Ramon Menezes, o ‘ídolo esquecido’



Ramon marcou quase 100 gols pelo Vasco (Foto: Marcio Rodrigues)

Ramon marcou quase 100 gols pelo Vasco (Foto: Marcio Rodrigues)

Ramon foi titular nas conquistas do Brasileiro de 97 e da Libertadores de 98 – perdeu a posição apenas nas finais. Marcou mais gols pelo Vasco que Juninho Pernambucano, Geovani, Sorato, Luizão e Bebeto. Disputou mais jogos com a camisa cruz-maltina do que Donizete, Edmundo, Pedrinho e tantos outros.

Ainda assim, não é considerado um ídolo por grande parte da torcida.

Pouco se ouve falar no nome de Ramon, que completou 43 nesta terça-feira, quando as conquistas do final da década de 90 são lembradas. Em meio a tantos craques e ídolos, ele parece ter sido ‘esquecido’. Às vezes tratado como coadjuvante, por diversas oportunidades foi decisivo.

Ramon foi mais do que apenas mais um.

Talvez lhe fate o carisma ou a identificação que estes outros possuem. Ou talvez não tenha tido o seu jogo memorável ou marcado um gol histórico, mas seus números pelo Gigante merecem um pouco mais de respeito e memória.

Foram 270 jogos e 96 gols marcados nas três passagens pela Colina. Serviu Evair e foi servido por Juninho. Deu passes para Edmundo quebrar recordes e aproveitou belos cruzamentos de Pedrinho para definir jogos.

Ramon é mais que uma memória distante, fez parte da construção de uma história que será sempre presente.

Suas comemorações com os braços abertos e o rosto fechado, mostravam bem o que era o jogador: um cara mais profissional do que passional. Ramon nunca precisou beijar a camisa, mas a honrou como poucos.

Nos seus 43 anos de vida, em seis serviu ao Vasco. E muito bem.

Parabéns, ainda que atrasado, ídolo.



  • felipe dos santos Leal

    Obrigado Ramon por você ter Jogado no meu Vascão , parabéns a este grande jogador.

  • Geraldo

    Parabéns Ídolo, você merece nosso respeito!!

  • eli

    um grande jogador realmente merece mais respeito

  • Carlos Eduardo

    Meu jogador preferido daquela geração. Falo sério! Claro que Romário e Edmundo eram as estrelas, mas esse cara era um meia-atacante quase que completo. habilidoso, armava, batia faltas/escanteios e ajudava defensivamente…além de fazer gols, muitos gols. Acho que é um dos maiores artilheiro, que jogavam no meio de campo, na história do Vasco. Do último levantamento que eu li, perdia para Ipojucan (que no esquema da época, era quase atacante) e Bismarck (possui muito mais jogos pelo Vasco que ele). Tem os dados Garone?

    Parabéns Ramon!!!

    • André Schmidt

      Carlos, dos últimos 60 anos ele só perde para o Bismarck, que fez 109. SV! /+/

  • claudio manoel

    parabéns!! Ramom DEUS te abençoe e muito obrigado por tudo q vc pelo vasco…nunca será esquecido

  • claudio fariascvm

    Ramon foi um espetáculo de jogador, altamente técnico e profissional, batia falta com maestria e organizava o meio de campo. Nunca foi irregular, saudades daquela seleção que entrava em campo e sabíamos da vitória certa.

  • Prata_Vasco

    eu me lembro dele moleque cabeludo jogando pelo Cruzeiro aqui na minha cidade contra a Caldense e eu era super fã e queria q o Vasco o contratasse qd ele estava numa boa fase no Vitoria vindo do Bayer Leverkunse, e o Vasco o contratou, QUE SAUDADE QUANDO O VASCO CONTRATAVA JOGADORES EM BOA FASE E CHEGAVA NO VASCO P/SER TITULAR E ELEVAR O NIVEL DO TIME E DE “SOBRA” VIRAR IDOLO, GANHAR TITULOS E JOGAR ANOS E ANOS NO CLUBE….pra mim é um dos meus idolos.

