O retorno de Nei ao Vasco



Nei ganha mais uma chance no Vasco (Foto: Alexandro Auler/LANCE!Press)

Nei ganha mais uma chance no Vasco (Foto: Alexandro Auler/LANCE!Press)

Após um ano afastado do elenco do Vasco, Nei foi reintegrado. Ainda assim, Jean Patrick, Madson e Bruno Ferreira foram contratados para a posição. Parecia que o experiente jogador ficaria novamente de escanteio. Porém, as lesões dos dois primeiros acabou dando uma nova oportunidade para o atleta.

Campeão da Libertadores e da Recopa pelo Internacional, chegou ao Vasco como um dos laterais mais cobiçados do mercado naquele momento. Posição carente no futebol brasileiro, talvez fosse aquele que tinha o melhor currículo àquela altura. Nas pesquisas com a torcida vascaína, sua chegada tinha mais de 80% de aprovação. Até então, uma bola dentro da diretoria.

Forte fisicamente, de boa marcação e com títulos importantes na carreira. Essa era a impressão de todos quando Nei chegou ao clube. Porém, nunca conseguiu se firmar. Logo em sua estreia, derrota para o Bangu. No segundo jogo, contra o Fluminense, foi facilmente driblado por Carlinhos, após um carrinho errado, e Fred empatou aos 42 do segundo tempo.

Pronto. Após 180 minutos em campo, o lateral se tornava ‘persona non grata’ na Colina.

O time sairia cedo do Carioca, cairia no Brasileiro e Nei se tornaria um símbolo negativo daquela temporada desastrosa em 2013. Mesmo atuando pouco no Brasileirão. Fágner seria contratado para a posição poucos meses após a sua chegada.

Nestes dois anos de Vasco, foram apenas 29 partidas disputadas, nenhum gol marcado e pouca credibilidade com o torcedor. Pelo Inter, onde era um dos líderes do elenco, foram mais de 150 jogos e dois títulos internacionais.

Vítor, em 98, chegou ao Vasco com as mesmas credenciais. Multicampeão pelo São Paulo, também num carrinho mal dado, se tornou vilão na final do Mundial contra o Real Madrid.

Mas ele não teve uma segunda chance, Nei sim.

ACOMPANHE O BLOG DO GARONE NAS REDES SOCIAIS:

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Leonardo

    Difícil de confiar neste time do Vasco, principalmente com a volta do Nei… só para lembrar que nos 29 jogos que ele participou, fez 01 gol, porém, contra o Vasco ( Inter x Vasco – Brasileiro de 2013 ).

  • Prata_Vasco

    Difícil é encarar a realidade e saber q a melhor contratação do Vasco foi p/remo. Eu já colocaria a Beltrane de centroavante no próximo jogo!

  • Fred

    Como ele tem mais 1 ano de contrato, é só escolher:

    ( ) Fazer como em 2014, deixando ele afastado mas tendo que arcar com os salários
    ( ) Fazer como em 2015, reintegrando ele

    Também poderia emprestá-lo, mas para isso precisaria ter um clube interessado e ambas as partes estarem de acordo.

    E dispensá-lo, o que seria como em 2014, tendo que arcar com os salários até janeiro de 2016.

  • Alexandre F.G.

    Retorno do Nei é um retrocesso, pois dentro de campo não mostrou nada que merecesse ser jogador do Vasco, além disso tem salário alto. Muito melhor que trouxessem algum da base, como o Richard

  • O contrato dele está em vigor , não acho que seja tão ruim , que não possa colaborar , afinal as circunstâncias são outras e a adaptação também .
    Ele não vai entrar no fogo ,
    como na época de sua contratação .
    AVANTE VASCÃO !

    • Hamilton

      Concordo com vc. Todas as condições mudaram e o Nei não é tão pior que os que temos lá.

  • horlando rocha

    Se ele cruzar pro gol melhor q o Madson ja ta valendo.

  • Sem querer desmerecer o NEY.não acho que no momento ele tenha chance de ser titular;provavelmente ,nem reserva.

  • Marlon

    Muitooo Fracooo!!! Não dá tecnicamente muito ruim se acha um grande jogador, não pode ficar nem no banco. Poderia improvisar o Luan na posição passando Anderson Salles para a zaga junto com o Rodrigo O VASCO TA MUITO MAL NA POSIÇÃO DE LATERAL APROVEITA E MANDA O GUINAZU SE APOSENTAR. contra o macaé Martin; Luan; Salles; Rodrigo; Chris; Lucas; Bernardo; Marcinho; Montoya; Rafael Silva e Thalles.

  • ODILON SILVA – RJ

    Desejar boa sorte para o profissional NEI, uma coisa ele tem, vontade. Agora mudando de papo, essa velha nova diretoria não iria fazer grandes contratações, não iria mudar o time, não iria formar um grande time, voltaram com o NEI.

MaisRecentes

Milton Mendes achou a posição de Pikachu



Continue Lendo

Pikachu assume a 3ª posição no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

Os celibatários da verdade



Continue Lendo