Transferência de Philippe Coutinho poderá render milhões ao Vasco



Philippe Coutinho era uma dos destaques do Vasco em 2010 (Foto: Divulgação/Vasco)

Philippe Coutinho era uma dos destaques do Vasco em 2010 (Foto: Divulgação/Vasco)

Um dos nomes mais cobiçados da janela de transferência, Philippe Coutinho pode se tornar uma fonte de renda também para o seu ex-clube, o Vasco. Criado em São Januário, o jogador do Liverpool e da Seleção Brasileira tem sido especulado por Paris Saint-Germain e Barcelona, que estariam dispostos a pagar cerca de R$ 116 milhões pelo jogador.

De acordo com o mecanismo de solidariedade de FIFA, o Cruz-Maltino tem direito à 2,25% de qualquer transação internacional que envolva o atleta. Caso o negócio seja concretizado nestes valores, o clube receberá cerca de R$ 2,6 milhões pela transferência.

Coutinho chegou em São Januário com apenas sete anos para jogar futsal e ficou na Colina até completar 18 anos de idade. Em 2009, aos 17 anos e já negociado com a Inter de Milão, subiu para os profissionais onde atuou até o meio da temporada seguinte, quando completou a maioridade e seguiu para a Itália.

Pelo Vasco, como profissional, Philippe disputou 44 partidas e marcou 5 gols.

Divisão do percentual da indenização aos clubes formadores:

12 anos – 0,25
13 anos – 0,25
14 anos – 0,25
15 anos – 0,25
16 anos – 0,5
17 anos – 0,5
18 anos – 0,5 *
19 anos – 0,5
20 anos – 0,5
21 anos – 0,5
22 anos – 0,5
23 anos – 0,5

Obs: Como Coutinho deixou o Vasco no meio da temporada em que completou 18 anos, o clube tem direito a receber apenas o valor proporcional ao período, ou seja, 0,25% e não 0,5%. Por isso o Cruz-Maltino tem direito à 2,25% e não 2,5%.



  • Alison Silva Paixão

    Vascão fábrica de craques!

  • Marcel Silva Leopoldino

    E quem disse pra esse Garone que o Liverpool é pequeno? Vai se informar melhor, colunista!

    • Caio

      Ele por acaso disse que é pequeno? Vá aprender a ler, leitor.

      • Marcel Silva Leopoldino

        Vá aprender interpretar textos, querido colega! Dizer que “… tem sido especulado em grandes equipes da Europa, como Paris Saint-Germain e Barcelona…” quer dizer o quê? No mínimo, há um erro seu e dele de interpretação. O correto, para não deixar dúvidas, seri “…OUTRAS GRANDES EQUIPES DA EUROPA…”. E André, me desculpe, mas realmente está incorreta a sua colocação, dando margens à minha interpretação. Corrija isso se não quer que outros interpretem da mesma maneira. EU, como torcedor e conhecedor das histórias do Liverpool, fiquei sim muito decepcionado com sua colocação. Abraço!

        • André Schmidt

          Desculpa, Marcel, mas discordo novamente. Não é obrigatório dar referência de grandeza a cada clube citado em matérias. A referência feita é única e exclusiva aos citados após o adjetivo, não é condicional ao citado anteriormente. Só um outro exemplo: falar que alguém é bonito não faz todo o resto ser feio. Se eu tivesse escrito, por exemplo, “finalmente é cobiçado por grandes” ou “mudará para um grande”, tudo bem. Mas o adjetivo foi só para registrar que ele desperta o interesse de grandes, poderia estar sendo cobiçado também por pequenos, médios, micros… Lembrando que junto com o Liverpool, a Seleção Brasileira também é citada, e não foi necessário citar tamanho também. Abraço!

          • Marcel Silva Leopoldino

            Discordo novamente, André. A questão não é de semântica ou gramatical, é de interpretação. E quando você não é direto na sua colocação, qualquer pessoa pode interpretar do jeito que quer. Como eu disse, o correto e que não daria margens à nenhuma interpretação seria ” outras grandes equipes da Europa”. O fato de ele ser jogador do Liverpool é obviamente irrelevante no caso (o Liverpool é grande por natureza e não é o interessado na “compra” do jogador e a sua matéria é sobre isso) e da Seleção Brasileira não tem lógica ser mencionado por você, pq nenhuma seleção de outro país o “contratará”, isto não existe. A comparação que você fez foi entre GRANDES CLUBES e não seleções, isto é claro.

          • André Schmidt

            Isso, você tocou no exato ponto: a interpretação é sua, não minha. A minha parte, é a escrita e está correta. O texto não é sobre o tamanho dos clubes, mas sobre a negociação. Você, como torcedor, que está entrando nesta questão carregando uma bagagem que não é do meu texto, mas de outros que colocam o Liverpool abaixo. Não o meu. O meu, não diz nada sobre o tamanho do Liverpool porque simplesmente não é o foco. Quem lê sem paixão não viu essa maldade que você está querendo ver. Isso não está no meu texto, está em você por conta de outros comentário e textos, não o meu. E você está interpretando errado exatamente por outra coisa que você falou: “A comparação que você fez”… Pois é, não é uma comparação, por isso o seu equívoco. Quem está comparando é você. E sobre citar a Seleção, é relevante sim, pois ele jogou ontem por ela, portanto, é atual e importante no contexto, inclusive em relação a valorização dele. Abraço!

