Roth precisa corrigir a ‘bipolaridade’ do Vasco



Jogadores comemoram um dos gols de Riascos (Foto: Olimpio Neto/Eleven)

Jogadores comemoram um dos gols de Riascos (Foto: Olimpio Neto/Eleven)

Tinha tudo para ser um fim de quarta-feira tranquilo para o Vasco. Quem sabe até um jogo para golear e fazer as pazes com as redes. E, até o intervalo da partida, era isso que se desenhava.

Um time bem armado, com quatro homens em  linha no meio, e que saia em velocidade com Riascos e Jhon Cley. Anderson Salles, atrás do quarteto, fazia uma marcação quase que individual em cima de Cascata e matava a armação do América-RN. Foram 45 minutos de um bom futebol vascaíno, sem sustos e organizado.

Porém, como de costume, a equipe foi incapaz de manter o ritmo e, principalmente, a concentração. Seja por falta de atenção ou por mau preparo físico, o time parou na etapa final e botou o clube potiguar de volta na partida. É um enredo já conhecido em São Januário: quando o jogo fica fácil, rapidamente alguém arruma um jeito de complicar.

O pênalti infantil de Jordi – que vinha de boas atuações – causou uma pane no Vasco. De repente, toda tranquilidade que o grupo vinha tendo virou desespero, chutões, botes errados e arrancadas para o nada. Era como se alguém tivesse virado o disco vascaíno e o lado B trouxesse à luz sua face mais sombria.

Roth precisa consertar esse desejo quase autodestrutivo da equipe, que se perde no primeiro sinal de problema. O emocional não fala alto no time quando algo dá errado, ele berra! E a equipe sente.

Era dia para o torcedor vascaíno dormir tranquilo, pensando se o atacante colombiano merece ou não uma chance entre os titulares. Mas a vacilada no fim trouxe, novamente, um ar de desconfiança que podia ter sido evitado.

O Vasco ainda é inconstante, bipolar, e incapaz de apresentar 90 minutos de um futebol seguro. Atrapalhou a sua própria noite que poderia ter sido de gala, ainda que tenha vencido. Foi bom, no ponto de vista do resultado, mas poderia ter sido melhor.

E nem precisava ter feito nada de diferente, apenas repetido a atuação segura do primeiro tempo. Talvez isso seja o que mais incomode o torcedor, a falta de capacidade em repetir o que já fez em alguns momentos. Se não é um futebol bonito de se ver, ao menos é eficiente e constante.

É hora do time aprender a vencer sem sustos.



  • Bom Dia!!!! Com todo respeito..não dá para jogar com 3 volantes contra o América de Natal..Se tomou 2 do América com 03 volantes ,imagina do Palmeiras e Corinthians que são os nossos próximos adversários no brasileiro.No jogo de ontem fiquei louco quando em alguns momentos o Riascos tinha de voltar e cobrir o lado do lateral quando na verdade a função esta é de um dos volantes. Assim o Riascos realmente não vai ter fôlego o suficiente até o fim do jogo. Acorda Celso Roth.

    • Alessandro Louzada

      Exatamente! Reparei a mesma coisa, Jhon Cley e Riascos pelas pontas(trocando posiçao) Jhon aguenta voltar e atacar tempo todo, riascos morre aos 15″ 2ºT..Nao consigo compreender esse pensamento de jogar com 3 volantes, 1 de contençao e 2 soltos ajudando na armaçao, pq nao usa 1 fixo e 1 solto? Cristiano ja merece ser banco faz tempo, todos os gols saem na avenida dele, mas o estranho é: Ele nao ataca e nao defende, o que ele faz entao?

      Esse jogo era pra testar a base, Kayser e Evander precisam de uma chance..
      O mesmo “faro” de gol que Herrera e Riascos estao tendo, Aislan tem de fazer besteira, é incrivel como esse cara consegue fazer tanta merda, sorte dele que do outro lado tinha Bussato(sei la como escreve).

      Roth esta perdendo alguns jogadores, Manu tava jogando bem demais, ganhando confianca, parou de ser escalado e so entra pra jogar 15Min, Julio do santos a mesma coisa, poe o cidadao como segundo voltante, ou usa ele como Falso terceiro volante pra ajudar andrezinho armando jogadas..

