‘Por una camisa’



Riascos - coritiba x vasco - paulo fernandes

Primeiro, o play na música (vídeo) abaixo. Depois, o texto. Ou melhor, os dois simultâneos. Letra adaptada e original.

Versão adaptada de “Por una cabeza”, de Carlos Gardel e Alfredo La Pera:

Por uma cabeça, do nobre Vasco
Que justo no fim afrouxa a chegada
E que ao regressar, parece dizer:
“Não esqueças, irmão, você sabe, não há que acreditar”

Por uma história, desejo de uma vida
Daquele charmoso e pioneiro time
Que, ao jurar sorrindo, o amor que está mentindo
Queime em uma fogueira todo o meu torcer

Por uma camisa, todas as loucuras
Minha boca que beija, a Cruz sem tristeza, acalma a amargura
Por uma rodada, se ela me esquece
Não me importa perder, mil vezes a vida
Se posso viver de ti

Quantos desenganos, por uma camisa
Eu acreditei mil vezes, não volto a insistir
Mas se um olhar, me atingi ao vibrar
Sua torcida de fogo, outra vez quero abraçar
Chega de arquibancada, acabou a paixão
Um final renhido, já não volto a ver!
Mas se algum momento, você triste me olha
Se vai a campo no domingo, me jogo por inteiro
O que vou fazer?



MaisRecentes

A passividade de Zé Ricardo e a vingança de Coudet



Continue Lendo

Curiosidades sobre o duelo entre Racing-ARG e Vasco



Continue Lendo

Vasco regulariza reforço para o ataque



Continue Lendo