Ramon Menezes, o ‘ídolo esquecido’



Ramon marcou quase 100 gols pelo Vasco (Foto: Marcio Rodrigues)

Ramon marcou quase 100 gols pelo Vasco (Foto: Marcio Rodrigues)

Ramon foi titular nas conquistas do Brasileiro de 97 e da Libertadores de 98 – perdeu a posição apenas nas finais. Marcou mais gols pelo Vasco que Juninho Pernambucano, Geovani, Sorato, Luizão e Bebeto. Disputou mais jogos com a camisa cruz-maltina do que Donizete, Edmundo, Pedrinho e tantos outros.

Ainda assim, não é considerado um ídolo por grande parte da torcida.

Pouco se ouve falar no nome de Ramon, que completou 43 nesta terça-feira, quando as conquistas do final da década de 90 são lembradas. Em meio a tantos craques e ídolos, ele parece ter sido ‘esquecido’. Às vezes tratado como coadjuvante, por diversas oportunidades foi decisivo.

Ramon foi mais do que apenas mais um.

Talvez lhe fate o carisma ou a identificação que estes outros possuem. Ou talvez não tenha tido o seu jogo memorável ou marcado um gol histórico, mas seus números pelo Gigante merecem um pouco mais de respeito e memória.

Foram 270 jogos e 96 gols marcados nas três passagens pela Colina. Serviu Evair e foi servido por Juninho. Deu passes para Edmundo quebrar recordes e aproveitou belos cruzamentos de Pedrinho para definir jogos.

Ramon é mais que uma memória distante, fez parte da construção de uma história que será sempre presente.

Suas comemorações com os braços abertos e o rosto fechado, mostravam bem o que era o jogador: um cara mais profissional do que passional. Ramon nunca precisou beijar a camisa, mas a honrou como poucos.

Nos seus 43 anos de vida, em seis serviu ao Vasco. E muito bem.

Parabéns, ainda que atrasado, ídolo.



  • felipe dos santos Leal

    Obrigado Ramon por você ter Jogado no meu Vascão , parabéns a este grande jogador.

  • Geraldo

    Parabéns Ídolo, você merece nosso respeito!!

  • eli

    um grande jogador realmente merece mais respeito

  • Carlos Eduardo

    Meu jogador preferido daquela geração. Falo sério! Claro que Romário e Edmundo eram as estrelas, mas esse cara era um meia-atacante quase que completo. habilidoso, armava, batia faltas/escanteios e ajudava defensivamente…além de fazer gols, muitos gols. Acho que é um dos maiores artilheiro, que jogavam no meio de campo, na história do Vasco. Do último levantamento que eu li, perdia para Ipojucan (que no esquema da época, era quase atacante) e Bismarck (possui muito mais jogos pelo Vasco que ele). Tem os dados Garone?

    Parabéns Ramon!!!

    • André Schmidt

      Carlos, dos últimos 60 anos ele só perde para o Bismarck, que fez 109. SV! /+/

  • claudio manoel

    parabéns!! Ramom DEUS te abençoe e muito obrigado por tudo q vc pelo vasco…nunca será esquecido

  • claudio fariascvm

    Ramon foi um espetáculo de jogador, altamente técnico e profissional, batia falta com maestria e organizava o meio de campo. Nunca foi irregular, saudades daquela seleção que entrava em campo e sabíamos da vitória certa.

  • Prata_Vasco

    eu me lembro dele moleque cabeludo jogando pelo Cruzeiro aqui na minha cidade contra a Caldense e eu era super fã e queria q o Vasco o contratasse qd ele estava numa boa fase no Vitoria vindo do Bayer Leverkunse, e o Vasco o contratou, QUE SAUDADE QUANDO O VASCO CONTRATAVA JOGADORES EM BOA FASE E CHEGAVA NO VASCO P/SER TITULAR E ELEVAR O NIVEL DO TIME E DE “SOBRA” VIRAR IDOLO, GANHAR TITULOS E JOGAR ANOS E ANOS NO CLUBE….pra mim é um dos meus idolos.

