Política do Vasco é arriscada, porém correta



Eurico tem conseguido manter as contas do Vasco em dia (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Eurico tem conseguido manter as contas do Vasco em dia (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Todo mundo sonha em ter um Messi, um Cristiano Ronaldo ou um Neymar em seu time. Toda torcida quer um craque para idolatrar, um camisa 10 que resolva a partida em uma jogada genial e lhe garanta a alegria futebolística do dia. Mas isso é para poucos. Aliás, no futebol brasileiro, para ninguém.

O Vasco foi campeão carioca com atuações pouco convincentes na 1ª fase e com um elenco que inspira pouca confiança na grande maioria dos torcedores. Mas foi campeão. Mesmo com um elenco limitado e de poucas opções, superou seu principais rivais nas partidas decisivas e ficou com a taça.

Sem loucuras financeiras, respeitando o orçamento e a Medida Provisória do Governo Federal que determina que os clubes não usem mais que 70% de sua arrecadação com o departamento de futebol, dificilmente surgirá um grande astro para vestir a camisa 10 vascaína nesse Brasileiro como tanto sonham os vascaínos. E isso é o correto a se fazer.

O Vasco clube é maior que o Vasco time. E quem precisa se equilibrar, agora, é o primeiro. Afinal, o segundo depende do anterior.

Quem não tem dinheiro para importar, precisa aprender a produzir. Nem que pegue ‘semi-pronto’ e lapide.

Toda aposta contém um risco, mas que bem calculado pode render bons frutos. Após dois rebaixamentos em 5 anos, a torcida tem pressa e medo. Normal. Montar um time com nomes poucos conhecidos e salários baixos pode parecer arriscado, mas é a única forma do Vasco cumprir com seus deveres e dar um alívio para seu caixa.

Quando lembramos dos grandes títulos recentes do Cruz-Maltino, falamos de uma época que chegamos a ter um banco de reservas com Mauro Galvão, Alexandre Torres, Válber, Pedrinho, Viola e Donizete, por exemplo. Ótimo para os resultados em campo, mas péssimo para o financeiro do clube, que até hoje paga por isso.

Pés no chão, sem megalomania e aproveitando as – poucas – oportunidades que o mercado oferece dentro da realidade do clube. Esse é a única maneira do Vasco voltar a respirar e recuperar a confiança dos investidores. E tem sido assim.

Se dentro das quatro linhas os resultados e atuações ainda não condizem com a tradição e grandeza do Vasco, ao menos parece que a semente para um amanhã melhor vem sendo bem plantada. Ao menos na teoria. O resultado concreto, só o tempo dirá.

É tempo de se reorganizar. O título Estadual foi um bônus que talvez nem Eurico Miranda esperasse que viesse tão rápido, mas veio. Para o Brasileiro, a meta é ir sem sustos para um 2016 mais forte. Esse é o caminho que melhor se apresenta.

A política de enxugar a folha salarial pode ser arriscada do ponto de vista técnico do time que disputará o Brasileirão, porém, para o clube, é um mal necessário.

/BlogDoGarone
@BlogDoGarone



  • Não é jogador caro que ganha jogo,o que ganha jogo é muito trabalho,muita dedicação e a certeza do jogador que entra em campo,que vai receber seu salário na data certa e saber que vai ser sempre assim.Existem muitos jogadores excelentes em times que nem são conhecidos,mas que se esses jogadores forem contactados e levados para o clube e bem treinados,vão ser os ídolos que estão faltando em nosso futebol.

  • Carlos Nascimento

    O problema a meu ver é porque se não tem dinheiro traz jogadores que não irão ser utilizados?. Com mais de 40 jogadores no elenco agora vão ter que emprestar, ou então ficar pagando salários com o jogador treinando em separado, o que é ainda pior. Se tivessem planejamento adequado poderiam ter economizado não trazendo esses jogadores que estão encostados, e ter trazido um só que fizesse a diferença é chegasse pra ser titular.

    • Diogo

      É por ai mesmo Carlos, contrata-se muito mal no Vasco! O elenco já está inchado de novo e cheio de barangas que não valem mil reais!

  • ademilson

    o primeiro passo a ser dado é fortalecer o programa sócio torcedor. eu pago 30rs por mês.é pouco, mas se 100.000 torcedores pagasse esse valor todo mês. com certeza teríamos um time forte e independente. não íamos corre atras e nem tão pouco fica adulando patrocinador..

