Pastel de churrascaria



Caio Monteiro marcou seu primeiro gol pelo Vasco (Foto: Paulo Sergio/Lancepress)

Caio Monteiro marcou seu primeiro gol pelo Vasco (Foto: Paulo Sergio/Lancepress)

Você passa meses sonhando com aquele rodízio de carne em que sua família tradicionalmente costuma se reunir de tempos em tempos. Chegando perto, seu único pensamento é naquela picanha argentina sangrando pousando lentamente no seu prato. Como se chegasse ainda viva no espeto, deita-se calmamente para seu último descanso. O eterno.

Qualquer outra refeição entre o momento que sua mente entra neste ciclo e a primeira garfada, tranquila e analista, é sem graça. Quando a luz do “vamos à churrascaria” se acende, nada mais importa, além de chegar no dia disposto a dar o ‘seu melhor’ e saborear aquele momento como se fosse o último.

Até que vem o pastel.

Quando seu corpo e sua mente já estão condicionados a aceitar que nada além de quilos e quilos dos mais gostosos bovinos e suínos lhe saciarão pelas próximas horas – às vezes dias -, surge um pequeno prato com pastéis. Aqueles, aperitivos, que o garçom lhe serve enquanto escolhe as bebidas e acompanhamentos. Minutos antes do verdadeiro Carrossel Gaúcho – bem melhor que o holandês – dominar sua mesa e paladar.

Você não quer o pastel. É gostoso, mata a fome, combina com tudo, mas isso é o que menos importa nesse momento. Seu pensamento é um só: mal passada ou ao ponto? Não é ‘queijo ou carne’. Vasco x Remo foi de vento.

O time de Jorginho entrou em campo pensando na costela que terá que roer com o Botafogo no domingo, não na polenta desta quarta-feira que precisava ser frita. O foco, ainda que o treinador tenha colocado parte de seus titulares em campo, era outro.

Precisou entrar uma turma com fome para fazer a limpa na bandeja, como os meninos Evander – titular desde o início mas que ganhou confiança durante o jogo – e Caio Monteiro. Pra quem estava de barriga vazia, um prato cheio, independente se de pastel ou de picanha, é irrecusável. E os garotos salvaram a refeição.

O Vasco pareceu poupar o estômago para o prato principal. E com toda razão. Olho grande também é pecado.

Mas, agora, já pode botar fogo na churrasqueira!



MaisRecentes

Vasco empresta meia para time potiguar



Continue Lendo

Vasco contrata mais dois reforços para o sub-20



Continue Lendo

Vasco empresta jovem meia para clube paulista



Continue Lendo