Sugestões de reforços para o Vasco de 2015



Borges está de saída do Cruzeiro (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

Borges está de saída do Cruzeiro (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

Reformular, reconstruir, renovar… Palavras de ordem em São Januário desde a volta de Eurico Miranda e o retorno do Vasco a Série A. Mudanças. É isso que todo vascaíno espera e sonha. Dias melhores, mais calmos. Mais sorrisos e menos lágrimas.

O Vasco termina 2014 com apenas dois jogadores em alta e com posições até então garantidas entre os titulares: Martín Silva e Guiñazu. Todos os outros ou estão de saída ou foram irregulares, entrando e saindo da equipe, durante o ano.

O gol é a única posição em que não são necessários reforços. Além do uruguaio, Jordi também agradou. E ainda conta com Rafael Copetti, que sequer estreou, Alessandro, que volta de empréstimo, e Diogo Silva. Os dois últimos podem – e devem – sair.

Na lateral-direita, Diego Renan, André Rocha e Carlos César saem. Talvez seja a posição mais complicada para se achar reforços de qualidade. Se tem contrato e temos que pagar salário, não vejo porque não voltar a utilizar o Nei. Ou rescinde de uma vez. Neste caso, Patric, do Sport, poderia ser tentado. Para a reserva, a solução está em casa: Richard, Eron, Gabriel Fernandes e Everton França, todos dos juniores. Quem estiver melhor sobe.

Na zaga, mais dúvidas. Mas também é uma posição onde não há ninguém disponível no mercado que chegue para resolver. Precisa de reforço, mas com menos urgência que em outros setores. Temos Rodrigo, Luan, Anderson Salles, Rafael Vaz e Jomar. Douglas Silva ainda pode renovar. Contratar apenas em caso de saída de um dos titulares. Manoel, do Cruzeiro, é um bom nome mas dificilmente sai da Raposa.

Na lateral-esquerda, um caso semelhante ao da direita. O que temos em casa não difere em nada do que há no mercado. Quem é acima da média, tem contrato e/ou é caro. Na dúvida, Lorran e Henrique dão conta do recado. Marlon deveria ser emprestado ou rescindir.

O meio de campo hoje conta com Guiñazu e mais ninguém. Pedro Ken, Fabrício, Douglas, Dakson e Maxi Rodriguez estão todos de partida. Aí sim tem que haver um esforço grande da diretoria para contratar. Buscar o retorno de Jumar talvez possa ser uma boa. Sandro Manuel, do Santa Cruz, mas que já acertou com o Ceará, ou Wanderson, do América-RN, também são opções relativamente baratas e boas. Aranda, Jhon Cley e Jonatas Paulista (juniores) seriam os suplentes. Sandro Silva também pode reaparecer.

Mais à frente, os reforços de peso. Para ter um grande time é necessário um craque, uma referência no meio de campo. Um camisa 10 que chame a responsabilidade e se imponha em campo.  Thiago Neves e/ou Diego Souza, que já foram especulados, seriam os nomes ideais. Dispensando os que não iremos utilizar e contratando de forma pontual, acho possível viabilizar estas vindas, mas aí já é um trabalho da diretoria. Montoya, Bernardo, que volta de empréstimo, e Guilherme Costa, destaque do sub-20, ficariam como opções no elenco.

No ataque, mais uma vez é a base que pode mostrar serviço. Thalles, Marquinhos do Sul e Yago precisam ser efetivados. A chegada de um nome de peso e mais um atacante de área seriam interessantes. Dagoberto seria uma ótima, mas é caro. Borges, que está de saída do Cruzeiro, uma opção viável. O mercado sul-americano também pode ser uma boa.

O jovem Deyverson, de 23 anos, do Beleneses, já marcou oito gols em 15 jogos nesta temporada e também merece ser observado. Desconhecido, possivelmente barato e que tem demonstrado qualidades. Seria também uma excelente aposta!

Resumindo: o Vasco precisa primeiro dar um destino aos jogadores que estão no elenco mas não serão aproveitados. Depois disso, com a folha salarial menos inchada e o grupo com brechas, ir às compras. O meio e o ataque necessitam de reforços com urgência. Os outros setores, apenas em caso de novas saídas e sem fazer loucuras.

‘MEU’ VASCO PARA 2015:

Goleiros – Martín Silva, Jordi e Copetti
Laterais – Nei (ou Patric, caso saia), Richard, Guilherme e Lorran
Zagueiros – Rodrigo (ou Manoel, caso saia), Douglas Silva, Luan, Anderson Salles, Rafael Vaz e Jomar
Volantes – Guiñazu, Jumar /Wanderson/reforço, Aranda, Jhon Cley , Jonatas Paulista e Sandro Silva
Meias – Diego Souza, Thiago Neves, Bernardo, Montoya e Guilherme Costa
Atacantes – Dagoberto/Borges, Thalles, Deyverson, Marquinhos do Sul, Yago e mais reforço (centroavante)

Time base: Martín Silva, Patric (Nei), Manoel (Rodrigo), Douglas Silva e Henrique; Guiñazu, Jumar, Diego Souza e Thiago Neves; Dagoberto (Borges) e Deyverson (Thalles).

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

Martín Silva pontua no Troféu Ademir Menezes; Pikachu reassume a liderança



Continue Lendo

O voo do Vasco



Continue Lendo

Pikachu se torna o 3º maior artilheiro do Vasco na história da Libertadores



Continue Lendo