      • Vitor

        Existem coisas que são obscuras pra nós torcedores. Por exemplo, o Roth disse que dois volantes saem pro jogo, mas quem? Guina? Serginho? Tá de sacanagem! Concordo que era jogo pra testar e ganhar fácil. Manter Serginho e Cristiano nesse time é brincar com a cara dos torcedores. Dava pro Manu ter entrado fácil nesse jogo e ainda os muleques da base. Lado Ruim do vasco ter jogado bem nesse esquema retranqueiro dele é que vai repetir esse time achando que vamos jogar todo jogo com times da série c.
        Vamos ver contra o palmeiras com qual time que ele vai entrar dentro de casa.
        Não temos time pra cair, mas esses bastidores do futebol tem muitas respostas para essas perguntas que nós fazemos….

  • GIO

    Esse tal de Aislanta da zaga é um BONDE. Esse cara falha todo jogo. Tá me lembrando o Nei. Se esse cara continuar no time, ainda vai fazer muitos gols contras, dar furadas e ser expulso. É MUITO FRACO. Esse Jordi é MUITO DESESPERADO. Ele podia ter comprometido o jogo. Podia ser expulso se fosse perigo de gol eminente no lance do penalti. TOMARA QUE O MARTIN SILVA E O LUAN VOLTEM LOGO.

    • Pedro

      Já viu como o Rodrigo também erra demais? E olha que é experiente, está jogando com regularidade.. Ele também é um bonde!

  • GIO

    ESQUECI DE UM DETALHE. Esse Cristiano é muito fraco. Dá a bola para o adversário. NÃO ATACA E NÃO DEFENDE. COLOCA LOGO O JULIO CESAR. É O QUE TEMOS PARA HOJE.

  • Daniel

    Guina e Serginho não podem jogar juntos, isto esta mais do que provado os dois só sabem tocar a bola para o lado com a boa entrada de Salles no time titular poderiam dar mais oportunidades par o argentino primo do messi, sempre que entra mostra que tem qualidade e principalmente velocidade, encosta bem nos atacantes e faz gols, agora esse Aslan não tem a mínima condição de jogar no Vasco e Cristiano e uma avenida ate o fraco lateral do America deitou e rolou em cima dele, ta na hora de fazer novas apostas nas divisões de base acho que não tem como ser pior do que os que estão em campo.
    Gostei da escalação de Talles tem que jogar o máximo que poder para ver se aparece uma proposta e assim ao menos aumentar a receita do clube.

  • Reginaldo Rabelo

    Alguns já comentaram antes de mim, mas vou continuar a “bater na tecla” em que venho insistindo desde o início do ano: Christiano é muito fraco. Ele se manda com ou sem bola e leva nas costas o tempo todo.
    Jordi, que salvara antes(na furada do Rodrigo e numa cobrança de escanteio em que não tinha ninguém postado na trave), foi precipitado no lance do pênalti, mas – como sempre tem acontecido – o Christiano se mandou, o Guinazu errou um passe de meio metro e lançaram a bola pela esquerda da defesa do Vasco onde não tinha ninguém nosso(o primeiro que apareceu foi o Jordi que cometeu o pênalti desnecessário).
    No lance do segundo gol deles, a mesma coisa com a bola lançada nas costas do Christiano e quase tomamos o terceiro gol(defendido com a ponta dos dedos pelo Jordi), quando de novo o Christiano estava olhando a Lua, pelo que foi imediatamente substituído.
    Espero que o Roth se convença definitivamente sobre esse jogador que prejudica o time em quase todas as partidas.
    Quanto à questão dos 3 volantes(Serginho nunca foi volante de contenção), penso que Roth fez essa opção ontem porque tinha muitos desfalques e porque está em dificuldades para barrar o Guinazu(a despeito de sua dedicação e empenho, não é mais o jogador de 5/6 anos atrás e rende objetivamente muito pouco). Não nos esqueçamos também do Aislan. Nenhum time passa impunemente com Aislan e Christiano em sua linha de defesa.
    Ainda bem que o Luan está voltando semana que vem de sua “Seleção” para a qual não devia ter ido(como querem vendê-lo, liberaram), pois junto com o Rodrigo e Martin Silva, representa a firmeza de nossa zaga.
    Tem gente por aí reclamando(incrível como nossa torcida reclama de certas coisas) da ausência do Gilberto. Gilberto, não é esse atacante que muitos enxergam. Afinal, em 26 jogos marcou somente 4 gols de bola rolando. 5 dos 9 gols que constituem sua estatística deste ano, foram de pênalti, sem contar o desperdício de duas outras penalidades máximas(uma contra o Friburguense que teria decretado o 5 x 5 aos 46 minutos do 2º tempo e uma contra a Ponte Preta, quando o jogo estava 0 x 0). É fácil dizer que o Thalles está a 67 dias sem fazer gol, sem olhar que ontem foi a partida em que ele esteve mais tempo em campo. No normal, tem atuado nos 10/15 minutos finais dos jogos.
    De todo o modo, acho que o Roth encontrou o time ideal: Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e (aqui tem que jogar o Julio Cesar); Anderson Salles, Serginho, Jhon Cley(com tem jogado bem ultimamente) e Andrezinho; Herrera e Dagoberto.