          • Marcel Silva Leopoldino

            Então quer dizer que a opinião dos torcedores do Liverpool não tem importância no contexto? Meu amigo, você está falando de futebol e não de receita de bolo, portanto, se a questão da paixão pelo clube tem que ser deixada de lado, algo está errado. Ou você não deveria escrever sobre futebol ou então deveria aceitar melhor as críticas e se policiar nos textos e comentários. Qualquer coisa que escreva sobre qualquer clube, tem que ser o mais objetivo possível. Não é porque é um clube de fora do Brasil que não vai ouvir críticas. Inclusive a torcida do Liverpool no Brasil é maior que muitos clubes tidos como grandes. Imagina se falasse “…grandes times do Brasil o querem…” e esse jogador fosse atualmente do Corinthians, Flamengo, Palmeiras??? Você acha que a reação deles seria diferente?? Me desculpe, mas é você, o seu texto que está dando margem à esta interpretação e você deveria aceitar isso ou então corrigí-lo.

          • André Schmidt

            Sim, a paixão é fundamental – pelo visto não acompanha meu trabalho -, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra. A informação fundamental do texto foi passada com clareza, e esse era o objetivo do texto, não falar quem é grande ou pequeno. Isso não é um texto opinativo. E eu aceitei bem a crítica, só não concordei com ela. Aceitar critica não é achar que está errado mesmo estando certo, principalmente quando o primeiro comentário foi completamente desrespeitoso. Só por isso lhe respondi. Se a notícia fosse “Nenê recebe proposta de grande clube do Brasil” também estaria certa, como estão INÚMERAS matérias neste formato. Pelo simples fato que exaltar a grandeza de um não tira a grandeza dos outros. Você está interpretando uma informação que não há no texto. Mas para encerrar o assunto, vou tirar o grande da frase e fica ao critério do leitor o tamanho de cada. Abraço!

          • Marcel Silva Leopoldino

            Como eu disse, seria só colocar “outras grandes equipes” e não tirar o grande, pois concordo que todos o são. Você vai evitar outras interpretações deste tipo. E é interpretação, eu não disse em momento algum que o texto está incorreto. Se achou desrespeitoso meu primeiro comentário, lhe peço desculpas, não foi esta a intenção. Foi só a paixão futebolística. Abraço.

          • André Schmidt

            Mas isso que estou tentando lhe explicar: se eu colocar “outras grandes equipes” também dará margem para interpretarem se já foi especulado em outras além das duas. Ficará estranho pois na mesma frase falo também de Vasco e Seleção Brasileira. Por isso não coloquei anteriormente. Até porque, não posso dizer que sou torcedor do Liverpool porque não torço realmente para nenhum de fora, mas tenho um carinho maior na Inglaterra exatamente por causa do Coutinho. Dizendo isso, acho que deixo claro que minha intenção não era diminuir o clube. Então, agora, optei pelo mais simples, tirei. rs Abração!

          • Marcel Silva Leopoldino

            Desculpe a amolação e encheção de saco. Agora ficou bem mais legal kkk. Abraços.

          • André Schmidt

            Sem problemas, estamos aí pra isso! hahahaha
            Abração e bom fim de tarde, Marcel!

        • André Schmidt

          Só outra coisa: a frase é “tem sido especulado em grandes equipes da Europa”. Não poderia ser em “outras grandes equipes” porque ele não é especulado no Liverpool, ele é jogador do Liverpool. A ação da frase é a especulação, não time que ele joga. Abraço!

    • André Schmidt

      Em momento algum falei que o Liverpool é pequeno, apenas falei que PSG e Barcelona são grandes, o que nada tem em relação ao tamanho do Liverpool. Sua interpretação foi completamente equivocada, Marcel.
      Abraço!

    • Felipe César

      Cara, que besteira de discussão, coitado do jornalista ter que ficar perdendo tempo….

      O Liverpool não é pequeno mas não também não faz parte dos maiores.

      Pelo poder aquisitivo e de mídia, atualmente o PSG faz parte dos maiores.

      E deixo aqui minha opinião e saio dessa discussão, se me responderem saibam desde já q n lerei.

      p.s.: ultima, so pq esqueci: só pq torces para um time isso não o torna grande, sinto muito.

      • Ayres Santos

        Discordo em genero numero e grau. Liverpool é muito, mas muito maior que o PSG. Olhe o numero de conquistas de cada clube a nivel internacional e nacional. Isso sem contar que o PSG disputa uma liga fraquissima, se comparada com a inglesa. Equipes como PSG, Manchester City ou Chelsea, são “novos ricos”do futebol e ainda tem que crescer muito para alcançar um status que o Liverpool conquistou. Se voce gosta mesmo de futebol, gaste um dinheirinho e vá a Anfield e depois a Stamford Bridge (Chelsea) ou Ettihad Stadium (Man City) e voce vai entender a diferenca. Em Anfield até as paredes te contam a historia do clube. Pare para escutar YNWA cantado a plenos pulmoes por 40 mil pessoas. Nos outros estadios parece que vc está num hospital, cheio de fas que nem sabem o que acontece em campo ou entendem as regras do jogo. Totalmente artificial. Ninguem compra historia e tradicao. Quanto ao texto do Garone, está perfeito, em nenhum momento ele diz que o Liverpool não é grande.

      • ROLÓN

        PSG maior…Não fala besteira, nunca jogou nem uma semi de UCL..
        Enquanto o Liverpool e um dos maiores vencedores…

MaisRecentes

Paulinho ganha onze posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O nascer de Paulinho



Continue Lendo

Memórias do Morumbi



Continue Lendo