Saudade



Vasco estreia no Carioca dia 31 de janeiro (Foto: Divulgação/Vasco)

Vasco estreia no Carioca dia 31 de janeiro (Foto: Divulgação/Vasco)

– Ei, amor, precisamos conversar.

– O que você quer?

– Estou com saudades.

– Sei…

– É verdade, sei que falo muita besteira, me irrito fácil, digo que não quero mais saber de você, que não vou mais sofrer por você, que não quero mais te ver… Mas é tudo mentira… Estou com saudades…

– Não é o que eu fiquei sabendo.

– Como assim?

– Me falaram que você passou a tarde de ontem de olho em uma inglesa e que hoje já tava marcando com a espanhola. Andou se divertindo até com uma portuguesa nesse fim de ano…

– Ah, amor, você sabe que é só passatempo, só faço isso pra te provocar, ver se você volta logo, se o ciúmes te faz sentir minha falta também…

– Ouvi dizer que você ia comprar até camisa nova em homenagem a elas…

– Mentira! Bom, mais ou menos…

– Como assim mais ou menos??

– Na verdade eu ganhei uma camisa nova de Natal, italiana…

– Não acredito… E você usou?

– Claro, não podia fazer desfeita! Mas te juro, meu amor, eu não beijei! Não beijei!! Só dei umas voltinhas com ela, fui no shopping, mas juro que não a beijei, jamais faria isso com você!

– Se você soubesse quantos que me beijam e vão embora…

– O quê???

– Nada, pensei alto… Deixa pra lá.

– Mas então, amor, você vai voltar?

– Você sabe que agora eu não posso, preciso de um tempo…

– Nem para um amistoso?

– Você sabe que não sou dessas.

– Jogo-treino?

– Vou nem te responder…

– Quando te vejo então?

– Dia 31, em São Januário, contra o Madureira.

– Carioca?

– Só quer saber das gringas agora, é?

– Não, amor, só estava confirmando… Se importa se eu for?

– Ai de você se me deixar! Pode usar sua camisa da Juventus até lá, não me importo. Mas nada de vermelho e preto, ok? Sem Bayer Leverkusen, tá?

– Nem do Sport, em homenagem ao Juninho, Ademir… Não?

– Você tá querendo me irritar, é? Não!

– Ok.

– E lá, no dia, vá com aquela sua roupa que gosto, a preta, com faixa branca e cruz vermelha no peito.

– Combinado! Mas posso te pedir só mais uma coisa?

– Pode dizer.

– Tenta fazer menos falta em 2016, não vacila mais não… Você anda irreconhecível às vezes… Tá ficando difícil te defender…

– Eu sei, vou me esforçar… Me ajuda?

– Sempre, meu amor. Sempre…



  • Claudio

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Felipe Will

    Cara, muito bem bolado esse seu texto… É exatamente esse o sentimento, pelo menos o meu é igualzinho

    • Claudio

      kkkkkkkpuxa-saco!…será que o Siberiano tem o mesmo sentimento e ponto.kkkkkk

MaisRecentes

Caio Monteiro marca seus primeiros pontos no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A zona vascaína



Continue Lendo

O ‘novo’ Nenê



Continue Lendo