Por onde andam antigas ‘promessas de Eurico Miranda’?



Valdiram nos tempos de Vasco (Foto: Gilvan Souza/LANCE!Press)

Valdiram nos tempos de Vasco (Foto: Gilvan Souza/LANCE!Press)

Os times do Vasco montados por Eurico Miranda possuem algumas características marcantes. Apostar em jovens jogadores de equipes do nordeste e também de clubes de menor expressão do Rio de Janeiro são algumas destas marcas. Pelo menos até antes de seu novo mandato.

Aliás, uma ‘tradição’ do Vasco e não apenas de Eurico. Características do Gigante desde a época de Ademir Menezes, Almir Pernambuquinho, Izaías…

Porém, apesar do longo histórico de atletas que chegaram à Colina desta maneira e se consagraram em São Januário, a última administração de Eurico não deu tanta sorte. O dirigente bem que tentou, mas não obteve o mesmo sucesso nas apostas como em anos anteriores. Leozinho, Ernane, Valdiram, Faioli, Marcelinho… A lista é grande!

E você sabe por onde andam alguns destes jogadores atualmente? Confere aí embaixo:

– Eduardo Santos – lateral-direito – Contratado em 2007 por Eurico, após ser revelado pelo CRB-AL, com a promessa de que acabaria com a ‘maldição’ da lateral vascaína que já durava desde a saída de Jorginho, em 2001. Marcou dois gols em um amistoso de estreia e nunca mais repetiu a atuação. Disputou o último Brasileiro pelo Criciúma e fez alguns bons jogos.

– Ernane – meia – O ‘Kaká do Nordeste’, como era chamado no início da carreira quando atuava pelo Bahia. Chegou ao Vasco em 2006 e teve boas atuações naquele time que chegou à final da Copa do Brasil pela primeira vez. Caiu de rendimento e passou a ser emprestado para outras equipes. Na última temporada defendeu o Al Shahaniya, do Catar.

– Valdiram – atacante – Assim como Ernane, se destacou na Copa do Brasil de 2006 e foi o artilheiro da competição. Porém, após o início promissor, voltou a ter problemas com álcool e drogas, o que acarretou na sua saída. Seu último clube foi o Comercial-AL, no início de 2014, onde voltou a ter problemas e acabou dispensado.

– Leozinho – meia – Veio do Sport em 2005, chegou a ser chamado de ‘novo Juninho Pernambucano, mas não correspondeu. Acabou sendo ‘rebaixado’ para os juniores. Hoje defende o , Kalloni da Grécia.

– Landú – atacante – Artilheiro do Itumbiara, chegou ao Vasco em 2008 com fama de goleador, apesar de já estar com 30 anos de idade. Atuou em apenas um jogo e nunca mais foi aproveitado por Antônio Lopes. Hoje joga no Vênus, do Pará.

– Faioli – atacante – Chegou ao Vasco também em 2006, após se destacar no Americano, e foi apresentado como um jogador que “finaliza bem com as duas pernas e tem ótimo cabeceio, além de muita força física”. Nunca se firmou. Atualmente está sem clube.

– Marcelinho – Iniciou a carreira no Vitória mas chegou ao Vasco em 2007, após se destacar pelo Confiança – seu atual clube. Chegou a ser titular em alguns jogos durante o ano e marcou alguns gols, mas logo deixou a Colina.

– Muriqui – atacante – Contratado pelo Vasco ainda com idade de sub-20, após se destacar no Madureira, Muriqui teve um início promissor mas estranhamente perdeu espaço no time em 2004. Foi ídolo na China, onde atuou por cinco temporadas no Guangzhou Evergrande e hoje defende o Al Sadd, do Catar.

– Madson – Meia – Chegou ao Vasco  com apenas 19 anos numa transferência confusa envolvendo o Volta Redonda, que chegou a entrar na justiça contra o Cruz-Maltino. Na época, era conhecido como Micão mas já se destacava com a camisa do Voltaço. Aos poucos foi ganhando seu espaço no Vasco, até fazer uma boa temporada em 2008, quando deixou São Januário. Atualmente defende o Al Khor, do Catar.

– Elias – meia – Aquele mesmo que se destacou com a camisa do Atlético-GO há alguns anos. Teve uma rápida passagem pelo Vasco em 2007, mas sequer entrou em campo. Revelado pelo Bahia, também chegou sob uma chuva de elogios mas acabou dispensado antes mesmo de estrear. Hoje está no Khazar, do Azerbaijão.

Facebook – www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – www.twitter.com/BlogDoGarone



  • eli

    Infelizmente tem tecnico que não da opotunidade a ulguns jogadores acho que foi o caso do Elias

    • Alexandre F.G.

      Isso é verdade… o Muriqui foi simplesmente queimado pelo Renato Gaúcho… parabéns Portaluppi!

  • axo q merecimento e gosto do tecnico

  • axo q merecimento e gosto do tecnico

  • Alexandre Sales

    E pelo visto vem mais “promessas” por aí, pelo menos nesse 1° semestre eles irão ser a principal aposta do Vasco 2015, principalmente vindos do interior de SP. Se vai dar certo só o tempo vai dizer…

  • DRA+

    Até hoje não consigo entender a razão do não aproveitamento de Muriqui no Vasco. Pouco depois foi para o Internacional e arrebentou, jogador veloz, habilidoso, finalizava bem. Aliás, tem coisas que só acontecem com o Vasco. Conca não fazia tudo o que faz hoje mas sempre soube jogar bola. E foi desperdiçado assim como o Muriqui. É capaz de acontecer a mesma coisa com o Montoya, ser “dado” pra alguém e arrebentar.

  • José Oliveira

    A mídia não para, não para não…

    E as apostas de Pipico, Pimpão, Johny…?

    O primeiro reforço foi retirar aquele Banner maldito que ficava pendurado atrás das arquibancadas de SJ.

  • Raul Pirata

    Nossa hein, que perca de tempo, até parece que só na gestão Eurico houve essas contratações ”fracas”, posso citar aqui uma lista maior que essa da gestão do Banana, você como blogueiro e tendo ”espaço” na midia deveria ser apolítico quanto os assuntos que você traz em pauta no seu blog, ficou claramente exposto o seu antismo com o Doutor Eurico, é uma pena que tenhamos que ver Vascainos fazendo o trabalho da midia suja, já não bastasse a má vontade que somos tratados por eles, agora temos que ver Vascainos fazendo esse trabalho ridiculo.

    VIVA VASCO, VIVA EURICO !

MaisRecentes

As mãos invisíveis



Continue Lendo

As mudanças no Vasco pós-Milton Mendes



Continue Lendo

Vasco rescinde com meia do sub-20



Continue Lendo