    • Ademilson;segundo pesquisas o Vasco tem mais de 16.000.000 de torcedores ou seja:é a quarta maior torcida do Brasil;logo você está mais do que certo e temos que nos mobilizar para que tenhamos não 100.000 sócios mais muitos mais do que isso,afinal se queremos um grande time sempre,temos que ajudar o clube e a maneira certa de ajudar é ser sócios torcedor e pagar riigorozamente em dias as mensalidades. Se conseguíssemos que 10% dos torcedores do nosso Vasco se tornassem sócios torcedores e pagassem em dia suas mensalidades,teríamos 160.000 sócios que à r$ 30,00.geraria uma receita de r$ 4.800.000,00(quatro milhões e oitocentos mil reais) por mês..É amigo ADEMILSOM,você tem toda razão,o difícil vai ser convencer aqueles que até hoje ,criticam,reclamam,,etc,a mudarem de postura e passarem a ajudar de fato o clube se filiando como sócios torcedores,pagar em dia as mensalidades e assim provarem que realmente amam nosso querido C.R VASCO DA GAMA

  • Anderson

    Vamos fazer uma boa campanha podem apostar, só acho que podia testar alguns garotos como o evander e o Matheus pet no meio de campo.

  • Luis Paulo

    Concordo e apoio as medidas. Apenas lamento que não possamos investir num 10. Precisamos e muito. Talvez tenhamos gasto demais c/apostas.
    Manter as contas em dia é o primeiro passo sim

  • ODILON C SLVA – RJ

    Estamos na torcida pelo B.B.B.time bom, bonito, barato, vontade, dedicação, correria são elogiaveis, o problema é quando cansar, quando precisar pensar.

  • Reginaldo Rabelo

    Concordo com o seu comentário e não vejo nos campos esse tal DEZ que todo mundo está atrás. O futebol mudou, o ritmo é mais intenso e aquele jogador “pensante” está em extinção. Mesmo assim, creio que temos/tínhamos um jogador com essas características que podia ter sido melhor olhado pelo Doriva, que é o Guilherme Costa(figura carimbada em seleções de base), com contrato até 2018 e emprestado(certamente “de graça”) para o Bragantino. Outro que se aproxima dessas características é o Mateus Indio mas, nesse caso, acho que as orientações de empresários resultou num atraso para sua carreira. Passou dois anos fora do Vasco e pouco atuou no Penapolense e no sub-20 do Santos, para onde o levaram. Nas oportunidades(poucas) em que jogou no Vasco(2 vezes contra o Rio Branco e, salvo engano, contra o Friburguense, foi muito mal. Quanto ao comentário do Sr Anderson, sobre o Evander e o Mateus Vital(está pedindo para não ser chamado de Pet), creio que ambos – assim como o Bruno Cosendey e o Andrey Ramos(os 4 meiocampistas) – têm um futuro promissor. Mas, Evander sequer completou 17 anos(fará em junho/15) e o Mateus Vital – como também o Andrey Ramos – fizeram 17 neste início de ano.
    Mas, concordo, o Evander(mesmo com seus 16 anos) e o Bruno Cosendey(este já com 18 anos), poderiam ir sendo incluidos aos poucos(pelo menos no banco, para ir pegando a experiência dos outros).
    Uma coisa, tenho fé: a base é promissora, considerando Gabriel Félix(goleiro), Kadu(zagueiro), Renato Kayser(atacante), Caio Monteiro(atacante), Alan Cardoso(lateral), além dos 4 citados anteriormente.

  • Marcel Cunha de Souza

    VAMOS CONTRATAR VASCÃO, TIAGO NEVES E DIEGO SOUZA.

    VALE A ENA INVESTIR NESTES CARAS.

    FALTAM APENAS MAIS 5 BONS REFORÇOS PARA ENTRARMOS DE VEZ PARA DISPUTAR O TÍTULO.

    NAÇÃO VASCAÍNA AMANHÃ VAI INVADIR A ARENA PANTANAL NOVAMENTE.

    15 MIL VASCAÍNOS!!!!!

    VAMOS PAPAR A COPA DO BRASIL E O BRASILEIRÃO COM ESTE SREFORÇOES ESPERADOS.

    TRÍPLICE COROA SERÁ NOSSA ESTE ANO.

    ANOTE AÍ E DEPOIS VCS ME FALAM.

    VASCÃO PAPA TÍTULOS E O VERDADEIRO MAIS QUERIDO.

    QUE TORCIDA É ESTA A DO VASCÃO.

    3ª MAIOR DO BRASIL DISPARADO.

  • DOUGLAS SILVA – SANTA CRUZ – RJ

    A finalidade é não não ser rebaixado, essa é a meta, conseguindo isso, ta bom demais. Fazer um apelo para vocês lerem a mensagem do PIMENTEL, será que o PIMENTEL está escrevendo em grego, ninguém faz o que ele pede, ninguém atende seus pedidos.

  • pra mim o brasileiro, vai ser sofrível, pois no esquema do Doriva acredito que empataremos muitos jogos ( o que deixa qualquer time longe da disputa por titulo), mas por outro lado, como nosso sistema defensivo é muito forte, acredito muito que poderemos chegar longe na copa do brasil, igual aconteceu na fase final do carioca.

    Vamos esperar pra ver Vasssssccccccccooooooooooooo

  • JORGE SOBRAL

    MINHA OPINIÃO É QUE TÉCNICO NÃO GANHA JOGO, MAS PERDE!
    CREIO QUE A MAIORIA DA TORCIDA VASCAÍNA, NÃO APROVA AS MESMAS TITULARIDADES QUE O “DORIVA” PROMOVE INCESSANTEMENTE, QUE POR ACASO, TEM DADO CERTO, PORQUE DÁ SORTE!
    ESPORADICAMENTE ENTENDO QUE POR QUESTÕES TÁTICAS, FAÇA MODIFICAÇÕES COM JOGADORES CONSIDERADOS POR SI OS MELHORES!
    COM CERTEZA, INTELIGENTE SERIA, FAZER PREVALECER E ESCALAR AQUELES QUE SÃO DA PREFERÊNCIA DA TORCIDA VASCAÍNA, QUE NÃO É BURRA!
    UMA AVALIAÇÃO NO QUE TANGE AO MELHOR DESEMPENHO DENTRO DE CAMPO, DESDE QUE NAS MESMAS CIRCUNSTÂNCIAS, OU SEJA, NA MINHA VISÃO ALGUNS JOGADORES TEM LAMPEJOS ESPORÁDICOS DE SALVADORES DA PÁTRIA O QUE TEM JUSTIFICADO NA CABEÇA DO TÉCNICO SUA PERMANÊNCIA COMO TITULARES!
    EM DETRIMENTO DE OUTROS, MENOS BAFEJADOS PELA SORTE, QUE SOMENTE SÃO LEMBRADOS NA HORA DE SUFOCO, NOS MINUTOS FINAIS DAS PARTIDAS E QUE POR ESSA RAZÃO, PAGAM OS TRIBUTOS DOS MAUS RESULTADOS, PELA AUSÊNCIA DE TÉCNICA E A MESMA RAÇA, DOS QUE SUBSTITUÍRAM E NORMALMENTE SÃO ALIJADOS ATÉ DO BANCO DE RESERVAS!
    É CONTUMAZ OBSERVARMOS, QUE CONTRA OS NOSSOS ADVERSÁRIOS, NUNCA NOS IMPOMOS INICIALMENTE, QUASE SEMPRE, SOMOS DOMINADOS, ATÉ POR TIMES DE QUALIDADES TÉCNICAS E PORQUE NÃO DIZER FÍSICAS INFERIORES A NOSSA A OLHO NU!
    NOTAMOS APENAS “JOGADAS ENSAIADAS”, NAS BOLAS PARADAS, NA POSSE DE BOLA, MAS NO MEIO DE CAMPO, QUE REDUNDA QUASE SEMPRE EM BOLAS ATRASADAS, AS VEZES ATÉ PARA O GOLEIRO!O QUE DEMANDA EM PREJUÍZO DO TEMPO PERDIDO INFRUTIFERAMENTE COM JOGADAS DISPERSIVAS! CONTEMPLANDO NUM ESFORÇO DESCOMUNAL DO NOSSO SETOR DEFENSIVO, POR ALGUNS JOGADORES, OS MESMOS DE SEMPRE: “MATIN SILVA, LUAN, RODRIGO, MADSON, CRISTIANO E GUINAZU”!
    EXCETO O GILBERTO, EFETIVAMENTE OS RESTANTES, SERIAM BONS RESERVAS E ALGUNS RESERVAS NAS SUAS POSIÇÕES TITULARES!
    NORMALMENTE O QUE SE VÊ É QUE QUANDO AA BOLAS CHEGAM AS ÁREAS DO ADVERSÁRIOS, NÃO SÃO CONCLUÍDAS SATISFATORIAMENTE, DE FORMA POSITIVA E/OU AS JOGADAS SÃO RETROCEDIDAS, POR FALTA DE TÉCNICAS E/OU HABILIDADES DOS JOGADORES OFENSIVOS, SOBRECARREGANDO SOBRE MANEIRA O NOSSO SETOR DEFENSIVO, ACARRETANDO REPENTINOS RESULTADOS POSITIVOS, APENAS PELO FATOR SORTE!
    CREIO QUE VASCAÍNOS COMO EU, ACOSTUMADOS A ASSISTIREM OS ELENCOS DO PASSADO, PROTAGONIZAREM SHOWS COM JOGADAS OFENSIVAS DE ALTA QUALIDADE TÉCNICA!
    COMANDADOS POR TÉCNICOS COM FARO VITORIOSO, DESTEMIDO, COMEDIDO E ATENCIOSO AS MANIFESTAÇÕES E INTERESSES DA TORCIDA VASCAÍNA!
    DESPRETENSIOSOS COM RELAÇÃO A PREVARICAÇÕES!

  • Horlando Rocha

    Acho q o Doriva é abençoado por Deus pq não sei como ele conseguiu fazer com q esse elenco do Vasco fosse Campeão Carioca esse ano.e surpreendeu todo mundo. E sinceramente acho q ele pode colocar esse time campeão pela copa do Brasil e se chegar alguns reforços bons pode tentar o Brasileiro também.a Zaga ta bem . É só consertar do meio pra frente contratar atacantes com poder de fogo pra ajudar o Gilberto e principalmente um meia q faça a bola chegar nos atacantes em boas condições de finalizações.

  • Gamma

    Olha, achei essa analise meio rasa… Estamos com uma politica de pagar pouco mas pagar em dia, mas em termos de “produção e lapidação” de jovens talentos continuamos muito aquém… nossos jovens como Indio, Lorran, Mosquito, Jordi, Thalles e Jonh CLey (os dois ultimos tiveram um pouco mais de chance) quase não jogam, estamos pondo força maxima contra o poderoso cuiaba e perdendo a chance de dar ritmo de jogo para esses jovens jogadores, assim como no carioca cometemos o mesmo erro (talvez por necessidade de ganhar um titulo que embora sem muita importância, não vinha ha 12 anos).

    Quanto a apostar em jogadores de clubes menores, o erro continua o mesmo das gestões passadas que nos afundaram pra duas series B. Uma barca lotada de quinquilharias que superlotam o elenco e sequer tem nivel tecnico para compor o mesmo. Temos já uns 4 jogadores que ja foram emprestados sem sequer entrar em campo, e se vasculhar, tem mais uns 4 que ´poderiam seguir o mesmo rumo. Muitos jogadores encostados e emprestado com contrato longo que dificilmente serão de alguma valia ao time ao longo desses grandes contratos.

    Continuamos gastando muito dinheiro com essas contratações sem sentido e essas apostas que o torcedor ja conhece os resultados pelo menos há uns 15 anos…

    Outro ponto é essa gestão arcaica e paternalista do Eurico que todos sabemos ser uma especie de mafioso tupiniquim metido em diversos escândalos sempre muito próximo da FERJ que é um dos orgãos mais vergonhosos e escusos do futebol.

    Estamos indo contra essa nova geração de gestão de “clube empresa”, com um programa socio torcedor pífio, problemas na distribuição de produtos do Vasco, dividas re-re-re-re-re-negociadas que não são honradas e contas e balanços que não são aprovados desde o tempo do calçada…

    Acho que o Eurico está maquiando nossos problemas e não encaminhando-os para uma solução. Daqui a pouco ele inventa uma briga, uma polemica joga a torcida contra ela própria e abandona o VAsco em situação beirando a falência como foi da primeira vez…

    Não tenho esperanças para o futuro do meu clube…

    • Claudinei

      O título foi importantíssimo, independente de nossa qualidade técnica; graças a ele poderemos ter mais tranquilidade para montarmos o time. Seria muito pior sem o título. Isso não garante nada, eu sei, mas já é um começo melhor que os últimos anos.

  • Claudinei

    Garone: concordo contigo em quase tudo, mas numa coisa tenho que discordar: não adianta pagar pouco para 40 jogadores. Se tivermos 20 jogadores e dentro deles um que mereça ganhar mais para que o time fique produtivo, acho melhor. Sustentar 20 jogadores que nunca irão jogar não é sinal de boa administração; e não estou criticando, apenas constatando. Que tenhamos 20 jogadores no profissional, os da base; e um ou dois jogadores de melhor nível, com salários diferenciados. Se não encontrá-los, paciência, a folha de pagamento ficará menor. É pura matemática.

  • gio

    O Maxx, primo do Messi, tem condições de ser o nosso camisa 10.

    • Claudinei

      Boa ideia!

  • Claudinei

    Boa ideia!

  • Está corretíssimo em não gastar mais do arrecada. Eu vou fazer minha parte. Estou me associando ao meu Clube de Regatas Vasco da Gama. Se apenas 4% da torcida do Vasco fosse sócio teríamos recursos para montar uma SeleVasco!!! Abrace essa causa!!!

  • Racional

    Excelente texto Garone!
    Mas considero que os grandes clubes devam pressionar a CBF a dialogar com a Commebol a alterar o seu calendário e passar a Sul-Americana para o 1º semestre para que hoje os clubes brasileiros possam disputar a Sul-Americana e a Copa do Brasil (esta, no 2º semestre) no mesmo ano, sem abdicar de uma em prol da outra como é feito hoje em dia.
    Explicando em miúdos, quanto mais competições (dentro de um calendário racional) os clubes participarem, mais arrecadam com bilheteria, mais expõe suas marcas e a possibilidade de agregar mais patrocínios se ampliam.
    É completamente aceitável que o Vasco não possua neste momento um elenco qualitativo para disputar o título do brasileirão-2015. Mas dentro dos limites do elenco atual (relativo à correta política de austeridade financeira adotada pela nova diretoria) o time pode chegar a um 7º ou 8º lugar que o contempla para a disputa da Sul-Americana-2016.
    Na fase classificatória do estadual deste ano, o Vasco não foi tão bem, devido a falta de opções do elenco. Mas bastou o certame entrar na fase dos mata-matas que o Vasco cresceu. Méritos do Doriva que montou um time bem copeiro.
    Copa do Brasil e Sul-Americana são competições nos moldes do mata-mata. Dão vagas à Libertadores. E é exatamente aí que o clube deve apostar suas fichas e a torcida também.
    Abraços!!!!!

  • HENRIQUE MARDONES WAGNER

    Concordo em partes com esta política do clube, porém, os quase 40 jogadores no elenco profissional, me preocupam. Contratam jogadores que nada acrescentam, com custo do teto salarial…Pq, ao invés desses jogadores de baixa qualidade, diminuísse a metade o elenco, porém com jogadores medianos, e incrementando os profissionais com a base? Temos bons garotos que perdem espaço…como Evander, Andrey, Kayser e assim por diante…Vemos esses garotos perdendo vaga para Marcinho, Diguinho…Melhor gastar em qualidade do que quantidade.

  • Rodrigo

    Garone, o Vasco precisa de jogadores de meio que tragam mais qualidade nos passes e lançamentos em profundidade pro time sair mais rapido pro ataque. Da raiva ver tanto passe de lado, Guinazu > Serginho > Rodrigo > Luan > Martin e chutão, pq falta uma criatividade no meio.

    Como nao temos dinheiro poderiamos tentar contratar o Ricardinho do Ceará, Caja da Ponte, dar mais chances pro Indio e subir o Cosendey por exemplo. Falta um jogar pensante no meio. Marcinho nao e esse cara e o Dagoberto está improvisado.

  • Dásio Silva

    Esse dez que tanto buscamos, pode estar em nosso clube.Pode ser o Índio!!!

MaisRecentes

A zona vascaína



Continue Lendo

O ‘novo’ Nenê



Continue Lendo

De volta ao time titular, Nenê abre vantagem no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo