o muleque tá jogando bem! Abraço.

    • Matheus Brito

      Os times estão carentes de um camisa 10 e talvez ele nem surja mais no Brasil. O que se busca então são alternativas. Dagoberto em duas partidas não funcionou na função, bem como Bernardo, Montoya e Marcinho. Temos o Índio que já poderia ser testado. No elenco só vejo ele. Prevejo fortes emoções esse ano. O Vasco anula o seu adversário com a mesma facilidade com que é anulado. Os empates não vão parar por aí, aguardem.

      • Alexandre F.G.

        Realmente os times estão carentes de um camisa 10, mas para mim tem 2 boas opções que são bem interessantes: Alex (Inter/RS) e Renato Cajá (Ponte)… não são brilhantes, mas seriam interessantes!

  • JC

    Esse artigo do Garone tem de ser repetido todos os dias para que os torcedores, adeptos e sócios do CRVG não se deixem iludir. Nosso time é mediano, não tem diretoria, conselheiros, etc., mas proprietário, que manda e desmanda como um ditador e colocará em votação, por esses dias, uma dívida SUA de 3 milhões com o Clube. Se esse perdão se concretizar ( a menos que tenha motivo muito forte o que não acredito) os sócios votantes terão obrigação de unir-se e demandar contra a atual situação para exigir um “empeachment” dos atuais mandatários. É muito estranho um Presidente dever ao Clube. O CONTRÁRIO É NORMAL. Esse fato é muito estranho!

    • Matheus Brito

      O Conselho nem era para colocar em votação essa questão, contudo é preciso entender o motivo da dívida. Não foi dinheiro que ele pegou, mas um dinheiro que o Vasco pagou porque ele resolveu tirar o charuto da boca e falar besteira. Simples assim.

  • QUE

    MERDAAAAAAAAAAAAA

    DE

    TIMEEEEEEEEEEEEEEEE……………………..jogar p/não cair.

  • Não vamos fazer tempestade em copo de água ! Foi a melhor partida que assisti , o nosso time jogou , criou , só não fez gol . O adversário , em seu campo foi valoroso , porém não foi melhor que o nosso ! Agora picuinhas à parte , em nada ajudam , ao contrário só tumultuam . O Vasco mudou queiram ou não , os desafetos do Eurico . Para melhor ! Existe uma diretoria atuante trabalhando para o Vasco e presente no dia a dia do clube . Façam uma visita constatem , não existe mais abandono . Seja em São Januário , Calabouço ou Lagoa .
    AVANTE VASCÃO !

  • Fernando

    Temos que trabalhar com a realidade que esse time e limitado, buscar reforços pontuais para as principais carências formar uma base para 2016 melhor, não podemos ficar como alguns times adversários que são limitados que dormem sonhando com titulo e acordam com derrotas e vergonha de resultados negativos, em quanto jogarmos com raça para superar as nossas limitações as coisas vão andar bem.

  • Zeca Pinto

    Se o Vasco faz os três gols que perdeu, claramente, no primeiro tempo com o Figueirense, o sensato comentário do Garrone seria outro. Mas, acho ainda muito cedo para se dizer que o Vasco não chega entre os quatros que vão disputar a Libertadores. O time é mediano mas tá querendo mostrar serviço. Com a contratação de mais duas peças para o meio e o ataque, vamos brigar por coisa melhor no Brasileirão. Ainda acredito!Saudações Vascaínas!

  • ODILON SILVA – RJ

    Finalmente conseguiram renovar o contrato com a CAIXA ECONÔMICA, demorou cinco meses, mais renovaram. Espero que não voltem colocar SUPER MERCADO OCEANO na poderosa camisa vascaína outra vez, a marca vascaína não pode ser desvalorizada assim. Só não reunirá entender essa do Eurico Miranda, brigou pie ingressos caros no maracanã, agora colocou ingressos custando 60 reais na estreia vascaína no brasileiro.

  • Pessôa

    Aos que esperam pela contratação de um grande jogador, atentem para uma realidade: Jogador de alto nível não aceita jogar no Vasco enquanto Eurico, com sua arrogancia, for nosso presidente. Já vimos êsse filme antes, durante administrações anteriores do charuto, quando vários grandes jogadores esnobaram nosso clube, por não aceitarem os desmandos do dito cujo! Agora mesmo, o Diego Souza nos esnobou, dizendo que se sentia melhor no Sport, ao ser perguntado se gostaria de jogar no Vasco. Essa diretoria só consegue contratar alguém por empréstimo, isso se não enfrentar concorrencia. Até o Caucaia é emprestado! Nossos melhores jogadores, com excessão de Madson e Gilberto, em 2014 já eram atletas do Vascão!

MaisRecentes

O vaivém do Vasco para 2018



Continue Lendo

Sub-23: Vasco acerta com mais dois jogadores do São Gonçalo



Continue Lendo

Desábato será o 34º estrangeiro a defender o Vasco neste século



Continue Lendo