  • cidney alexandre

    Garone o Ramon foi realmente um grande jogador, lembro da passagem dele com o Petkovic, os dois mesmo já com uma idade mais avançada davam um banho nos demais jogadores daquele time, vi muitos gols incriveis dele, mas é como vc falou, em nenhum campeonato ele teve um destaque em um jogo decisivo, como o juninho no jogo do Monumental, mas também acho que não é apenas isto não, acho que ele não é considerado por alguns como idolo muito pelo jeito de ser dele e também pela constelação de craques que o Vascão tinha na epoca, ele jogou junto com Edmundo, Romario, Juninho Pernambucano, Pedrinho, Felipe e outros, eram craques demais ao mesmo tempo, imagina se ele jogasse hoje neste time, voce tem alguma duvida que ele seria o idolo maximo, eu não tenho, dos times que acompanhei do Vasco, no meio de campo ele só perde para o Geovani. Para o Juninho, Pedrinho e Bismark ele está no mesmo nivel

  • Apenas os ki são lembrados ,são akeles midiáticos, ki beija camisa etc e tal, caras sérios , como falta na nossa seleção hj ,só tem mulékisss , é difícil, mas parabéns pelo ki fez ao meu Vascão, , falta pela direita e escanteio era lindo ver ele cobrar, um verdadeiro R10.

  • José Luis Soares

    Como encaixaria bem no time de hoje. É exatamente de um Ramon que estamos precisando.

  • Mauro

    Meu meio-campo do Vasco nesta época sempre tinha o Ramon, o cara era extremamente regular e sempre pra bom.

  • GIO

    Jogou muito bem no Vasco. Nota 8.

  • Henrique

    Amigo, esse cara não é lembrado pelos torcedores do Vasco simplesmente por que não tem carisma e não tinha educação para tratar os torcedores, diferentemente de todos estes outros ídolos de verdade, pois não te torna ídolo apenas por fazer gols, tem que ter estrela e carisma meu amigo, lembro-me perfeitamente do primeiro jogo da final da libertadores em São Januário, eu estava lá, e todos os jogadores que tive acesso foram super gente boa, Juninho Pernambucano, Pedrinho, Felipe, Odvan, Carlos Germano, e o Lopes (técnico), apenas este cidadão foi extremamente antipático com os torcedores. Ele pode até ter sido um bom jogador e regular, mas jamais amigo pode compará-lo ao Geovani (a torcida levava uma faixa escrito “Pequeno Príncipe”) que foi fora de série e muito, mas muito melhor que Ramon, até entendo os torcedores o elogiarem e enaltecerem seus passes e gols, mas certamente são de uma geração que não viram o Geovani jogar, quer dizer, brincar de jogar pois parecia que colocava a bola com as mãos devido a tanta mastria seus passes tinham. Parabéns cidney alexandre você certamente viu realmente o que era maestria no tocante a meia de qualidade quando sitou nosso eterno Pequeno Príncipe Geovani!!!

  • Ricardo Wagner

    Inesquecível grande Ramon. Não consegue voltar…?

  • JOSÉ LUIZ

    Bela lembrança de um jogador sério, batalhador e que batia falta muito bem. E sempre honrou a camisa cruzmaltina. Parabéns Ramon.

  • Augusto

    Bela lembrança. Grande jogador.

  • marcelo

    Ele sempre foi um grande jogador e nunca deixou a desejar mas quanto a questão que alguém colocou sobre a educação dele ,lembro muito bem em 1992 quando fui falar com Edmundo que fui muito mal tratado e olha que na época ele ainda estava começando !isso prova que Ramon era um cara como outro qualquer que tinha dias bons e dias ruins!

  • ODILON SILVA – RJ

    O problema que para ser ídolo vascaino precisa ter selo de qualidade, e o RAMON foi um jogador cigano, jogou em trezentos clubes, precisa também possuir carisma, e carisma não se produz, nasce com o jogador. Era um bom jogador,

  • Alexandre F.G.

    Foi um jogador importante no ciclo de 96 a 2000. Em 2002, foi fundamental para permanência do Vasco na Série A (quando marcou 15 gols, e foi até premiado com Bola de Prata da revista Placar). Em 2006, foi ofuscado pelo técnico Renato Gaúcho, que teimava em implicar com ele.

MaisRecentes

As gratas surpresas de Cristóvão no Vasco



Continue Lendo

Bicampeão, Nenê começa bem o Troféu Ademir Menezes 2017



Continue Lendo

Primeiras impressões sobre o Vasco 2017



Continue Lendo