A reestreia de Ramon pelo Vasco



Ramon foi bem em seu retorno ao Vasco (Foto: Romildo de Jesus/Vasco)

Ramon foi bem em seu retorno ao Vasco (Foto: Romildo de Jesus/Vasco)

Quando Ramon foi anunciado como o novo reforço do Vasco para 2017, escrevi aqui, neste mesmo espaço, que o perdão da torcida ao jogador só seria possível no gramado. O vídeo ‘quase íntimo’, como me referi no dia, pedindo desculpas, de pouco valeria se em campo não suasse arrependimento.

E foi o que fez o atleta em sua primeira partida pelo clube após seu retorno.

Demonstrando uma tranquilidade incomum pra quem o viu em 2009/2011, Ramon não precisou ser aquele lateral de arrancadas e carrinhos que o fez ficar marcado pelo excesso de vontade em sua primeira passagem. Excesso esse que, quando fora de controle, se transformava em espaços defensivos e escolhas erradas.

Ramon pareceu mais cabeça que coração em seu primeiro jogo, exatamente o oposto de alguns anos atrás.

Contra o Vitória, em sua reestreia, o camisa 6 foi discreto e eficiente como a equipe precisava. Não se lançou ao ataque de forma irresponsável, teve tranquilidade para sair jogando, conseguiu bons desarmes e ainda deu um lindo lançamento para Paulo Vítor marcar seu primeiro gol como profissional.

Uma volta consistente e madura para uma posição ainda incerta quanto ao seu dono. Está aberta a disputa pela lateral-esquerda do Vasco.

NÚMEROS DE RAMON EM SUA REESTREIA PELO VASCO
– Dados do Footstats

90 minutos em campo
0 gols
1 passe para gol
1 assistência para finalização
0 finalizações certas
0 finalizações erradas
23 passes certos
1 passe errado
0 dribles certos
1 lançamento certo
5 lançamentos errados
0 cruzamentos certos
1 cruzamento errado
0 viradas de jogo certas
1 virada de jogo errada
1 perda de posse
3 desarmes
9 rebatidas defensivas
3 faltas cometidas
1 falta recebida



  • Luciano Silva

    Garone só não concordei com o “está aberta a disputa pela LE” . Na minha opinião o Ramon vai ser titular absoluto , não por ser um excelente lateral mas por falta de concorrencia . O Henrique já teve todas as chances possíveis e até hoje não convenceu . Tem sérios problemas de marcação e é muito afoito no ataque . O Allan é um promissor LE , mais falta-lhe experiência e se fosse o clube emprestaria até o final do ano a algum clube para pegar essa experiência

MaisRecentes

Paulinho ganha onze posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O nascer de Paulinho



Continue Lendo

Memórias do Morumbi



Continue Lendo