  • kauray_thees@hotmail.com

    acho que o Vasco deveria contratar os seguintes jogadores? Paulo Henrique Ganso meio armador, esta pedindo pelo amor ao futebol que o tirem do sao paulo. Nilton volante hoje no internacional e com a desclasificacao seria um jogador que viria custo mais baixo e ja falou que teria grande vontade de jogar no Vasco novamente. Paulinho volante ex. corinthias tem grande interesse de voltar a jogar um algun clube do Brasil. Cortez lateral outro jogador que esta pedindo para qualquer clube do Brasil para tira-lo do sao paulo.
    ELENCO= MARTIN SILVA 01 – MADSON 02 – RODRIGO 03 – LUAN 04 – NILTON 05 – CORTEZ 06 – JHON KLEY 07 – PAULINHO 08 – GILBERTO 09 – GANSO 10 – ANDREZINHO 11 – JORDY 12 – ANDERSON SALLES 13 – SERGINHO 14 – GUIN’ASU 15 – RIASCOS 16 – HERREIRA 17 – JULIO CEZAR 18 – JEAN PATRICK 19 – JULIO DOS SANTOS 20 – BIANCCUCHI 21- JOMAR 22 – EDER LUIZ 23 – RAFAEL SILVA 24 – DAGOBERTO 25 – DIGUINHO 26 – CRISTIANO 27 – LORRAN 28 – GUILHERME COSTA 29 – MATHEUS INDIO 30 – BRUNO GALLO 31 – BRUNO BARBOSA 32 – KAYZER 33 – BRUNO CONSEDEY 34 – THIAGO 35 – AISLAN 36 –

  • Zeca Pinto

    Não podemos negar que o Martin Silva, Luan e, na minha opinião, o Gilberto também, para revezar com o Herrera, fazem falta. O problema do Gilberto é que a bola não chega. Agora com o Andrezinho e o John Clay jogando bem, este último, não sei porque saiu do time, o ataque vai melhorar. Não podemos negam também que Aislan e Cristiano não podem ser titulares do Vasco. Enquanto o Luan não vem, coloca o Jomar. E coloca o Julio Cesar como titular que é bem melhor do que o Cristiano. Ou então testa o Bruno Gallo nessa posição. Outra coisa: três volantes e com Serginho e Guinazu para saírem jogando, é brincadeira do Celso Roth. Guinazu não produz, só toques para os lados e faltas desnecessárias. E o Rodrigo tem que baixar mais a bola, ele se acha superior a todos. E Dagoberto tem que mostrar a que veio, pois até agora anda muito sonolento e sem vontade de jogar. Não quero acreditar, mas esse Riascos parece ser um tremendo fanfarrão. Volatndo ao meio do campo, com três volantes é melhor colocar o Lucas que, além de marcar, sabe chutar no gol ou então testa o Jackson Caucaia. Na verdade, o que o Roth fez de bom foi mudar a posição do Anderson Sales para volante. Gosto muito de valorizar jogadores prata da casa, mas o Thalles não convence, e o Jordi precisa ser melhor trabalhado por um preparador de goleiros experiente. Eu ainda confio muito no Jordi. o meu time é esse: Martin, Madson, Luan, Rodrigo e Julio César (Bruno Gallo), Anderson Salles, Serginho, John Clay e Andrezinho; Dagoberto e Gilberto (Herrera). Saudações Vascaínas!

