Os presentes de Eurico



Eurico voltou à presidência no fim de 2014 (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Eurico voltou à presidência no fim de 2014 (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

“A torcida do Vasco receberá um presente antes do Natal”.

Após expôr a situação financeira do clube, no início de sua gestão e o ponto atual, Eurico Miranda, presidente vascaíno, abriu o jogo e confirmou que o elenco receberá um reforço de peso ainda nesta semana. Não é a primeira vez que isso acontece.

Como ele próprio disse na coletiva, é uma “tradição” sua. Mais ou menos. Há a tentativa de uma grande contratação antes do Natal, mas nem sempre – ou quase nunca – isso realmente ocorreu.

Em 2015, apenas um jogador foi confirmado antes das festas de fim de ano: Yago Pikachu. Apesar de ter sido contratado em alta, viveu uma temporada de altos e baixos, terminando a Série B na reserva.

No ano anterior, o primeiro da nova gestão de Eurico, foi anunciado perto do Natal outro lateral-direito: Jean Patrick. Vindo do Luverdense, também não se firmou na equipe e acabou retornando ao clube de Mato Grosso ao fim do Campeonato Brasileiro. Nenê, que terminou 2015 como o grande nome, viria apenas no meio do ano.

Em sua primeira passagem como presidente, também não foi muito diferente. Após assumir o clube no dia 22 de janeiro de 2001, os primeiros nomes ventilados foram os do volante Vampeta, do zagueiro Capone e do atacante Marcelinho Paraíba.

Nenhum foi contratado.

Na verdade, na ocasião, o Vasco passou por um momento de saídas: Juninho Pernambucano, Mauro Galvão, Felipe e Alex Oliveira acabaram deixando a Colina naquele início de temporada. E ninguém chegou.

Quem esteve próximo de retornar naquele período foi Mazinho. Campeão brasileiro pelo clube em 1989, o lateral-esquerdo chegou a treinar em São Januário, mas acabou optando por voltar para a Espanha, onde fez quase toda a sua carreira, para defender o Alavés.

No primeiro Natal de Eurico na presidência, o mercado foi pouco movimentado. A grande notícia ficou para o dia 27, quando o clube anuncia a renovação de Romário. O primeiro reforço para 2002 veio apenas em 4 de janeiro, com o acerto com Léo Moura – apenas Leonardo na época -, que vinha de boa temporada pelo Botafogo.

Em dezembro de 2002, enfim o primeiro “afago natalino”. Marques, ídolo do Atlético Mineiro é confirmado antes do bom velhinho passar pela chaminé. Porém, só assina no dia 10 de janeiro em razão do vínculo que ainda possuía com o Galo. Outro grande reforço chega apenas na primeira semana do ano: Marcelinho Carioca.

No Natal de 2003, uma nova ceia pouco farta para os vascaínos.

Após mirar Lúcio Flávio, a diretoria foi atrás do retorno de Ramon. Ambos sem sucesso. O elenco acabou se reapresentando apenas com “anônimos” como novidades: o goleiro Cássio, o zagueiro Santiago e o atacante Amauri, todos vindos do Olaria. Robson Luis acabou sendo o primeiro nome confirmado, já em janeiro. O atacante Alex Alves, mais conhecido dos primeiros reforços, chega somente em fevereiro.

No fim de 2004, novamente nada de presente de véspera. Allan Delon é o primeiro nome anunciado, já no dia 29 de dezembro. Destaque do Vitória nos anos anteriores, porém, não consegue repetir as boas atuações com a camisa vascaína e deixa São Januário após atuar em apenas 8 partidas.

Em 2005, José Luiz Moreira – que também foi vice-presidente de futebol do Vasco no ano passado – anunciou que a torcida ganharia um presente de Natal. Dois dias antes da celebração, o clube fechou a chegada do volante Andrade, ex-Santa Cruz. Na semana seguinte, o clube acertou com Fábio Baiano. Seis jogos depois, o ex-meia do Rubro Negro deixa o Cruz-Maltino.

Na temporada seguinte, a surpresa veio novamente com atraso. Porém, em grande estilo. O argentino Dario Conca foi a maior contratação vascaína da janela, porém, só foi confirmado no dia 28 como reforço da equipe. No ano seguinte, se tornaria presente do Fluminense. Agora, pode ser do Flamengo.

Para 2008, Eurico foi buscar um velho ídolo: Edmundo. Entretanto, antes de acertar a volta, o atacante e o dirigente precisaram resolver atritos pessoais e até jurídicos, já que o jogador cobrava o clube na Justiça. Isso fez com que o retorno fosse confirmado apenas no fim de janeiro. Antes do Natal, os “presentes” ficaram por conta das chegadas do goleiro Tiago, o lateral Marquinho, volante Jonílson e o atacante Villanueva.

Será que desta vez o Papai Noel vascaíno acertará na data e na mão?

NEGOCIAÇÕES FECHADAS PELO VASCO PERTO DO NATAL
* Nos anos em que Eurico Miranda era o presidente do clube

2015 – Yago Pikachu – Paysandu – anunciado em 16/12/2015
2014 – Jean Patrick – Luverdense – anunciado em 22/12/2014
2007 – Tiago – Portuguesa – anunciado em 20/12/2007
2006 – Dario Conca – River Plate – anunciado em 28/12/2006
2005 – Andrade – Santa Cruz – anunciado em 23/12/2005
2004 – Allan Delon – Vitória – anunciado em 29/12/2004
2003 – Robson Luis – Vitória – anunciado em 06/01/2004
2002 – Marques – Atlético-MG – confirmado em 16/12/2002
2001 – Romário – renovação de contrato em 27/12/2001



MaisRecentes

Bruno César não é Maxi López



Continue Lendo

Sub-20 do Vasco poderá superar o desempenho do time de 2010, que revelou Allan e Luan



Continue Lendo

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo