Os líderes das estatísticas no Vasco



Vasco tem evoluído nos últimos jogos (Foto: Cristiano Andujar/AGIF/LANCE!Press)

Vasco tem evoluído nos últimos jogos (Foto: Cristiano Andujar/AGIF/LANCE!Press)

Nenê, Andrezinho, Bruno Gallo e Leandrão, nomes que chegaram ao Vasco no meio do Brasileiro e mudaram a cara do time na competição. E quem sabe também o destino. Com a atual formação, com os quatro jogadores entre os titulares, a equipe ainda não perdeu no campeonato.

Apesar de ter chegado ao clube com a temporada em andamento, o quarteto já aparece nas primeiras colocações em algumas estatísticas do time no Brasileirão. Entre as assistências para gols e finalizações, antes lideradas pelos laterais Madson e Christianno, Nenê e Andrezinho já tomaram a ponta.

Fonte: Footstats

A entrada dos dois meias no time descentralizou as ações ofensivas da equipe, antes mais concentrada nos laterais. A dupla, inclusive, já aparece no top 5 da equipe de cruzamentos corretos, outra estatística antes dominada pelos laterais.


Fonte: Footstats

O camisa 10 vascaíno vem subindo também no ranking de lançamentos certos. O que antes era feito apenas pelos homens de defesa, que procuravam a ligação direta, agora também conta com a ajuda dos apoiadores, que recuam para fazer a transição. Entre os jogadores de meio-campo, Nenê é quem mais vem se destacando neste quesito.


Fonte: Footstats

Apesar das mudanças, algumas coisas seguem iguais no Vasco. Ao menos nos números gerais. O setor defensivo continua sendo o que mais toca na bola durante os jogos. Porém, com as alterações feitas por Jorginho, onde o quarteto formado por Gallo, Dos Santos, Andrezinho e Nenê ocupa o meio e domina as ações do time, estes números tendem a mudar até o fim do Brasileiro.

Mesmo tendo perdido a posição de titular nos últimos jogos, Guiñazu é quem lidera nos passes certos, seguido pelo zagueiro Rodrigo. Madson é quem mais erra, com Christianno na segunda posição.

Fonte: Footstas

Quem vem subindo nas estatísticas também é Leandrão. Apesar do jejum de gols – marcou apenas um em seis jogos -, o centroavante já é um dos principais finalizadores do clube no campeonato. E com um bom aproveitamento. Das 12 tentativas do camisa 9, oito foram em direção ao gol e apenas 4 para fora – 75% de acerto. Rodrigo, por exemplo, lidera os arremates corretos e também os errados, com um aproveitamento inferior a 50%. Rafael Silva, o segundo colocado no quesito, também não acertou o alvo na maioria das vezes: 12 com direção contra 13 pela linha de fundo.

estatisticas finalizações
No desarmes, Rodrigo disparou na liderança após as barrações de Serginho e Guiñazu. Bruno Gallo, que vem se posicionando como primeiro volante, já começa a aparecer na lista. Porém, o novo camisa 5 tem feito o desarme, mas sem roubar a bola, o que conta como ‘desarme errado’. Ou seja, corta a jogada, mas não retoma a posse. Neste critério, Gallo já é o terceiro da equipe.

estatisticas desarmes
Quando o assunto é individualidade, Rafael Silva, que andou esquecido no Vasco nos tempos de Celso Roth, é o destaque. O atacante, apesar de ter iniciado a maioria dos jogos no banco de reservas, é quem mais acertou dribles pelo Cruz-Maltino neste Brasileirão. O colombiano Riascos é quem mais erra.

estatisticas desarmes
Estatísticas: Footstats



  • ODILON SILVA = RJ

    Os números não mentem jamaisssssssssss.

MaisRecentes

Nenê: titular ou opção no banco?



Continue Lendo

Manga ganha duas posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O 0 a 0 disfarçado



Continue Lendo