  • Mauricio

    Eu vejo algo que poucos comentam, que é o fato da grande quantidade de jogadores. O time deve ter 11 bons titulares,11 bons “reservas”. Coloquei os reservas entre aspas, pois eles precisam ter talento, respeitar ser banco e procurar evoluir e ser titular. Porque digo isso? O Vasco está inchado! Exemplo: Martin Silva titular, Jordi reserva e charles 3 goleiro. Aí já está um problema! Charles já foi titular e Jordi também. Então mostra que os dois tem o mesmo nível, então os dois vão querer jogar! Isso causa conflito, sou a favor de sair os dois e trazer um reserva melhor e subir um 3 goleiro da base, do que 2 goleiros que se revesam constantemente pra saber quem menos falha. Na lateral direita a mesma coisa: Madson titular e Jean Patrick banco, mas aí vem o nei como 3 opção. Isso desmotiva e acaba com o cara. No treinamento joga 11 x 11 ( titular x reserva ) e aí, onde nei joga ? Não joga pô! Treina separado! O cara que já foi campeão de muita coisa pelo inter é 3 opção aqui. Cara rescinde com o cara, e sobe um da base. E assim vai! Time pra ser entrosado e existir respeito entre os jogadores, precisa ter um limite de bons jogadores, que no caso são os titulares e reservas e aí bem as apostas. Se aposta der certo, libera o reserva e sobe outro.

    • Mauricio

      Teoricamente seria assim o Vasco ” melhor “:
      Martin Silva e Jordi + 1 base
      Madson e j.Patrick + 1 base ( Richards)
      Rodrigo, Luan, jomar e aislan + 1 base
      Júlio César e Henrique + 1 base ( lorran ) – manda embora Cristiano
      A. Salles, Serginho, guinazu e Lucas + 1 base
      Jhon clay, andrezinho, manu e índio + 1 base ( evander)
      Gilberto, Thales, riascos e Herrera + 1 base ( Renato )
      Dispensas do Dagoberto e Éder Luís.

  • Jorge Castro

    Ah, só uma pergunta : E tal respeito voltou ou não ? rs rs rs rs rs !!!!!!!!!! ST

    • Percy Santos

      voltou Jorge Castro, tá lá na tua casa, seu fregues

  • Matheus Brito

    Amigo Garone, algumas colocações:
    1 – O rei de Nárnia é muito fraco, não pode continuar porque vai dar em merda grande ainda.
    2 – Toda vez que ouço o nome do Christiano algo em mim morre, apodrece de imediato. Pior que o Nei. Bota um cone ali que pode dar mais certo, ou até um zagueiro canhoto que não suba, temos tantos atacantes abertos que não precisamos que ele vá lá em cima deixar uma avenida em suas costas.
    3 – O Jordi está mal orientado. É um lance só pra cercar e ele me faz um pênalti no cara de costas? tem muito futuro mas precisa de mais malícia.
    4 – O Salles não pode sair do time, ele foi quem trouxe consistência defensiva ao meio campo.
    5 – Alguém precisa mandar o Guina guardar posição, ele está deixando muitos buracos nas suas subidas loucas.
    6 – por que o Eder não jogou? era jogo pra dar ritmo pra ele pois será muito importante para o time.
    7 – Evander e Kaiser não terão chance esse ano né?

MaisRecentes

Vasco rescinde com dois jogadores dos juniores



Continue Lendo

Quadrilha vascaína



Continue Lendo

Nenê: titular ou opção no banco?



Continue Lendo