  • cidney alexandre

    Garone o Ramon foi realmente um grande jogador, lembro da passagem dele com o Petkovic, os dois mesmo já com uma idade mais avançada davam um banho nos demais jogadores daquele time, vi muitos gols incriveis dele, mas é como vc falou, em nenhum campeonato ele teve um destaque em um jogo decisivo, como o juninho no jogo do Monumental, mas também acho que não é apenas isto não, acho que ele não é considerado por alguns como idolo muito pelo jeito de ser dele e também pela constelação de craques que o Vascão tinha na epoca, ele jogou junto com Edmundo, Romario, Juninho Pernambucano, Pedrinho, Felipe e outros, eram craques demais ao mesmo tempo, imagina se ele jogasse hoje neste time, voce tem alguma duvida que ele seria o idolo maximo, eu não tenho, dos times que acompanhei do Vasco, no meio de campo ele só perde para o Geovani. Para o Juninho, Pedrinho e Bismark ele está no mesmo nivel

  • Apenas os ki são lembrados ,são akeles midiáticos, ki beija camisa etc e tal, caras sérios , como falta na nossa seleção hj ,só tem mulékisss , é difícil, mas parabéns pelo ki fez ao meu Vascão, , falta pela direita e escanteio era lindo ver ele cobrar, um verdadeiro R10.

  • José Luis Soares

    Como encaixaria bem no time de hoje. É exatamente de um Ramon que estamos precisando.

  • Mauro

    Meu meio-campo do Vasco nesta época sempre tinha o Ramon, o cara era extremamente regular e sempre pra bom.

  • GIO

    Jogou muito bem no Vasco. Nota 8.

  • Henrique

    Amigo, esse cara não é lembrado pelos torcedores do Vasco simplesmente por que não tem carisma e não tinha educação para tratar os torcedores, diferentemente de todos estes outros ídolos de verdade, pois não te torna ídolo apenas por fazer gols, tem que ter estrela e carisma meu amigo, lembro-me perfeitamente do primeiro jogo da final da libertadores em São Januário, eu estava lá, e todos os jogadores que tive acesso foram super gente boa, Juninho Pernambucano, Pedrinho, Felipe, Odvan, Carlos Germano, e o Lopes (técnico), apenas este cidadão foi extremamente antipático com os torcedores. Ele pode até ter sido um bom jogador e regular, mas jamais amigo pode compará-lo ao Geovani (a torcida levava uma faixa escrito “Pequeno Príncipe”) que foi fora de série e muito, mas muito melhor que Ramon, até entendo os torcedores o elogiarem e enaltecerem seus passes e gols, mas certamente são de uma geração que não viram o Geovani jogar, quer dizer, brincar de jogar pois parecia que colocava a bola com as mãos devido a tanta mastria seus passes tinham. Parabéns cidney alexandre você certamente viu realmente o que era maestria no tocante a meia de qualidade quando sitou nosso eterno Pequeno Príncipe Geovani!!!

  • Ricardo Wagner

    Inesquecível grande Ramon. Não consegue voltar…?

  • JOSÉ LUIZ

    Bela lembrança de um jogador sério, batalhador e que batia falta muito bem. E sempre honrou a camisa cruzmaltina. Parabéns Ramon.

  • Augusto

    Bela lembrança. Grande jogador.

  • marcelo

    Ele sempre foi um grande jogador e nunca deixou a desejar mas quanto a questão que alguém colocou sobre a educação dele ,lembro muito bem em 1992 quando fui falar com Edmundo que fui muito mal tratado e olha que na época ele ainda estava começando !isso prova que Ramon era um cara como outro qualquer que tinha dias bons e dias ruins!

  • ODILON SILVA – RJ

    O problema que para ser ídolo vascaino precisa ter selo de qualidade, e o RAMON foi um jogador cigano, jogou em trezentos clubes, precisa também possuir carisma, e carisma não se produz, nasce com o jogador. Era um bom jogador,

  • Alexandre F.G.

    Foi um jogador importante no ciclo de 96 a 2000. Em 2002, foi fundamental para permanência do Vasco na Série A (quando marcou 15 gols, e foi até premiado com Bola de Prata da revista Placar). Em 2006, foi ofuscado pelo técnico Renato Gaúcho, que teimava em implicar com ele.

MaisRecentes

Em enquete, Anderson Martins é eleito o melhor do Vasco em campo pelo segundo jogo consecutivo



Continue Lendo

Artilheiro do Vasco no ano, Nenê dispara na liderança do Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O drible de PV, o gol de Nenê e o 0 a 0 que balançou as redes



Continue Lendo