Raio X do jogador: Herrera



Herrera foi bem contra o Cruzeiro (Foto: Henrique Vilela/Agência i7/LANCE!Press)

Herrera foi bem contra o Cruzeiro (Foto: Henrique Vilela/Agência i7/LANCE!Press)

Herrera não é Leandrão. Não possui as características e nem o porte físico do camisa 9. O argentino é um 7, que atua vindo de trás com a bola, assim como jogou contra o Cruzeiro.

A entrada do ‘hermano’ mudou um pouco a forma do Vasco atuar. Herrera e Rafael Silva se revezaram como centroavantes, se movimentaram e ajudaram na marcação. O time perdeu em presença de área, mas ganhou em pressão na saída de bola adversária, uma das grandes virtudes da equipe na partida.

Herrera não atuou fixo na área, se movimentando por todo o setor ofensivo (Fonte: Footstats)

Herrera não atuou fixo na área, se movimentando por todo o setor ofensivo (Fonte: Footstats)

Mesmo não tendo uma atuação empolgante e passando mais uma vez em branco, Herrera foi bem. Buscou jogadas individuais e levou a melhor na maioria, muitas vezes só sendo parado com faltas. Além disso, deu a assistência para Rafael Silva abrir o placar e ainda fez bela jogada no 2º tempo que quase terminou em gol de Nenê, que acabou finalizando muito mal.

Herrera errou pouco e apareceu mais. Uma boa notícia para Jorginho, que certamente precisará de opções para o restante da temporada.

HERRERA – CRUZEIRO 2X2 VASCO

Tempo em campo: 76 minutos
Passes certos: 18 ( 8 para frente, 5 laterais e 5 para trás)
Passes errados: 1
Lançamentos certos: 0
Lançamentos errados: 1
Inversões de jogo certas: 0
Inversões de jogo erradas: 0
Bolas perdidas: 2
Antecipações: 0
Desarmes: 0
Bloqueios: 1
Rebatidas: 0
Chutões: 1
Cortes de cabeça: 1
Faltas cometidas: 1
Faltas sofridas: 4
Impedimentos: 1
Cruzamentos certos: 0
Cruzamentos errados: 1
Dribles certos: 6
Arrancadas: 3
Chutes ao gol: 0
Chutes para fora: 0
Chutes bloqueados: 0
Cabeçadas ao gol: 0
Cabeçadas pra fora: 0
Cartão amarelo: 0
Cartão vermelho: 0
Gols: 0
Assistências para gols: 1
Assistências para finalizações: 0



  • ODILON SILVA = RJ

    Não foi tão mal, mas precisa melhorar, ele anda tendo oportunidades, pelo menos na parte tática vem funcionando.

MaisRecentes

Vasco ainda procura o substituto de Douglas Luiz



Continue Lendo

Próximos seis jogos podem definir o destino do Vasco no Brasileiro



Continue Lendo

As mãos invisíveis



Continue Lendo